sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Perfil de uma igreja missionária

(Sermão pregado no culto dominical do último dia 09/09/2007, em comemoração ao Dia Nacional de Missões).

Lucas encerra o capítulo dois de Atos do Apóstolos com a seguinte informação: “E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar”(At 2.47b). Qual era o segredo dessa igreja que Deus acrescentava pessoas salvas todos dias? Não havia segredo ou fórmulas mágicas, mas obediências as ordens de Cristo. A igreja missionária de Atos tinha um perfil muito definido e exposto no final do capítulo dois. Veja as características dessa igreja (vv 42-47):

a) Havia ensino- “E perseveravam na doutrina dos apóstolos”.
A igreja primitiva se preocupava em ensinar as doutrinas cristãs a sua comunidade. A Bíblia de Jerusalém traduz esse texto assim: “Eles mostraram-se assíduos ao ensinamento dos apóstolos”(BJ). Havia dedicação por parte dos primitivos cristãos ao ensino da Palavra, pois sabiam que só poderiam evangelizar se tivessem o que transmitir. Muitos são aqueles que pensam que ensino, teologia, seminário e estudos bíblicos é perca de tempo mediante a necessidade missionária, mas nenhuma igreja verdadeiramente missionária, relaxa no exame da Escrituras. O que adianta evangelizar um evangelho misturado com heresias ou pequenas distorções bíblicas? Para transmitir o evangelho é preciso preparo bíblico, não se pode esquecer da advertência de Charles Spurgeon: “Os homens, para serem verdadeiramente ganhos, precisam ser ganhos pela verdade.”

b) Havia comunhão- “E perseveravam... na comunhão”.
A comunhão é essencial para uma igreja evangelizadora. A palavra grega koinomia significa comunhão, compartilhamento, uniformidade, associação próxima, parceria, participação, uma sociedade, um companheirismo. Mediante a comunhão, haverá uma igreja forte o suficiente para sustentar uma obra evangelizadora; pois igreja sem comum acordo, será marcada por rixas, intrigas, confusões, e a preocupação pelas almas fica em segundo plano.
A comunhão não é somente a união de cristãos, mas é a união de Cristo com o seu corpo (membros em comunhão); assim como João escreveu: “o que vimos (a vida manifesta: Cristo) e ouvimos, isso vos anunciamos para que tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo”(1 Jo 1.3). “Segundo os primitivos cristãos, a verdadeira comunhão com Deus, a comunhão vertical, só seria possível mediante a comunhão com os demais irmãos da comunidade onde se vive a f锹.

c) Havia celebração- “E perseveravam... no partir do pão”.
A comunhão era manifesta por meio de celebração da Ceia do Senhor e de festas ligadas, como a festa do amor (Ágape). O partir do pão significava, na cultura hebraica, companheirismo e consideração, era um laço de intimidade. E nesse espírito é que a igreja primitiva celebrava a Ceia e suas festas, não para satisfazer o egoísmo e a glutonaria, como em Corinto(1 Co 11. 17-34), mas mostravam uma simplicidade e alegria mediante a divisão da comida.

d) Havia devoção- “E perseveravam... nas orações”.
A oração e as missões são inseparáveis. A igreja primitiva sempre se levantava em oração mediante os perigos que a cercavam. Em Atos 4. 24-31, mostra um exemplo de oração ligada a evangelização; os discípulos pediram que o Senhor desse ousadia na pregação e confirmasse a mensagem com milagres e Deus respondeu. A igreja que se dedica a orar, terá uma evangelização mais eficaz, pois falará de Deus, com a ajuda de Deus.

e) Havia reverência- “Em cada alma havia temor”.
Temor não é medo ou terror, mas uma disposição para a submissão. Em jerusalém pesava um grande temor sobre os seus habitantes, mediante os sinais e prodígios que saiam da igreja. Esse fato ajudou na evangelização, pois a igreja de Jerusalém tinha reputação e respeito perante a sociedade. Grande virtude é uma igreja que causa um impacto positivo sobre a sociedade.

f) Havia milagres- “E muitos maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos”.
Milagre não leva a conversão de ninguém, mas serve para confirmar o evangelho pregado. O milagre não é a peça principal, mas é a confirmação do evangelho de Cristo, que mostra que além de restaurar a saúde física, pode salvar o homem de seus delitos e pecados. O milagre acompanha a caminhada evangelizadora, pois a salvação é o maior milagre.

g) Havia solidariedade- “Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam suas propriedades e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade”.
Além de solidariedade, havia liberalidade, pois entregavam os bens em prol da obra. Quando a igreja é cheia de comunhão e solidariedade, a obra recebe mais recursos para o seu desenvolvimento. Uma comunidade cheia de egoísmo, nunca sairá do ponto zero na obra missionária. Essa solidariedade “trata-se de benevolência espontânea e voluntária como resultado da verdadeira compreensão do amor de Deus. Comunidade forçada é comunismo”².

h) Havia congregação e simplicidade- “E perseveravam unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração”.
Uma igreja missionária valoriza a sua congregação, em um compromisso com a obra local. Há no meio desse povo, uma simplicidade e alegria no momento da comunhão.

Conclusão

Com toda essas características, a igreja realmente louvava a Deus e caia na graça do povo. Deus acrescentava a cada dia os salvos, pois é o Senhor que dá o crescimento, como disse Paulo: “Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento”(1 Co 3.6), ou seja, a igreja faz a sua parte e Deus trabalhará pelo seu Reino.

Referências bibliográficas:

1- SANTOS, Roberto dos Reis. A Santa Ceia. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p. 62.

2- Bíblia de Estudo Plenitude. Baruerí: Sociedade Bíblica do Brasil, 2002, p. 1114.

13 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Gutierres

Não sei você já notou, mas o livro de Atos dos Apóstolos termina sem desfecho final. O que significa isso? Capítulos perdidos? Não, nós somos a Igreja, os personagens vivos de uma história que se acabará quando Cristo arrebatar a Igreja.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá Gutierres, nõa sabia que você ra também pregador do Evangelho, isso é muito bom, que Deus seja glorificado.
Faz certo tempo que eu não prego, hoje, as oportunidades em Belém estão um pouco escassas.
Que Deus o abençoe grandemente e fique firme no seu ninistério!!!

João Cruzué disse...

.

A Paz de Cristo,

Passei para parabenizar seu maravilho so trabalho. Apesar de muitos pastores satanizarem a WEB dizendo que ali só existe pornografia, dou graças a Deus, pois, também tem a palavra de Deus.

Há quatro anos atrás, digitei o verbete inglês "church" e esperava que viesse alguma igreja cristã. Veio a igreja de satã com a cabeça de um bode negro de chifres e barbicha sobre uma estrela vermelha.

Fiquei admirado de ver a lentidão dos crentes no uso da tecnologia - que não é criada pelo diabo.

Meses atrás quando fui registrar o domínio olhar cristão, vi entre a lista de domínios com muitos sites de prostituição e poucos de cristãos.

A WEB é uma tecnologia digital a disposição do Evangelho de Cristo, pois, através dela, gratuitamente, você pode pregar ( em inglês ) o evangelho aos quatro cantos da terra. O diabo usurpa, mas não é cria nada. Em sua amargura e desespero só pensa em matar, roubar e Destruir.

Oro, sinceramente, para que milhões de pessoas como você, possam escrever boas coisas e plantar o "trigo" do Evangelho tanto em português para o Brasil, quanto em inglês para o mundo.

Deus lhe abençoe pela maravilhosa atitude e mantenha os pés no chão.

Salmo 96;3.

.

Eliseu Antonio Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eliseu Antonio Gomes disse...

Gutirres

Primeiramente, quero lhe dizer que com o texto Perfil de Uma Igreja Missionária novamente está sendo elucidativo. Parabéns.

Em segundo lugar, quando eu deixei em meu blog o post informando que o Pr Silas Malafaia foi entrevistado pela equipe de produção do programa ALTAS HORAS (Rede Globo), deixando claro ser informação extra-oficial, você então dias depois perguntou se eu já havia conseguido a informação oficial.

É claro que fontes oficiais são mais seguras. Não temos dúvidas nessa questão. E entendo e aceito inteiramente o seu ponto de vista.

Mas, sobre isso o que desejo dizer é que vários irmãos e irmãs (ao que me parece sem contato uns com os outros) dizem o mesmo: o Pr Silas informou sobre essa entrevista no Culto da Vitória, realizado na Assembléia de Deus da Penha, na rua Honório Bicalho.

Apesar de extra-oficial eu quero confiar na informação desses irmãos.

Terceiro: antes de terminar, gostaria de dizer que o irmão João Cruzue (postagem-resposta acima desta minha) é um desbravador entre os blogueiros, aqui no site BLOGGER. Ele anteviu a importância do uso dos blogs e fez uso dele, com o seu OLHAR CRISTÃO, antes de todos os blogueiros que conhecemos e temos contato hoje.

Abraço.


Eliseu A Gomes

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro Gutierres!
Excelente sua postagem!
Em que pese ser real a necessidade de nos reportarmos a vários assuntos, não podemos esquecer a evangelização como nosso foco principal.

Geografia Bíblica disse...

Gutierres gostei muito do seu estudo. Como dirigente de congregação é sempre bom ter estudos sadios como este postado por você.

Um grande abraço irmão.

A congregação do Vila Felipe em Petrópolis-RJ agradece.

Eduardo Neves disse...

Gutierres

Muito boa esta postagem!

O PERFIL DE UMA IGREJA MISSIONÁRIA: é aquela que se preocupa em ensinar as doutrinas bíblicas, e investe em seus missionários. Me recordo que muitas vezes no seminário as notícias do campo eram as piores possíveis(em relação da carência material($) que nossos irmãos passavam na África com suas famílias).

Deus te abençoe.Amém.

Eduardo Neves.

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor a todos!

Eliseu Gomes
Realmente, o livro de Atos não tem conclusão, pois a história da Igreja continua viva.

Victor Leonardo
Sou pregador nas horas vagas(risos). Esse pregação foi na minha igreja, mas normalmente, eu, somente ensino na EBD.

João Cruzué
Agradeço as observações de seu olhar cristão sobre a importância da WEB.

Carlos Roberto
Pr. Carlos é sempre um prazer as suas visitas e colocações.

Eber Ventura
Meu irmão, fico feliz que esses estudos estão completando estudos bíbicos em sua congregação. Fico muito feliz, mesmo!

Eduardo Neves
Irmão Eduardo, realmente, a obra missionária é urgente e vivemos em um país que vive no discurso de ser "celeiro do evangelho", mas envia poucos missionários.

Um abraço a todos

michele disse...

Realmente temos que nos basear na igreja primitiva...

Ótimo Pregação!!!

Primeiramente quero dizer que eu sou batizada em nome do Pai, do filho e do Espirito Santo...

Mais se tratando de igreja PRIMITIVA, vamos vêr o que diz a história:

Faltou a letra:

I) Diante de tantas inconsistências e incompatibilidades com o restante dos escritos sagrados, Mateus 28:19 tem sua autenticidade questionada. A história demonstra que na era apostólica batizava-se apenas em nome de Jesus, sendo que batismos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo só foram realizados muitos anos após a morte dos apóstolos. Vejamos o que as enciclopédias dizem a respeito da origem da trindade e do batismo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo:

Enciclopédia Britânica: "A fórmula batismal foi mudada do nome de Jesus Cristo para as palavras Pai, Filho e Espírito Santo pela Igreja Católica no 2º Século." - 11a Edição, Vol.3 - págs. 365-366. (em inglês)... "Sempre nas fontes antigas menciona que o batismo era em nome de Jesus Cristo." - Volume 3 pág.82.

Enciclopédia da Religião - Canney: "A religião primitiva sempre batizava em nome do Senhor Jesus até o desenvolvimento de doutrina da trindade no 2° Século." - pág. 53 (em inglês).

Nova Enciclopédia Internacional: "O termo "trindade" se originou com Tertuliano, padre da Igreja Católica Romana." - Vol. 22 pág. 477 (em inglês).

Enciclopédia Da Religião - Hastings: "O batismo cristão era administrado usando o nome de Jesus. O uso da fórmula trinitariana de nenhuma forma foi sugerida pela história da igreja primitiva; o batismo foi sempre em nome do Senhor Jesus até o tempo do mártir Justino quando a fórmula da trindade foi usada." - Vol.2 pg 377-378-389 (em inglês)

A Bíblia de Jerusalém incluiu o seguinte comentário de rodapé a respeito de Mateus 28:19:

“É possível que, em sua forma precisa, essa fórmula reflita influência do uso litúrgico posteriormente fixado na comunidade primitiva. Sabe-se que o livro dos Atos fala em batizar “no nome de Jesus”. Mais tarde deve ter-se estabelecido a associação do batizado ás três pessoas da trindade.”


" Então não devemos chamar os irmãos Unicistas de Herege e respeitar a Igreja Primitiva"

pedroaurelio disse...

Paz do Sr. meu querido irmão estou passando por aqui para lhe desejar uma semana com muitas bênçãos de Deus .
E pedindo as orações por mim pk estou a passar muitas necessidades e que Deus abra a mente dos responsáveis da minha igreja par que me possam ajudar Deus diz para ajudar o órfão , mas eles não estão fazendo nd e não querem saber de nada pk minguem se chega ao pé de mim para me ajudar com alguma coisa e sabem a minha situação
url - http://pedroaurelio.blogs.sapo.pt/

marcio disse...

O BATISMO BIBLICO E EM NOME DE JESUS COMCERTEZA E OS QUE FORAM BATIZADOS EM NOME DA TRINDADE TEM QUE SABER DISSO SIM ENVOLVE SALVAÇAO ...

fabricio disse...

A paz a todos, gostaria de dizer que este blog é um trabalho formidável e sem sombra de dúvida algo para edificar mais a nossa fé e o nosso conhecimento.
A respeito de uma igreja verdadeiramente missionária, tenho que dizer que infelizmente a maioria delas perdeu este rumo, temos vivido um tempo de apostasia muito grande nas igrejas, já não mais se vê os irmãos fazendo evangelismo nas tardes de domingo, após os cultos também, e quantas almas tem descido a sepultura sem saber que existe um Deus vivo e poderoso que liberta e ainda leva para o céu. e nós temos nos esquecido de ler EZEQUIEL 3:18"enquanto tantos tem se preocupado somente com suas orações egoistas e temos nos esquecido levar a palavra de Deus aos nossos vizinhos, ao mendingo, aos necessitados.... enfim,a pergunat que faço, o qu etem acontecido conosco? porque nós não nos unimos para pregar o evangelho a toda criatura conforme Jesus mandou? Conclusão: nós mesmos atrasamos a vinda de Deus, pois ele só voltará quando o evangelho for pregado em todo mundo. aguardo comentários!!!