domingo, 21 de outubro de 2007

Análise crítica do Congresso de Missões dos GMUH

Os Gideões Missionários da Última Hora (GMUH) é uma organização evangélica que faz um ótimo trabalho de missões por todo o mundo. Há vários missionários sustentados por esse ministério e os GMHU, tem feito um trabalho eficaz na Amazônia e no Nordeste. O propósito desse artigo não é contestar o trabalho missionário dos GMUH e nem a seriedade dos integrantes desse ministério, mas sim, analisar de maneira crítica, um evento anual e de grande sucesso: O congresso de missões dos GMUH.
Esse congresso reúne milhares de pessoas na cidade de Camburiú, em Santa Catarina , e é até prestigiando pelo governo local, pois há uma grande movimentação na cidade. É um dos eventos mais disputados por cantores e pregadores de cunho “avivalista”. Além disso, o congresso conta com a participação de famosos pregadores, como Marco Feliciano, Hidekasu Takaiama, Gilmar Santos etc.
Antes da análise é preciso esclarecer que esse texto foi escrito por um pentecostal, pertencente à Igreja Evangélica Assembléia de Deus e que o objetivo não é ofender pessoas, mas como acima está foi exposto, o propósito é analisar esse congresso anual do GMUH.
Quais são os pontos críticos do evento?

01) Promove os manikos do pentecostalismo.

Manikos é uma expressão na teologia pentecostal para designar as manifestações extravagantes atribuídas ao poder do Espírito Santo. Essas manifestações nada tem haver com os dons espirituais, mas são extra-bíblicos, e baseados em experiências de homens do passado. O fenômeno do “cair no espírito”, “risada santa”, “êxtase”, “unção dos animais” podem ser classificadas como manikos, pois não há base bíblica para tais manifestações.
No congresso dos GMHU é comum a promoção desses fenômenos, herdadas da “bênção de Toronto”. É certo que, esse congresso foi o maior divulgador de tais fenômenos no Brasil.

02) Não há visão apologética e de preservação doutrinária.

O evento é promovido por uma congregação pertencente à Assembléia de Deus, denominação pentecostal clássica. Apesar dessa base, não há visão apologética no congresso, exemplo disso foi à participação do Pr. Carlos Móises, líder unicista de uma seita que nega a doutrina da Santíssima Trindade.
A “renovação apostólica” tem o seu espaço no evento do GMUH. Geziel Gomes e Oriel de Jesus, agora dizem que são “apóstolos”. Esses dois pastores, que moram nos Estados Unidos, e os seus liderados, são constantes no congresso.
Um líder muito celebrado nos GMUH é Benny Hinn; sempre há menção honrosa ao seu nome por alguns pregadores. Benny Hinn é um dos mais controvertidos dos pregadores contemporâneos.


03) Promove um culto exclusivamente emocional

É claro que o homem é um ser emocional, isso faz parte da natureza humana. Mas não se pode esquecer que junto com a Queda de Adão, as emoções foram afetadas pelo pecado, assim como a racionalidade. Uma fé baseada em emoções tende ao fracasso.
O estilo de pregação no congresso é altamente emocional e pouca reflexiva. Os assuntos abordados nos sermões, isso quando há sermões, são de auto-ajuda ou triunfalistas. É claro que não são todos. Há pregações que, às vezes, são altamente sensacionalistas.

04) Crítica sem fundamento aos “não alinhados”.

Muitos pregadores desse congresso criticam duramente a quem não está alinhado com a forma adotada por eles. Um dos preletores há alguns anos, criticou o Congresso Mundial Pentecostal, realizado pela Assembléia de Deus em 1997, na cidade de São Paulo, pois “ali não houve milagres”.
Só é pentecostal quem se encaixa a aquela maneira extravagante de pentecostalismo, adotada pela maioria dos pregadores desse evento. Eles, na verdade, já criaram um estilo que permeia por todo o Brasil.
Os tradicionais já foram chamados de igrejas “sorveterianas”, isso é uma falta de respeitos aos irmãos tradicionais, que também são habitação do Espírito Santo, pois foram regenerados por Cristo.

Conclusão:

Tudo na vida cristã deve ser analisado a luz da Escrituras, mesmo que a verdade não agrade a alguns. Esse texto encerra com essa forte frase paulina: “Nada podemos contra a verdade, senão pela verdade”.


Escreva a sua opinião!

62 comentários:

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro Gutierrez!
A Paz do Senhor!
Assim como o irmão, tenho o mesmo conceito acerca do bom trabalho missionário realizado pela instituição GMUH e sua liderança.

Quanto aos congressos anuais realizados, muito embora nunca tenha participado, pelas informações divulgadas pela mídia e pelas pessoas bem intencionadas que lá participam e trazem notícias, cd's, dvd's, etc..., tenho as mesmas impressões destacadas em seu artigo.

Considerando a importância da instituição, bem como do trabalho por eles realizado e ainda minha função em conselho da nossa denominação, preciso agir com toda prudência para que não se configure qualquer pré-julgamento, no entanto, as evidências citadas em seu artigo, trazem preocupações.
Como já escrevi em outra situação semelhante, as circunstâncias sugerem no mínimo, um "SINAL AMARELO" de atenção, muita atenção.

Victor Leonardo Barbosa disse...

importante análise Gutierres, pelo que parece, é estranho se comportarem assim somente nos congressos. Talvez seja necessário ver isso mais afundo. Mas é lamentável que isso ocorra...

Abraços,
Victor

Eliseu Antonio Gomes disse...

Gutierres e participantes desse fórum

Eu conheço esse congresso apenas por materiais audiovisuais. Nem contato com alguém que esteve lá eu tive. Assim sendo, é lógico, não posso tecer comentários em profundidade.

Mas, segundo as informações e noções adquiridas, vindas por matérias de jornais e revistas evangélicas, penso que o congresso segue por uma linha evangélica interdenominacional.

E, por causa da filosofia interdenominacionalista que o evento anual da GMUH tem não é possível encontrar nele 100% de igualdade no padrão de costumes dos participantes. É natural.

Li no site da CGADB que nem tudo que é extra-bíblico chega a ser anti-bíblico. Concordo plenamente. E por concordar com essa máxima, penso que o parâmetro para considerar se há desvios doutrinários nestas reuniões deve ser a própria Escritura Sagrada - com a mente aberta para a questão do interdenominacionalismo.

E, para fazer apologia do Evangelho, folheando a Bíblia Sagrada, o estudo sobre esse assunto precisa ser cuidadoso no que tange às fontes de argumentação. Há quem tome como exemplos personagens e atitudes de alguns homens que estão inseridos na narrativas bíblicas. Mas o exemplo de perfeição é um só: Jesus Cristo, homem sem pecado. Por quê? Na Palavra Santa estão registrados os erros e acertos dos homens de Deus e nem sempre junto ao erro desses homens existe a crítica sagrada das Escrituras, é mister buscar contextualização.

Há quem se assuste quando digo que o apóstolo Paulo, após convertido, pecou. Esse susto é resquício do catolicismo.

Os costumes (modismos?) que não são anti-bíblicos precisam ser tolerados em eventos com pluralidade denominacional.

Penso que a liderança cristã evangélica tem a dura tarefa de tornar a consciência dos liderados quanto a diferenciação do que é pecado e o que é simples gosto pessoal (costumes da "casa do vizinho" que não são adotados na minha "casa").

Os crentes em geral não estão acostumados com congressos abertos para ministérios co-irmãos. E pela razão do membro apenas sair até o quintal da própria "casa" chega ao cúmulo de se escandalizar até com o que não é pecado.

A tempestade em copo d'água acontece por falta de vivência no Corpo de Cristo (organismo composto por diversas denominações). Também por falta de costume na leitura bíblica devocional. Costuma-se abrir a Bíblia Sagrada só na igreja, ler de forma dirigida seguindo a bel vontade de terceiros que fazem uso do púlpito. (Não há erro em ler trechos escolhidos por outros, o erro é só ler assim!)

A educação cristã que os liderados recebem é se contentar vivendo e se confraternizando só com quem seja da própria denominação (organização eclesiástica). Então, surge a idéia errada que costumes estranhos ao círculo denominacional seja um pecado.

Acredito que toda crítica ou simples comentário sobre o congresso GMUH deve levar em conta as considerações que digitei aqui.

Espero ter sido entendido.

Estou aberto às contra-argumentações, acho salutar dar continuidade no assunto para convergir num progresso sobre o assunto.

Termino dizendo: parabéns Gutierres, mostrou tino aguçado escolhendo pautar esse tema.


Paz do Senhor.

Paulo Silvano disse...

Caro Gutierres,
A paz do Senhor.
Na metalurgia, toda vez que se produz uma liga metálica, bóia no cadinho a parte descartável do processo de obtenção do metal. Esse descartável chama-se escória. Tenho assistido vídeos vindos dos congressos anuais dos GMUH - não somente os do youtube - e, com raras exceções, o que se presencia ali é a escória do pentecostalismo.

O que desanima é perceber que boa parte do auditório desse congresso é formada não por simples crentes, mas por líderes, por aqueles que deveriam trabalhar na correção das deformidades do nosso pentecostalismo. Ao contrário, esses líderes participam do congresso para serem ‘renovados’ e de lá voltam para as suas origens, nesse imenso Brasil, servindo como multiplicadores das sandices ali disseminadas.
É verdade que esses 'gideões missionários' e outras excrescências do pentecostalismo existem como sintomatologia da dificuldade de se prover teologia consistente numa denominação que, como bem colocou você na postagem anterior - 'O ANTIINTELECTUALISMO MATA, MAS O ESPÍRITO VIVIFICA' , historicamente e por razões justificadas, até hoje dá pouca importância a boa formação teológica e a pregação expositiva.
Acredito que se conseguirmos atenuar os efeitos dessa deformidade não meramente pelo caminho do apologéticismo, mas pela fidelidade ao arcabouço teológico pentecostal, sem desprezar a nossa soteriologia arminiana e com uma prática que valorize sobretudo o caráter cristão e não apenas o carisma, podemos esperar por dias melhores.

Um abraço,
pr Paulo Silvano

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor a todos:

Carlos Roberto Silva
Realmente, precisamos valorizar o bom trabalho da instituição na área de missões, porém o congresso deixa a desejar.

Victor Leonardo
Vejo que o congresso é o catalisador de vários modismos que tenta atrapalhar o pentecostalismo clássico.

Eliseu Gomes
Realmente, quando há pessoas de várias confissões evangélicas os exageros aparecem; haja vista a "Marcha para Jesus".
Mas a questão principal é que o congresso é realizado por pastores assembleianos, que estão cercados de modismos neopentecostais, como a "bênção de Toronto". Vejo que isso é um problema para todas as denominações que ali se fazem presente, mas principalmente para as Assembléias de Deus, que é a organizadora local e fica com a má fama e com as consequências diretas desses manikos.
A "bênção de Toronto" é anti-bíblica e perigosa para a igrejas locais.

Paulo Silvano
Concordo plenamente, esses modismos são as escórias do pentecostalimo e não a sua essência.

Vitor Hugo da Silva disse...

Irmão Gutierres, a paz do Senhor!

Na minha opinião, deveria ser formado um conselho doutrinário para este evento. Porém, temos um grande problema! Todo o evento é de total responsabilidade de seus eventuais responsáveis e não da Assembléia de Deus como alguns imaginam. Tanto que foi pedido em certa ocasião a formação deste conselho doutrinário, porém, os seus realizadores foram bem taxativos ao alegarem que no ´´gideões missionários quem mandava eram eles``.

Não discuto aqui o trabalho efetuado pelo pastor Cesino com respeito a missões, pois tenho certeza que dentro do Brasil não encontramos alguém com o seu gabarito concernente a missões. Porém, não podemos ser néscios ao ponto de acharmos que tudo é mil maravilhas neste evento, principalmente quando se trata da ministração da Palavra de Deus.

Ao meu ponto de vista, este evento não sofrerá nenhuma modificação sem que antes, alguns de seus organizadores passem a se comprometerem por completo com a Palavra do Senhor. Pois, ao ponto de vista deles, se está cheio e todo mundo gosta, é porque é de Deus! Engano fatal!

O gidões hoje em dia é exemplo máximo do pragmatismo dentro do meio evangélico! Cuidado Uzá!!!!

Deus abençoe!
Vitor Hugo.

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro Gutierrez!
A Paz do Senhor!

Em que pese entender perfeitamente a preocupação do nosso irmão e amigo Elizeu Gomes, pois inclusive acredito na prudência como equilíbrio para nossas ponderações, vejo no comentário do Pastor Paulo Silvano, a consistência de quem está acompanhando, possivelmente como eu e vc., um pouco mais de perto, e talvez sentindo os efeitos negativos, ainda que aos poucos, ano a ano, em doses homeopáticas, dessas distorções destacadas em seu artigo.
Como o Pr. Paulo Silvano, corroboro com a idéia de igualmente, difundirmos os contrapontos necessários à luz da Teologia Pentecostal mais ortodoxa, no sentido de encontrarmos um equilíbio que não venha nos fazer sair do rumo como trem descarrilhado.
Termino meu singelo comentário, com um apelo:
ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS!

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Em tempo:

Desculpem-me, mas não tinha lido ainda o comentário do Vítor Hugo.

Vejam senhores!
Geograficamente, o amigo Vitor Hugo está bem mais próximo de uma análise mais realista, e seus comentários são totalmente pertinentes, em comparação com os meus e do Pr. Paulo Silvano.
Concordo com ele em gênero, número e grau.
Não se está discutindo os rsultados missionários alcançados pela instituição, porém, exclusivamente a semeadura a nível de Brasil, deixada a cada evento pelo que se prega no púlpito.
Nem tudo que reúne multidões e agrada o povo, obrigatóriamente tem que ser de Deus.
Todo cuidado é pouco.

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor a todos.

Vitor Hugo
Concordo plenamente. Há um forte pragmatismo, imediatismo e empirismo nas pregações e cultos do congresso. São tendências perigosas para os pentecostais. Um conselho doutrinário, que alertasse os promotores do evento, é uma boa idéia!

Carlos Roberto
É verdade. O que mais necessitamos é de equilíbrio. Os estremos desse evento é um mal para o pentecostalismo clássico.
Nós pentecostais necessitamos, somente, da manifestação dos dons espirituais e a busca pelo batismo no Espírito Santo; o que passa disso deve ser jogado fora do nosso pentecostalismo.

>> Teo Jornalista disse...

Irmão Gutierres:

Eu nunca fui pessoalmente a este evento, mas já assisti trechos de algumas pregações.

Independentemente de sua finalidade de contribuir ou não para missões, o que se vê ali é um verdadeiro show de aberrações comportamentais e teológicas. Um horror. Um verdadeiro escárnio da fé cristã.

Não duvido de que haja ali homens e mulheres digníssimos, que estejam para cultuar a Deus e serem edificados com a pregação da Palavra, mas estas mesmas aberrações contribuem de forma extremamente negativa para o evento.

É como você colocou: não há seriedade doutrinária e bíblica ali, e até ofensas dirigidas a quem não participa de tais eventos e não é pentecostal se verifica. Deus não pode estar numa coisa dessas e muito menos atuando na vida de pessoas que se entregam a manifestações psíquicas estranhas, atribuídas supostamente ao Espírito Santo de Deus, que até onde sei, não toma poder sobre a consciência de ninguém, roubando-lhe o livre-arbítrio e a capacidade de saber o que está ou não fazendo, e muito menos, induzindo outrem a se comportar como animais tresloucados.

Nunca fui com a cara de um famoso pregador do GMUH, e com razão. Agora, com sua ajuda, tenho muito mais motivos para isso.

Deus o abençoe.

eusoubela disse...

Vai nessa sua EXEGESSE amigo...

Não consigo entender pessoas como vc! só sai critica desse meio!!!!

Deixa Deus trabalhar em sua multiforme!

João Ricardo disse...

Paz do Senhor,
é a primeira vez que faço um comentário neste blog, sempre tenho lido, mais nunca comentado.
Bem, o GMUH é realmente um grande evente, niguém pode contestar isso, o Brasil todo fica esperando os dias desse grande evento. Desde o ano de 2000, tenho acompanhado esse congresso, e infelismente o nível espíritual tem caído a cada ano, as mensagens tem sido cada vez mais extra-bíblicas, os pregadores cada vez mais apelativos a emoção, tenho visto quase todas as mensagens, e graças a Deus não são todas mensagens enquadradas nesse nível, vi grandes mensagens de pregadores não tão conhecidos como os citados pelo irmão, inclusive esse ano um dos pregadores combeteu claramente algumas atitudes do Mega-Super-Hiper-Pregador Marco Feliciano, e por íncrivel que pareça ele, o Super-Pregador, estará pregando no Congresso da mocidade em Camboriú esse ano, mais é assim mesmo.
Se por um lado existem pregadores de um evangelho esquisito em nosso meio, por outro o Senhor tem levantado homens para combater esse falso evangelho, como é o caso do Pr Ciro Zibordi, entre outros.
Que Deus possa cada dia mais nos iluminar,para poder-mos enchergar a Luz da verdade.

Em Cristo

João Ricardo

Ismael de Vasconcelos Ferreira disse...

Prezado Gutierrez!

Parabéns pelo seu excelente blog!
Tenho acompanhado há algum tempo seus textos e eles têm me edificado muito. Esse dos GMUH corrobora com meu pensamento desde sempre. Acredito que esse evento tem se caracterizado em um celeiro de manikos e não devemos fazer vista grossa a ele.

Mas tenho uma sugestão a dar. Seria melhor se você mudasse a cor do fundo do seu blog. O contraste não fica muito bom sabe (fundo azul com letras brancas). Cansa um pouco a visão (pelo menos a minha). Sempre que acabo de ler seu blog e vou para outra página, a visão fica turva.

Um dia tive que copiar todo o texto para ler em um editor de textos! rs...

Não me leve a mal. É apenas uma sugestão de irmão. Mas, se você discordar, sem problemas. Os fins do blog continuam sendo atingidos.

Um abraço

Ismael

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor a todos!

Teo Jornalista
Realmente, o congresso está de fazer vergonha, é só olhar nos vídeos disponíveis no You Tube.

Eusoubela
Esse blog não tem o propósito de mero criticismo, mas sim ter uma atividade apologética diante de modismos e aberrações doutrinárias.

João Ricardo
Vemos até um certo idolatria e messianismo por parte de alguns pregadores. É lamentável.

Ismael Ferreira
A sua sugestão foi aplicada. Obrigado pela sugestão.

Daladier Lima disse...

Assisti, envergonhado, a alguns vídeos dos últimos congressos. Realmente estão havendo excessos e disparates, tais que quando alguém me fala torço o nariz.
O lamentável é que alguns pregadores, como Geziel Gomes, estão atendendo às normas americanas do pentecostalismo de Benny Him e Kenneth Hagin (nem sei se escrevi direito!).
E, pior, em nome da fama deles os excessos são tolerados como se de Deus fossem, como se pode ver no comentário de eusoubela (sic!). Essa postura é uma absurdo!
Me associo às palavras do Pr. Paulo Silvano, o que estamos vendo é a escória do pentecostalismo.

Visitem http://daladier.blogspot.com - Reflexões Sobre Quase Tudo

Anchieta Campos disse...

A Paz do Senhor caro irmão,

Uma publicação ousada, mas com o respaldo da Bíblia Sagrada, e é isso que conta! Não é pelo fato de algo estar em evidência e com uma considerável aceitação no nosso meio que não será algo de críticas à luz da Palavra!
Concordo com tudo que foi dito há um bom tempo!
Que o Senhor continue a lhe abençoar grandemente!

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do SENHOR a todos!

Daladier Lima
Ontem assistir mais vídeos dessa congresso, e o que vi só confirma o que escrevi. Sindo o mesmo:Vergonha!

Anchieta Campos
Em primeiro lugar, obrigao pela visita e parabéns pelo seu blog! Devemos, idependente da repercusão, analisar tudo dabaixo da Palavra.

michele disse...

A paz de Jesus Cristo!

Assisti um video no youtube que têm os seguintes dizeres: desmascarando Gideões 2007 e o que eu vi, não foi nada condenável se eu for julgar como uma ação que não seja de Deus, estarei eu blasfemando contra o Espirito Santo pois Jesus ensinou SIM SIM... Não Não
e se todo esse mover não é de Deus... então só pode ser do Diabo.
E isso eu tenho certeza que vêm de Deus...
A única coisa que eu tenho a declarar é a seguinte:

MULTIFORME GRAÇA DE DEUS!!!

michele disse...

Agora no tocante de seu comentário: "exemplo disso foi à participação do Pr. Carlos Móises, líder unicista de uma seita que nega a doutrina da Santíssima Trindade"

Tenho o seguinte a declarar:

O que significa a palavra Anticristo?
Se a palavra Anticristo significa contra Cristo; por que chamar de Anticristo, heresia, doutrina satânica, aqueles que crêem na totalidade de jesus Cristo quanto a Sua natureza Divina e humana?
Nós não somos seguidores da doutrina Ariana que negava a divindade de Jesus, como muitos nos acusam nas igrejas e estudos bíblicos; pois realmente cremos na preexistência de Jesus como foi evidenciado ao todo deste livro.
A chave para compreensão da Unicidade é esta: Jesus Cristo possuía uma dualidade de natureza - humanidade e Divindade. Ele era o próprio Deus e perfeito homem. Como Deus Ele permanece eterno; como homem Ele permanece no tempo. Na qualidade de Filho, limitado pelo elemento tempo.

De acordo com o que temos visto, a Bíblia não ensina a doutrina da trindade, e o trinitarianismo contradiz a Bíblia. Não agrega benefício positivo à mensagem Cristã. Sem a doutrina da trindade que foi feito pelo homem nós podemos afirmar a Deidade de Jesus, a humanidade de Jesus, o nascimento virginal, a morte, a sepultura e a ressurreição de Cristo, a expiação, a justificação pela fé, a autoridade única da Escritura, e qualquer outra doutrina que é essencial ao verdadeiro Cristianismo. Nós aderimos estritamente à mensagem bíblica Que Jesus é o único Deus manifestado em carne. A aderência para Unicidade não significa uma negação que Deus veio em carne como o Filho ou uma negação que Deus cumpre os papéis de Pai e Espírito Santo. Por outro lado, a doutrina da trindade remove valor dos importantes tópicos bíblicos da Unicidade de Jesus e da absoluta Deidade de Jesus Cristo. Portanto, o Critianismo deveria parar de usar a terminologia triitária e deveria por ênfase novamente na mensagem básica da Bíblia. A maioria desses que crêem na Bíblia não pensam em fortes termos trínitários, então, uma transição do triitarianismo não muito difícil, pelo menos em um nível individual.
Por outro lado, a aderência rígida para a convicção da Unicidade traz muitas bênçãos. Põe a ênfase onde realmente se deve por sobre a importância da terminologia bíblica, o pensamento bíblico, e os tópicos bíblicos. Estabelece o Cristianismo como o verdadeiro herdeiro do Judaísmo e como uma crença verdadeiramente monoteísta. Nos faz lembrar que Deus nosso Pai e criador nos amou tanto que Ele se vestiu a Si mesmo de carne para vir como nosso Redentor. Nos faz lembrar que nós podemos receber este mesmo Criador e Redentor em nossos corações por meio de Seu próprio Espírito.
A Unicidade magnífica a Jesus Cristo, exalta Seu nome, reconhece quem realmente Ele é, e reconhece Sua deidade Plena. Exaltando a Jesus e a Seu nome na pregação e na adoração traz um movimento poderoso de Seu poder por meio de bênçãos, libertações, orações respondidas, milagres, curas e a salvação. Coisas maravilhosas acontecem quando alguém prega uma mensagem sobre a Deidade de Jesus, o nome de Jesus, e a Unicidade de Deus, mas é rara a vez que alguém se inspira em uma mensagem a cerca da trindade, e quando o faz, acaba terminando em Jesus.
Uma crença forte na Unicidade de Deus e a Deidade absoluta de Jesus Cristo é um elemento crucial na restauração da igreja para a verdadeira crença bíblica e o poder apostólico.

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Caríssima Michele,
A doutrina da Santíssima Trindade não é trinitariana. O trinitarianismo afirma que há três deuses, ou seja, que o PAi é um Deus, o Filho é outro Deus e o Espirito Santo é mais um Deus. A doutrina da Trindade não afirma isso, mas sim que, Deus é um só em três pessoas. Deus Pai é uma pessoa, o Filho é outra pessoa e o Espírito Santo é outra pessoa. Mas essas três pessoas, em uma unidade perfeita, formam um só Deus. Assim como Atanásio afirmou: "Pois uma é a pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo".
É verdade que o judaísmo não aceita a doutrina da trindade, mas a trindade está manifesta no Antigo Testamento, ou na Torá judaica. Lendo Gn 1.26 e 11.7, vemos que Deus se auto-refere em pluralidade, não pluraridade de deuses, mas de pessoas. Um exemplo interressante é Is 6.9, onde está escrito- "Deus diz: 'Vai e diz a este povo'". Em Atos 28.25, onde o versículo de Isaías é citado da seguinte forma: "Bem falou o Espírito Santo a vossos pais, por intermédio do profeta Isaías...” Peço que você compare Is 6.8-9 e At 28.25-26 e ainda compare Jr 31.33 e Hb 10.15-16. Monstando o Espírito santo como Deus.
Outro fato no Antigo Testamento é que Deus, em Gn 1, é ´Elohim, sendo o plural da palavra hebraica ´Eloha. Essa pluraridade é de pessoas, e está bem clara no hebraico.
Ainda no AT, em Gn 2.24, o homem e a mulher devem ser tornar "uma só carne", no hebraico, a expressão "uma só" é ´echad, que representa a unidade composta por duas pessoas. Em Deuteronômio 6.4, lemos "Ouve Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor", aqui a Palavra único é, também, ´echad, ou seja, representa uma unidade composta.
Vejo que você atribui certas bênçãos e manifestações quando o unicismo é pregado. Caríssima Michele, não coloque sua crenças em experiências, mas somente nas sagradas Escrituras.
O Pai é Deus (leia Efésios 4.6), o Filho é Deus (leia 1 Jo 5.20, Is 9.6, Jo 1.1, Jo 1.3, Jo 8.58) e o Espírito Santo é Deus (leia At 5.3, 1 Co 2.11, Sl 139.7). Não são três deuses, mas um só Deus em três pessoas.
O Pai, o Filho e o Espírito Santo, não são manifestações de Deus, como erroneamente ensina Antonio Carlos Prieto Martins (http://www.vozdaverdade.com.br/estudos/), mas são pessoas distintas. O Espírito Santo, que é a terceira pessoa da Trindade, tem vários atributos pessoais, tais como Inteligência (I Co2.10-11; Rm 8.27), Vontade(I Co 12.11), Amor (Rm 5.5 e 15.30; DEUS é amor. 1 Jo 4.8,16) e Tristeza(Ef 4.30; Is 63.10).

Obrigado por sua participação.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor,
eu só tenho umas coisas a dizer analisando esse blog
O que vocês estão ganhando cuidando da vida, de congressos, de atos dos outros?
Vocês fazem missões?
Vocês contribuem para missões?
É tempo de pararmos de usar nossa boca para julgar e abrirmos nossa boca para pregar o evangelho.
Eu fico triste com pessoas que se dizem "evangélicas", que "vivem na luz da palavra" e ficam na internet julgando as pessoas.
Para de ficar perdendo tempo em frente ao microcomputador e vá estudar alguma coisa, estudar um instrumento musical, para de ser oficina de idéias humanas.

De que adianta ter tanta "sabedoria", conhecer tudo, usar palavras bonitas e desperdiçar tudo isso num simples "BLOG DE TEORIAS HUMANISTAS"???

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Caro Anônimo,

Você já ouviu falar de um versículo na Carta de Judas que nos exorta a "batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos"(Jd 3)?
Quando procuramos defender a verdade frente modismos e mais modismos, não estamos lutando contra uma pessoa. No texto não estou combatendo nenhuma pessoa, mas sim idéias e práticas. É só ler com mais atenção!
O artigo é em relação ao congresso e não (como eu disse no início do texto) em relação ao ótimo trabalho missionário desenvolvido pelo grupo.
Sempre os "anônimos" nos acusam de julgar! JESUS em Mateus 7 condena o julgamente hipócrita, mas a Palavra de Deus nos manda avaliar, examinar(julgar) todo espírito (leia 1 João 4.1).
Por último você me "julga" de divulgador de teoritas humanistas! O que seria mais humanismo, a defesa da fé ou o evangelho antropocêntrico?

Caro "Anônimo", na próxima vez se identifique e fique na Paz do SENHOR.


(OBS: O 22° comentário foi excluido por mim, pois não se tratava de críticas relacionada ao debate, e sim ofensas pessoas de um "anônimo".)

Elizeu Rodrigues dos Santos disse...

"É, sem dúvida, me direis este provérbio"

Jesus sempre usou de trocadilhos para com os entendidos na letra. Irmã Michelle foi totalmente segura no que escreveu. Só farei uns pormenores:

a) "Quem me convence de pecado?" é a pegunta mais marcante de Jesus, em sua trajetória evangelhistica. Teve que suportar crentes ortodóxos, que com a interpretação da letra, já davam o diagnóstico do comportamento das pessoas;

b) "Se alguém ouvir minha palavra e não crer, eu não o julgo... " contudo nossa doutrina "ortodoxa" funciona como a LEX na mão do juiz, que encerra em prisões e até mata, se houver pena capital.

c) "Há um que vos acusa, as DOUTRINAS (o correto é Moisés), em quem esperais" que para o judeu crente simbolizava tudo o que Davi escreveu sobre mandamento, lei, palavra, doutrina, etc.

d) "... quem pratica a verdade vem para a luz, para que suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus" deixo como um alerta a todos que por nossa doutrina, já condenamos as outras. Como a irmã Michelle escreveu, ou são de Deus, ou, se somos maiores que Cristo, são do diabo, quem crê na unicidade de Deus.

Paulo foi o apóstolo mais apologista de todos, pois recebeu a revelação direta de Deus, na pessoa de Jesus. E só em 2 Co 13.13 é que ele usa os termos FILHO, PAI e ESPÍRITO SANTO, isso em 55/56 dC.
Gálatas, 1 e 2 Tessalonicences, 1 Co, que foram escritas antes, bem como Romanos, Efésios, Colossences, Filipenses, escritas depois, não continuou enfatizando a doutrina trina de Deus. Nem as cartas pastorais, os quais deveriam ser os primeiros a conhecerem o que Paulo aprendeu de Jesus, não recebem a menção trina finalizando sua admoestação. Como o credo de Atanásio afirma que "quem não quer assim não se salvará", perde o valor no Evangelho do Reino, pois condena quem não entende algo tão contundente. Termino então com a pergunta áurea de Cristo:

"Alguém (os teólogos e crentes ortodoxos) te condenou? Sim, Senhor, todos (o correto é "não, ninguém"). Eu não te condeno. Vai. Mas não peques mais" João 8.10,11

catia disse...

a paz seja contigo em primeiro ugar queria perguntar se o irmao ja participou nalgum desses congressos do gmuh ate porque se nao participou esta a emitir juizos errados de valor pois como pode falar que sao apenas emoçoes que as pessoas sentem quando o poder do Espirito Santo desce se o irmao for realmente pentecostal o irmao pode saber que quando a shekinah desce sobre a igreja pode ser manifesta na vida das pessoas de uma forma diferente pois as pessoas sao diferentes dai que a acçao que o Espirito tem na vida delas sao diferentes e o facto de nao estar escrito na biblia nao quer dizer que seja anti-biblico. o facto de se estudar teologia nao quer dizer nada, o mais importante e ter a unçao na vida, o irmao me perdoe mas quem esta para criticar e o diabo, o irmao devia orar por esses servos de Deus, pois eles estao fazendo um trabalho excelente, e alem disso tem muita igreja sorveteria sim ,pois nao buscam a Deus e ficam criticando os outros que Deus esta usando para operar maravilhas, coxos e paraliticos andam, cegos vem, surdos ouvem... tambem e emoçao isso ou nao acredita no poder de Deus. Mas uma coisa e certa o irmao tem que experimentar o poder de Deus na sua vida e ai vai ver se e emocionalismos; e claro que tem gente la que e so fachada, mas o irmao nao pode generalizar; tem outra coisa ofacto de ser unicista nao nega o Esirito Santo pelo contrario... o facto desse pastor ter pregado la, e porque certamente e um homem que Deus usa a vida dele e se ele nao tivesse o Espirito Santo concerteza Deus nao teriza permitido que ele fosse nos gideoes. A Biblia fala que Deus usa quem quer, como quer e onde quer; e quem soms nos para questionar aquilo que Deus faz ou quem Deus usa Ele e rei e Senhor, e o gmuh foi algo que Ele usou os seus servos para fazer, ninguem tem o direito de contestar ou criticar, pois para criticar e muito facil, agora para ajudar nem que seja na oração ninguém ajuda, se o irmao acha que as coisas la no gmuh estao mal entao ore em lugar de ficar criticando quem Deus está usando

michele disse...

A Paz do Senhor, não gostei do tratamento caríssima Michele, pois se o irmão esta na paz é a paz que devemos desejar ao outro e não herônia... isso não é carater cristão, irmão vamos vigiar! Você ANÁLISA e nós COMENTAMOS + td na Paz!!!

Deixarei eu aqui algumas questões para o irmão responder:

a) Quem era o Pai da criança que nasceu em Belém? A primeira pessoa o Pai ou a terceira pessoa o Espírito Santo? Pois a Bíblia diz:
“...achou-se ter concebido do Espírito Santo “ (Mt 1:18, 20; Lc 1:35). Qual deles é o verdadeiro Pai? Alguns trinitários dizem que o Espírito Santo somente foi um agente do Pai no processo da concepção - um processo que eles comparam a sembra artificial.

b) Se Deus já tinha um Filho no céu; como foi que Ele o gerou? Se desde a eternidade já existia o Filho unigênito (único gerado); como foi que isso aconteceu? Não teríamos que crer que Maria já existia também antes? Pois se já existia o Pai, o Filho, por que não a mãe?

c) Se existe três pessoas na divindade. Não teríamos que crer que há três Deuses, três Senhores, três Reis, três Espíritos e três Tronos? Pois se existes três com os mesmos atributos e são coeternos e coiguais, numericamente distintos, cada um numa função, proclamados como Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo e por muitos denominados como a Primeira Pessoa do Logos; a Segunda Pessoa do Logos e a Terceira Pessoa do Logos ou os Três Logos sendo que cada uma das Pessoas é Senhor; tudo lá no céu não teria de ser triplo?

d) Quantos Espírito há no céu? Deus o Pai é Espírito Go 4:24), o Senhor Jesus é Espírito (II Cor 3:1 7), e o Espírito Santo é por definiçãom um Espírito. No entanto, há um único Espírito (T Cor 12:13; Ef 4:4).

e) Se o Pai e o Filho são pessoas coiguais, por que orou Jesus ao Pai? Pode Deus orar à outro Deus?

f) Do mesmo modo, como pode o Filho saber tanto quanto o Pai? (Mt 24:36; Mc 13:32)

g) Do mesmo modo, como pode ser que o Filho não tem poder se o Pai não o dar a Ele? (Jo 5:19, 30; 6:38)

h) Do mesmo modo, que os outros versículos da Escritura que indicam a desigualdade entre o Filho e o Pai? (Jo 8:42; 14:28; I Cor 11:3)

i) Morreu “Deus o Filho”? A Biblia diz que o Filho morreu (Rom 5:10). Se for deste modo, Deus pode morrer? Ou pode morrer uma parte de Deus?

j) Como pode ter um Filho eterno quando a Bíblia fala do Filho gerado, deste modo claramente indicando que o Filho teve um começo? (Jo 3:16; Heb 1:5,6).

k) Se o Filho é eterno e se Ele existia quando foi feito a criação, quem era a sua mãe então? Nós sabemos que o Filho nasceu de uma mulher (Gal 4:4)

1) Se o Filho é eterno e imutável (invariável), como pode o Reino do Filho ter um fim? (I Cor 15:24-28).

m) Se ao responder às perguntas dizemos que só o filho humano de Deus estava limitado em conhecimento e em poder, e que Ele morreu , então, como podemos falar de “Deus o Filho”? Há dois Filhos?

n) A quem adoramos nós e a quem oramos nós? Jesus disse que nós deveríamos adorar o Pai
(Jo 4:21-24), mas Estevão orou a Jesus (At 7:59,60).

o) Há três Espíritos no coração do Cristão? O Pai, Jesus, e o Espírito todos moram dentro do Cristão (Jo 14:17-23; Rom 8:9; Ef 3:14- 17), Mas há um único Espírito (1 Cor 12:13; Ef 4:4).

p) Se Jesus se senta no trono, como pode sentar-se a destra de Deus? (Mc 16:19), ou esta Ele no seio do Pai? (Jo 1:18).
q) Jesus está na Deidade? Ou a Deidade está em Jesus? Colossenses 2:9 diz que a Deidade está em Jesus.
r) A luz de Mateus 28:19, por que sempre batizavam os apóstolos os judeus assim também como os gentios em nome de Jesus, e ainda batizavam de novo quando não tinham recebido o nome? (At 2:38; 8:16; 10:48; 19:5; 22:16; I Cor 1:13).
s) Quem levantou Jesus da morte? O Pai (Ef 1:20)?, ou Jesus (Jo 2:19-21)?, ou o Espírito (Rom 8:11)?
t) Se o Filho e o Espírito Santo são pessoas coiguais na Deidade, por que não é perdoado a blasfêmia contra o Espírito Santo e sim é perdoado a blasfêmia contra o Filho? (Luc 12:10).

u) Se o Espírito Santo é um coigual da trindade, por que sempre fala a Bíblia dEle como enviado do Pai ou de Jesus? (Jo 14:26; 15:26).
v) Sabe o Pai algo que o Espírito Santo não sabe? Se é deste modo, como podem eles serem coiguais? Só o Pai sabe o dia e a hora da segunda vinda de Cristo (Mc 13:32).
w) A Trindade fez o Antigo e o Novo pacto? Nós sabemos que Jeová o fez (Jer 31:31-34; Heb 8:7-13). Se Jeová é uma trindade, então o Pai, o Filho, e o Espírito todos tiveram que morrer para fazer eficaz o Novo pacto (Heb 9:16,17).
x) Se o Espírito procedeu do Pai, é o Espírito também o filho do Pai? Se não, por que não?
y) Se o Espírito procede do Filho, é o Espírito o neto do Pai? Se não, por que não?
z) Se existem três pessoas, a primeira e a terceira , vão ter de se ajoelhar perante a segunda? Pois a Biblia diz: ‘§Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra”(Filip 2:10).
aa) A quem deve ser dada a glória e o louvor: a Trindade ou a Jesus? Se for a Trindade onde estão os versículos? Se for para Jesus, eis os versículos: "E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial: a quem seja glória para todo sempre. Amém “(II Tim 4:18) - "Antes crescei na grata e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora como no dia da eternidade “(II Pe 3:18) - ‘Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória pois a ele eternamente. Amém “(Rom 1 1 :36).
bb) O que significa a palavra Anticristo?
cc) Se a palavra Anticristo significa contra Cristo; por que chamar de Anticristo, heresia, doutrina satânica, aqueles que crêem na totalidade de jesus Cristo quanto a Sua natureza Divina e humana?
dd) Se existe a Trindade como se explica os versículos contidos no Capítulo 4 deste livro juntamente com Isaias 48:12; 41:4: 44:6 com Apocalipse 1:8,17,18; 21:6,7 com Romanos 9:5; II Tessalonissenses 2:16 com Filipenses 2:10; Efésios 3:15; Atos 4:12 e Apocalipse 22:6 com o versículo 16?
ee) Qual o nome que se deve invocar para ser salvo?
ff) Ao ler em sua Bíblia os versículos a seguir, responda: Por que é errado invocar o nome de Jesus no batismo? Compare os versículos e responda: Joel 2:32 com referencia em Atos 2:21 e Romanos 10:13 - Atos 9:14-16 – Atos 7:59 - I Corintios 1:2 - II Timóteo 2:19 – Lucas 24:47 - I João 2:12 - Jeremias 31:33,34 - Malaquias 1:11,14 - Colossenses 3:17 e Atos 22:16.
gg) Se é errado batizar em nome de Jesus; por que a concordância de Mateus 28:19 leva para Lucas 24:47 e Atos 2:38?
hh) Comparando as passagens de Atos 2:38 Atos 8:12,16 - Atos 10:48 - Atos 19:5 – Romanos 6:3 Com Atos 4:11,1 2; por que é errado batizar em nome de Jesus Cristo sendo Ele Senhor do céu e da terra?
ii) Por que defender e continuar proclamando uma doutrina Católica Romana e refutar uma verdade bíblica?

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Desculpe Michele, mas não foi minha intenção ser irônico com a expressão "caríssima".

Respostas:
a) A resposta já é clara em sua contestação.

b) Jesus Cristo é verdadeiro homem, verdadeiro Deus. Maria foi mãe de Jesus enquanto homem, sendo assim, ela sua filha e nasceu em um período da história. Jesus não foi criado, mas gerado. O Filho é gerado pelo Pai, o Espírito Santo procede tanto do Pai como do Filho. Gerado não é o mesmo que criado. O Filho é eterno, como eterno é o Pai. Em sua e minha mente ocidental, sempre associamos a palavra Pai ao superior, enquanto filho como subordinado. Na linguagem semítica, pai e filho traz a idéia de semelhança de natureza.

c) Um só Deus, em três pessoas. A Bíblia é clara em mostrar que o Pai é Deus, O Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus. Cada um tem vontade, inteligência e existência. Essas três pessoas estão em uma unidade tão perfeita que formam um só Deus.

d) Há um só Espírito Santo. Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo são por natureza espírito e não corpos humanos. Um só Espírito Santo como pessoa.

e) Boa pergunta, vamos ao grego e ele nos responderá! A palavra grega para pedir é aiteo, sendo uma suplica de alguém pequeno pedindo alguma coisa a alguém grande. Jesus nunca uso aiteo para pedir algo ao Pai, Jesus usou o verbo Pedir do grego erõtaõ, indicando que o suplicante está em pé de igualdade com a pessoa a quem ele pede, como, por exemplo, um rei fazendo pedido a outro rei.

f) Quando Jesus disse que não sabia do dia e nem da hora de sua vinda, mas somente o Pai; Jesus nesse momento falou como homem.

g) Como na resposta anterior, e bom lembra que Jesus viveu 100% como homem.

h) Algumas expressões de Jesus que parecem dar a idéia de inferioridade, na verdade são expressões que mostram o amor do Filho pelo Pai, pois o amor é submisso. Esse fato não significa superioridade. Lembre-se que Jesus foi quase foi apedrejado pelos fariseus, acuso de blasfêmia, por se comparar ao Pai. Leia com atenção o texto de João 8, que mostra o que descrevi no versículo 58 e 59: “Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou.” Os hermeneutas sempre dizem: “Texto fora do contexto gera pretexto”.

i) Cristo morre, pois tinha um corpo humano. Lembre-se que a morte não venceu Jesus, pois Ele ressuscitou.

Depois continuo a lista de perguntas...

michele disse...

Não terminou de responder hein!
Tudo bem, vou indicar um site que eu li sobre a Unicidade, que eu achei muito interessante... como vc gosta de Teologia,vou deixar o link pra vc lêr...
http://br.geocities.com/unicidadedivina/unideus.html

michele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
NilmaBostonRio disse...

Agora entendo, porque nao mais me interessei de ir nesse Congresso ( a mais de 15 anos atraz, por 3 vezes em seguida)
Presenciei e senti o mover de Deus la, mas tambem vi muitos exageros de pessoas que tambem , penso, sentiram o mesmo que eu. Precisa gritar, espernear, pular, sem controle? Precisa?

Anônimo disse...

Meu amado espero que deixe de ir a qualquer lugar que seja
somente para observar
a palavra diz que só Espirituais discernem o que é espiritual

Gustavo disse...

Bem, a questão do pentecostes no gideões, eu digo assim

Emoção é algo diferente de unção. Mas só quem participa de um culto de lá para poder dizer. E isso eu digo de mim mesmo: existem pregadores que gritam, gritam, e têm um poder de persuasão muito grande... Mas eu acredito no poder de Deus. Eu não posso dizer se ficar doido é sinal de uma unção. Isso é bíblico: ninguém fica "fora de controle", mas corre, pula, grita se quiser, mas entendam que quando estamos cheios do espírito santo, sentimos algo tão diferente, tão renovador, tão incrível, mistério gente (é uma sensação inexplicável, não emoção, emoção vc sente e diz como é, unção não, vc não entende, pq é mistério)... Quando eu fui lá este ano (2007) eu fiquei tão renovado, estava tão triste, mas me animou uma mensagem do pregador Pr. Marco Feliciano (O DNA de Deus). Só que existem crentes que têm uma mente voltada às emoções. Teve um congresso da nossa juventude aqui na AD Chopinzinho, e tinha uma jovem (que era de uma igreja que segundo me contavam, lá eles somente oravam, não pregavam nem nada) que começava -Fala Deus, é isso mesmo Senhor, e falava em línguas estranhas, mas se valia da emoção... Então o recado que eu gostaria de deixar (respeitando totalmente as igrejas tradicionais, menos aquelas igrejas falidas que não pregam o verdadeiro evangelho---Isso por uma questão de amor àquilo que não ofende o nome Santo de Deus) é que no Gideões eu vejo coisas que me deixam tristes (exemplo: Marco Feliciano vive fazendo alusões a um mte de pregadores que eu não sei se são servos verdadeiros), mas outra coisa que me deixa tristíssimo: Eu vi numa revista gospel(daquele tal de RR Soares----O qual eu não sei se dá pra confiar) uma matéria assim: "O novo nome da música gospel"---- Eu imagino Deus triste nestas horas, por que os cantores que são "nomes da música gospel" têm sido honrados por homens que, creio eu, só têm lugar às coisas materiais, podem até se fingir de servos, mas têm interesses capitalistas travestidos em espirituais)...
E pior: Levitas são raríssimos... O que tem de cantor evangélico... Mas levitas? levi=aquele que atrai---- no AT quando os levitas ministravam o templo(símbolo da presença de Deus entre o povo) se enchia da glória de Deus... Quando levitas cantam parece até que Deus está mais perto de nós!
Fico triste quando vejo "os grandes nomes da oratória, grandes nomes do avivamento", grande é só um: Jesus... Eles tão lá pela misericórdia e amor de Deus, que os escolheu... mas existem uns que esquecem da humildade


Resumo: Vamos nos cuidar de todos falsos mestres, o GMUH pode até estar errado em alguns pontos de avivamento (o que não me foi convencido até hoje), mas a obra de avivamento e salvação de almas que esse congresso desenvolve no Brasil e no mundo é algo gigantesco, feito para a glória de Deus, e para povoarmos o céu de almas.

Marcio ViP disse...

Prezado Gutierrez,

Ressalto a senssatez com que analisou o cogresso do GMUH. Nesta analise você demonstrou inteligência, ponderação, humildade, fidelidade às Escrituras, etc.
Estou estudando o GMUH também. Confesso que me foi bastante útil a articulação que tu fizeste, entretanto quero focar o conteúdo de algumas mensagens do Pr Marco Feliciano (MF).
- "Ministro da consolação" = expressão utilizada por "MF" referente a um anjo exclusivo, vindo da parte de Deus com a função de consolar.
Fato que contraria o papel do Espírito Santo. (Referência: DVD "Anjos: Adoradores no céu, guardiões na terra")
- "O anjo da cura" = expressão utilizada a um anjo da parte de Deus que vem a terra ministrar uma cura. (Referência:DVD "Anjos: Adoradores no céu, guardiões na terra")
Só essas expressões até o momento.
Diante dessas expressões, cabe-nos no mínimo ter cuidado antes de glorificar, cair no chão, sapatear, etc. Pois estas afirmações não são extra-bíblicas, são anti-bíblicas e o pior e mais lamentável é que "MF" tem doutorado em divindade.
Digo pior e lamentável porque estas "coisinhas" banalizam a mensagem do evangelho verdadeiro.
OBS: Não há líder que esteja isento de críticas. Esclarecemos que as críticas aqui expostas são para o crescimento sadio do corpo de Cristo.

Pela causa de Cristo Jesus,

Paz do Senhor a todos.

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

Irmão Michele,
Quero deixar um ótimo artigo de Louis Berkhof para sua reflexão:

Prova Bíblica da Doutrina da Trindade

A doutrina da Trindade depende decisivamente da revelação. É verdade que a razão humana pode sugerir algumas idéias para consubstanciar a doutrina, e que os homens, fundados em bases puramente filosóficas, por vezes abandonaram a idéia de uma unidade nua e crua em Deus, e apresentaram a idéia do movimento vivo e de auto-distinção. Também é verdade que a experiência cristã parece exigir algo parecido com esta construção da doutrina de Deus. Ao mesmo tempo, é uma doutrina que não teríamos conhecido, nem teríamos sido capazes de sustentar com algum grau de confiança, somente com base na experiência, e que foi trazida ao nosso conhecimento unicamente pela auto-revelação especial de Deus. Portanto, é de máxima importância reunir suas provas escriturísticas.

a . Provas do Velho Testamento. Alguns dos primeiros pais da igreja, assim chamados, e mesmo alguns teólogos mais recentes, desconsiderando o caráter progressivo da revelação de Deus, opinaram que a doutrina da Trindade foi revelada completamente no Velho Testamento. Por outro lado, o socinianos e os arminianos eram de opinião que não há nada desta doutrina ali. Tanto aqueles como estes estavam enganados. O Velho Testamento não contém plena revelação da existência trinitária de Deus, mas contém várias indicações dela. É exatamente isto que se poderia esperar. A Bíblia nunca trata da doutrina da Trindade como uma verdade abstrata, mas revela a subsistência trinitária, em suas várias relações, como uma realidade viva, em certa medida em conexão com as obras da criação e da providência, mas particularmente em relação à obra de redenção. Sua revelação mais fundamental é revelação dada com fatos, antes que com palavras. E esta revelação vai tendo maior clareza, na medida em que a obra redentora de Deus é revelada mais claramente, como na encarnação do Filho e no derramamento do Espírito.E quanto mais a gloriosa realidade da Trindade é exposta nos fatos da história, mais claras vão sendo as afirmações da doutrina. Deve-se a mais completa revelação da Trindade no Novo Testamento ao fato de que o Verbo se fez carne, e que o Espírito Santo fez da igreja Sua habitação.

Têm-se visto, por vezes, provas da Trindade na distinção entre Jeová e Elohim, e também no Plural Elohim, mas a primeira não tem nenhum fundamento, e a última é, para dizer o mínimo, duvidosa, embora ainda defendida por Rottenberg, em sua obra sobre De Triniteit in Israels Godsbegrip. É muito mais plausível entender que as passagens em que Deus fala de Si mesmo no plural, Gn 1.26; 11.7, contêm uma indicação de distinções pessoais em Deus, conquanto não surgiram uma triplicidade, mas apenas uma pluralidade de pessoas. Indicações mais claras dessas distinções pessoais acham-se nas passagens que se referem ao Anjo de Jeová que, por um lado, é identificado com Jeová e, por outro, distingue-se dele. Ver Gn 16.7-13; 18.1.21; 19.1-28; Ml 3.1. E também nas passagens em que a Palavra e a Sabedoria de Deus são personificadas, Sl 33.4, 6; Pv 8.12-31. Em alguns casos mencionam-se mais de uma pessoa, Sl 33.6; 45.6, 7 (com. Hb 1.8,9), e noutros quem fala é Deus, que menciona o Messias e o Espírito, ou quem fala é o Messias, que menciona Deus e o Espírito, Is 48.16; 61.1; 63. 9,10. Assim, o Velho Testamento contém clara antecipação da revelação mais completa da Trindade no Novo Testamento.

b. Provas do Novo Testamento. O Novo Testamento traz consigo uma revelação mais clara das distinções da Divindade. Se no Velho Testamento Jeová é apresentado como o Redentor e Salvador do Seu povo, Jó 19.25; Sl 19.14; 78.35; 106.21; Is 41.14; 43.3, 11, 14; 47.4; 49.7, 26; 60.16; Jr 14.3; 50.14; Os 13.3, no Novo Testamento e o Filho de Deus distingue-se nessa capacidade, Mt 1.21; Lc 1.76-79; 2.17; Jo 4,42; At 5.3; Gl 3.13; 4.5; Fl 3.30; Tt 2.13, 14. E se no Velho Testamento é Jeová que habita em Israel e nos corações dos que O temem, Sl 74.2; 135.21; Is 8.18; 57.15; Ez 43.7-9; Jl 3.17, 21; Zc 2.10, 11, no Novo testamento é o Espírito Santo que habita na igreja, At 2.4; Rm 8.9, 11; 1 Co 3.16; Gl 4.6; Ef 2.22; Tg 4.5 O Novo Testamento oferece clara revelação de Deus enviando Seu filho ao mundo, Jo 3.16; Gl 4.4; Hb 1.6; 1 Jo 4.9; e do pai e Filho enviando o Espírito, Jo 14.26; 15.26; 16.7; Gl 4.6. Vemos o pai dirigindo-se ao Filho, Mc 1.11; Lc 3.22, o Filho comunicando-se com o Pai, Mt 11.25, 26; 26.39; Jo 11.41; 12.27, 28, e o Espírito Santo orando a Deus nos corações dos crentes, Rm 8.26. Assim, as pessoas da Trindade, separadas, são expostas com clareza às nossas mentes. No batismo do Filho, o pai fala, ouvindo-se do céu a Sua voz, e o Espírito Santo desce na forma de pomba, Mt 3.16, 17. Na grande comissão Jesus menciona as três pessoas: “batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”, Mt 28.19. Também são mencionadas juntamente em 1 Co 12. 4-6; 2 Co 13.13; e 1 Pe 1.2. A única passagem que fala de tri-unidade é 1.Jo 5.7, mas sua genuinidade é duvidosa, razão pela qual foi eliminada das mais recentes edições críticas do Novo Testamento.

Fonte: BERKHOF, Louis. Teologia Sistemática, Editora Cultura Cristã.

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

A Paz do Senhor a todos,

Irmã Nilma,
Realmente, o grande problema está nos exageros efetuados nesse congresso. A espiritualidade cristã e pentecostal não é medida por manifestações excêntricas.

Irmão Gustavo,
O conceito de mistério no meio de alguns pentecostais, ou melhor, neo-pentecostais é algo que falta fundamentação bíblica. O mistério que a Bíblia comenta já foi revelado, que é o próprio Cristo.
Com você bem disse, muitos vivem de emoção, estrelismo e ainda elogiam pregadores controvertidos nesses eventos.

Irmão Márcio,
Obrigado por suas colaborações e concordo com suas colocações.

ferdinand sá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ferdinand sá disse...

A paz do Senhor,
oi irmão Gutierrez sua formação é muito boa, e vc coloca as palavras muito bem!
Só por curiosida quantas pessoas já foram pra Cristo por vc ter falado e evangelizado, praticando o "ide" de Deus?
olha eu vejo muitos frutos sendo dado pelo trabalho dos GMUH

MATEUS 7 - 20
Portanto, pelos seus FRUTOS os conhecereis.

MATEUS 3 - 10
E já está posto o machado á raiz das árvores; toda árvore, pois que não produz bom FRUTO, é cortada e lançada no fogo.

I CORINTIOS 1 - 27
Pelo contrário, Deus escolheu AS COISAS LOUCAS do mundo para confundir os sábios; e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes;

Enquanto a tudo o que vc diz ser coisa de "Manikos", eu pesso que vc peça para Deus te revelar se é verdade ou não, eu fiz isso e ele sempre reponde, então te coloca diante do Senhor sem reserva que vc vai compreender o que acontece
Há só mais uma pergunta vc acha que Deus não faz mais como ele fez no passado. a tanto relatos na palavra do senhor de coisa supreendentes, que tudo aquilo que vc dizer coisa de "Manikos" que acontece no congresso são coisa tão poucas diante do que diz a palavra do senhor
eu vou te relatar só alguns para vc ficar com água na boca de sentir o poder do Espíto Santo
Saulo caiu quando ele foi chamado por Deus
Anjos aparecendo para varios homem de Deus
depois de Jesus ressucitado os milagres e as curas não deixaram de acontecer, tanto é que as pessoas queriam ficar só na sombra de Pedro para receber de Deus e Deus curava até atravéns dos lenços de Paulo
Dentre muitas outras manifestavações sobrenaturais de Deus
um grande abraço meu irmão e pesso que vc ore por minha vida!!!
eu tabem vou orar pela sua
que Deus nos abençoe!!!!!

Anônimo disse...

catia concordo plenamente com o que vc falou. Deus nao trabalha com fôrmas, mas com formas. eu creio que antes de declarar que o que acontece no congresso nao eh de Deus alguem deveria meditar no que quer falar... Existem pessoas que se dizem crentes pentecostais e nao passam de meros carnais cheios de si e que acham que o Espirito Santo esta limitado ao que pensam... misericordia...
Va orar irmao Gutierrez...
Sou assembleiano e aki na minha igreja tinha um jovem que nao acreditava no mover de Deus, bem como a maioria da igreja. certa vez o Espirito Santo o usou de uma forma poderosa e tudo o que ele lançou contra o poder de Deus em suas diferentes formas de manifestaçao, voluntariamente retirou.
Eh melhor orar antes de julgar a forma que Deus usa as pessoas.
e so pra lembrar...
o diabo usa o que eh de Deus para confundir os que sao de Deus. uma prova disso eh o que fazem com 1co 14,32.
entao tome cuidado ao usar a palavra de Deus,pois no caso desses seus comentarios,vc esta tentando contrdizer com a palavra de Deus o que eh de Deus o que eh de Deus.
A paz do Senhor!!!

Isaiah, Gideão Vacinado disse...

Irmão Gutierrez! a Paz do Senhor!Gostaria de contribuir de alguma forma comentando também sobre o artigo que originou todo essa saudavel discução.
Eu conheço o trabalho dos GMUH desde oa ano de 1982, quando sintonizei o Programa de Rádio "Vóz Missionária", na vóz do saudaso Pastor; César Furtado, sua esposa Neide, Pr. Cesino eo jovem Claudinei Nunes (Conj. Dedos de Davi) a principio começou com a 1ª missª. "Lenir Maria Bernardino, enviada à Argentina, com o lema: Amar Sim, Abandonar Jamais..., até os de hoje, onde atualmente conta com aproxiamdamente 600 famílias de missionários espalhados no mundo inteiro, Não quero aqui defender o Blogueiro, pois ele tem quem o justifique (Rm. 8:37), mas de maneira nenhuma o mesmo desmereceu o trabalho já realizado, mas contestar os modismo e excessos cometidos estritamente nos Congressos anuais, sempre eu acompanho e ouço via internet as programções diária e é de tamanha valia para nossa edificação espiritual, gostaria de salientar que o que é reproduzido aqui no sudeste, é a "Nata" (pejorativamente), difundida por "ovelhas" insubmissas aos seus Pastores, que aproveitam a oportunidade para extravar e provocar suas lideranças com a propagação de tal material. quero deixar algumas sugestões e indagações também: Porque não citam Pregadores como Jehan Porto por exemplo? que aparentemente vai na contra-mão de tudo isso, mas que verdadeiramente prega a palavra...
Que Deus em Cristo, continue Abençoando a todos... todos mesmo...

Anônimo disse...

fiquei analizando alguns comentarios deste blog e chequei a seguintes conclusão: e trementa falta de respeito ao trabalho dos gmuh.se vcs não gostam dos trabalhos feito pelos gideões, vcs tem a liberdade de não axistir.Agora ficar cricando trabalho alheio isso e feio.O Espirito Santo não estar preso a tradição.O Espirito Santo não pertence nenhuma denominação seja ela pentencostal ou tradicional, e sim dos Verdadeiros adoradores do senhor.vão ora amigos.

mateus disse...

Caro Gutierrez!..
A paz do eterno!
Fiquei analizando as suas conclusões sobre o gmuh,e cheguei a seguinte conclusão, vcs nunca foram no gmuh, ou são tolo demais com suas conclusõe baratas, pois os gmuh e uma benção de DEUS,para esta nação, sustentando missionarios no Brasil e no mundo, do iapoque ao chui, do leste ao oeste do no pais, chego até pensa que tem uma ponta de ciúme por este evento não esta acontecendo em suas cidades, este ano vão lá, quem sabe vcs,venhão viver verdadeiramente o verdadeiro evangelho de poder, não esse evangelho de formalismo e frieza espiritual.....

Felipe Diego disse...

Paz do senhor irmãos!
Companheiros compreendo perfeitamente o zelo pela sã doutrina que vos foi entregue e em parte aceito os vossos argumentos, "Toda esta questão traz-me a lembrança as palavras de jesus quando foi alertado por alguns dicípulos sobre alguns movimentos que estava ocorrendo em alguma províncias, desconhecidos exerciam poder de Deus na espulsão de demônios e outros demais feitos, na realidade os discípulos entendiam que com jesus formavam o único ministério de poder e que não haveria possibilidade de algum tipo de manifestação de Deus por outra vertente, sim, na realidade não se pode esculachar os alunos sem saber a razão de suas palavras, falaram isso porque estavam acostumados com o único ministério, não conheciam outro, aqueles novos movimentos lhes era estranho ao seus nível de entendimento, queros que todos mim compreendam, o nível de formação da grande maioria de leitores que apreciam esta página, ecerto que é preciso compreender os dois âmbitos do conhecimento são acessíveis aos homens, o primeiro âmbito é chamado de conhecimento natural, esse todos que o desejarem o terão, no plano humano este permiti-nos jugarmos as causa pelo ângulo do nosso da razão o conceito para este juízo é o lógico da b´blia e dos livros, ser-nos-ia impossível interpletarmos determinados textos b´blicos usando apenas o artifício desse conhecimento, sim, todos podem argumentar: a bíblia foi escrita a nível humano e para ser interpletada palo conhecimento natural que portamos, por olharem nesta direção é que existem muitos questionadores que poe a prova a autenticidade da palavra de Deus, este método de avaliação ja se mostrou insuficiente, ai é onde entra o outro âmbito do conhecimento que é o divino, não há como conhecermos a Deus apenas pelos livros, ou até mesmo pelo "Texto bíblico" em sí, se fosse assim muitos ateus estudiosos da teologia teriam as maiores experiências espirituais com Deus, alguem pode mim contestar com a afirmação: "São as escrituras que de mim testificam"! Calma vocês não estão questionando um leigo no assunto. As escrituras sim testifica tudo que é necessário sobre Deus, porem nem tudo está explícito, nem tudo a inteligência da mente humana é capaz de absorver, sabendo que a inteligência de Deus é de certa forma inversa a humana, então como pescrutar este conhecimento implícito? É aí que entra o papel do Espirito Santo que nos locomove a um a uma dimensão superior a humana e faz conhecer um pouco mas quê o obvio, para resumir (porquê preciso sair da biblioteca do Senai-PE, eu quero que todos entendam que se não tivemos uma experiência superior com o Espirito de Deus vamos parar de conceituar assuntos por um só angulo, o da maioria, do tradicionalismo, da concervação, da convicção duma denominação, afinal ninguém é o absoluto dono da verdade, e Deus ocutou suas coisas aos grandes da terra e as revelou aos seus pequeninos, sim, o cuidado com a sã doutrina deve der mantido, fomos ensinados a formalidade nos cultos pratiquemos-a, se é que estamos conformado.Não pense irmão que você já conheceu o tudo de Deus! O ministério de Jesus também soou mal aos ouvidos dos farizeus. Eles foram formados no conhecimento judaico e pensavam ser o dono absolutos do conceito de Deus, até que foram confrontados com novas formulações que causou uma verdadeira confusão de mente, creio que por hora eles queria aceitar, mas não estavam acostumados, lhes eram estranho ao antigo tora, então e aí, é, não tem outra senão ir ter á noite com Jesus, e fala-lo suas questões, os milagres não deixam duvidas, porém as tradições. É um problema, falarmos contra uma obra onde se há evidência da presença do Senhor Deus e que disser o contrario mim envie um i-mail-diegobatista111@hotmail.com para conversarmos um pouco sobre: Aonde está o senhor? Não mim importarei de perder alguns minutos para provar que Dues marca presença em todas as ministrações dos gideões, não refiro-me diretamente ao dissertador do texto chefe que acarretou vários escritos sobre o assunto, porque entendi a sua consideração a obra que Deus vem realizando por intermedio deste grande evento. "Se há evidências de que a obra é de Deus não a impessais". Paulo afirmou que tudo que for usado para o engrandecimento do reino de Deus é proveitoso,( não sito referencias por compreender que todos estão bem inteirados do que estou falando). Então a quem teve outra experiência com o Espirito de Deus, não os impessamos, se há evidentes sinal da operação do Senhor, por meio de salvações, batismos, curas divinas, por quê contender com o Espirito do Senhor, vamos escrevermos contra o pecado: o hossexualismo, a idolatria, a hipocresia, a avaresa, a corrupção...têm tantos assuntos, seria perca de tempo sita-los, vamos nos demfendermos, coletivamente, e atacarmos unidos, enquantos perdemos tempo em busca de minimos erros doutrinario, que não leva ninguem ao inferno, existe uma grande investida prestes a acontecer, o inferno estar unido. E nós Pastores, lideres, teólogos....


Felipe Diego Batista

Anônimo disse...

fico feliz com este ultimo comentario, a biblia diz que a letra mata mas o espirito vivifica, acredito se Jesus estive na forma humana nesse tempo ele seria morto denovo, pq o farisaismo tomou conta da igreja denovo, a maioria dos crentes so esta na letra nao tem experiencia com Deus e começa olhar para quem tem, foi assim com Jesus e assim sempre será ate o dia que o Senhor arrebatará os seus, e os seus conhecem a voz do seu pastor. grande abraço a todos

Alexsander Dias - Cachoeira do Sul RS

Ted Brasil disse...

Ted Brasil e o meu nome, sou ex-bruxo, sou da Bahia, eu nunca fui nos GMUH, mas quero contar o que aconteceu comigo atraves deste congresso principalmente atraves de dois pastores que pregam seus sermoes ali, alguem chegou para mim em uma sexta feira e me pagou para que eu fizese um trabalho a dois homens, e estes homens seriam pastores, e o trabalho era que estes homens morrece em acidentes antes do congresso aonde estavam convidados para pregar, peguei o nomes dos dois e cidades onde moravam e o pagamento pedido pelo o orixa e comecei o trabalho, sempre levaria no maximo 5 minutos para a realizacao de um trabalho como este, e o deles ja duravam 2 horas e eu nao conseguia efetuar o desejado, foi quando o enxu caveira disse: "nao posso matar estes homens, naos consigo chegar ate a eles, nao a nenhuma brexa, estao com os corpos fechados e a uma grande luz sobre eles e eu nao posso ficar vendo esta luz, estamos em sete aqui nesta cidade e mesmo assim nao poderemos fazer nada" eu estava ainda em transe quando perguntei de onde veria esta luz que os atrapalhavam e ele me disse: "vem la de cima, e o filho do homem que nao deixa, e tem uma espada muito grande em sua mao, temos que sair agora daqui por que ele esta ordenado" foi quando voltei do transe e falei aquela pessoa que teria pago pelo trabalho que nao dava para fazer o servico porque o homen la de cima nao deixava. Aquele dia nada aconteceu em meu terreiro, nada deu certo, despedi o povo e fechei as portas do centro e me recolhi para meu quarto, fiquei por alguns minutos questionando a questao, quando de repente uma grande luz apareceu em meu quarto onde estava e eu cai nao aquentandoo brilho daquela luz, e uma voz saiu do meio daquele brilho e disse: "Eu sou Jesus, a luz deste mundo, eu sou a verdade e em mim nao a mentira, ouca bem o que lhe direi, voce tambem e um vaso escolhido por mim" eu nao estava entendendo nada, mas estava sentindo algo gostoso que nunca tinha sentido antes em minha vida. E aquela voz continuou: "Ai daqueles que se levantarem contra os meus ungidos para fazerem o mal, o mal caira sobre si se assim procederes, aquela obra dos Gideoes e minha e nao de homens, sou eu que levantei os meus filhos para fazerem aquela obra ali, estao apressando a minha volta a esta terra, todos os que falam do meu nome e me exaltam e me glorificam eu os gurdarei, acima de mim nao outro Deus e satanaz esta debaixo de meus pes ele esta vencido eu sou o poderoso" , depois disso fiquei aproximadamente tres hora como morto, quando voltei em si parecia que estava voando, estava como uma pluma flutuando no espaco, ai eu pude ver que satanaz nao tem poder e poderoso e su Jesus, deixei de ser bruxo, fechei o centro e prucurei uma igreja evangelica e contei tudo ao pastor e naquele momento ele perguntou se eu queria aceitar a este Jesus, eu falei que sim e comecei a chorar por causa de uma alegria que entrou dentro de mim. Hoje sou evangelico e pertenco a Igreja Assembleia de Deus de minha cidade e sou muito feliz, depois disso mais de 150 pessoas tambem ja aceitaram Jesus como Salvador. Entao eu gostaria de disser a todos os GMUH e de Deus e os homens que ali pregam tambem sao de Deus e por isso eu oro a este Deus todos os dias em favor destes homens e um dia quero ir para os GMUH para juntos particparmos daquele festa espiritual,,,, Obrigado e fica na paz do Senhor

JOSEBIAS disse...

A PAZ DO SENHOR PARA TODOS

GOSTARIA DE EXPOR MEU COMENTÁRIO, E A PRINCÍPIO EXPRESSAR MINHA ALEGRIA ,PRIMEIRO POR SER MAIS UM SALVO NA PESSOA DE CRISTO JESUS E POR PODER COMPARTILHAR COM TODOS A ANÁLISE ABAIXO .QUERO DIZER ATRAVÉS DESTE QUE A ALGUM TEMPO JÁ TINHA MINHA OPNIÃO FORMADA SOBRE O ASSUNTO O QUE NUNCA ME IMPEDIU DE ESTAR EM PAZ COM DEUS, DIGO ISTO MESMO QUE JÁ A MUITO, SENDO DURAMENTE CRITICADO POR TÊ-LA.A ALGUM TEMPO EU COMENTAVA SOBRE ESTE EVENTO COMPOR UMA MISCÊLANIA DE MODISMOS NORTE-AMERICANO,HOJE "INFELIZMENTE" SÓ NÃO VÊ QUEM NÃO QUER.POSTAREI MAIS ME AGUARDEM!!!!!!!

Anônimo disse...

Não sei se este comentário chegara a ser exposto, fico perplexo com a colocação dos colegas em relação ao congresso dos GMUH, pois trata-se de um trabalho sério que visa divulgar e expandir o reino dos céus, o apostolo Paulo diz que "nossa luta não é contra carne e sangue...", gostaria que os amados colegas ao invés de colocarem opniões pessoas, se preocupe com a expanssão do reino dos céus. Comentários como estes de cunho particular denigre a imagem da expanssão do reino. Quanto a questão teologica os amados colegas deveriam observar com mas espiritualidade. Deveriamos estar orando para que Deus levante mas congressos como estes.
Um abraço para todos

VIVENDO E APRENDENDO COM DEUS! disse...

GRAÇA E PAZ PARA TODOS!
CREIO QUE O AMADO GUTIERREZ E DEPOIS O COMENTARISTA VITOR HUGO ESTÃO CERTOS AO COMENTAREM SOBRE A PRUDENCIA NECESSÁRIA QUE DEVEMOS TER DESTE CONGRESSO. O FATO DE IR OU NÃO PARA UM DESTES EVENTOS NÃO MODIFICA O QUESTÃO, EU TBM NUNCA FUI EM UM TEMPLO DOS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ MAS APONTO PARA VCS OS ERROS DOUTRINARIOS DESTA SEITA. OU NÃO? OS EVENTOS DE "PREGAÇÕES" ESPECIFICAMENTE DEVERIAM SIM, PREGAR MAIS SOBRE TEMAS EVANGELISTICOS E COM BASES BIBLICAS E COERENCIA CONTEXTUAL, NÃO PODEMOS DEIXAR QUE SE UM IRMÃO CAI ALI E OUTRO REVELA ALI É PORQUE DEUS TA NO NEGÓCIO. A FALTA DE ENTENDIMENTO PODE NOS LEVAR AO ABISMO MAIS PROFUNDO. DEUS ABENÇOE O IRMÃO DONO DESTE BLOG, POIS É ASSIM QUE DEUS AGE, CORRIGINDO!

PAZ

MARCEL LIRA
www.marcelavelinolira.blogspot.com

Anônimo disse...

Querido Gutierrez e cia.,admiro performance e intrepidez e até mesmo zelo pelas coisas de Deus;mas a bIblia é mto clara qndo diz em Mateus 13:24-30 sobre o joio e o trigo:1o foi semeado o trigo e depois o inimigo c/inveja,semeou o joio.Os tblhdores,até tentaram,depois de um tempo arrancar o joio mas o senhos daquele campo não permitiu até chegar o tmpo certo de haver a colheita ou seja a separaçao.Na matéria de Quimica,aprendi que:sem mistura não pode haver separaçao.Se no GMUH ha exageros ou não,cabe Unica e exclusivamente a Deus´´naql gnd dia separar os bons e os maus;afinal ´´do peixe agente só come a carne;os ossos e espinhas:joga fora no lixo,que em breve será incinerado por Deus.
Resumindo:Tudo q é louvável a Deus e sem objetividade de escandalos,nisto pensai e praticai.
mis. Judson Costa--AD Belem,Pa

Eduardo disse...

Em atos capitulo 2 eu não vejo você entre aqueles que receberão o poder do Espirito Santo para realizar a obra missionária, mas vejo você entre aqueles que os criticavam dizendo "que todos estavam bêbados", quando, segundo Pedro, todos estavam cheios do Espirito Santo.

Você ja pescou peixe na vida? Para se pescar peixe tem que ter isca e não pode ser qualquer uma, tem que ser isca que o peixe goste, pois assim vem cardumes e você pesca muitos. Estes homens de DEUS que você esta criticando são "iscas" de DEUs para atrair multidões de peixes, tantos bons como maus, e através disto pescar os maus e extrair dons bons o que eles tem de melhor. Meu irmão em CRISTO, será que se fosse você que estivesse pregando lá, reuniriam tantos peixes assim? Abençoado, respondi de maneira simples, pelo Espirito e não somente pela letra, pois ela mata sem o Espirito. JESUS disse: Vinde após mim e vos farei pescadores de homens; pescadores tem, iscas também e assim o Maior pescador pesca os peixes, a saber o ESPIRITO SANTO DE DEUS que convence o homem do pecado, do juizo e da justiça. "Aqueles que não é contra vós é por vós". DEUS te dê a sabedoria para entender a Multiforme Graça de DEUS e o seu indizível modo de agir.

Anônimo disse...

nada a declarar

Anônimo disse...

Parabéns pelo post, Gutierres.

E quanto ao último comntário:

Em Atos 2, meu amigo, eu vejo os seguidores do Messias falando nos idiomas extrangeiros, e não em "líguas de anjos". Tanto que os judeus que vinham de todas as partes do mundo entenderam a mensagem e recebem a Jesus como o Messias prometido.
E por favor, o que os senhores querem dizer com "a letra mata, mas o Espírito vivifica"?
Abraço a todos.

Felipe

Eduardo disse...

Felipe - Leia João cap. 6 vers 22 ao 71 e entendera´s o que quer dizer: A letra mata, mas o Espirito vivifica.

E o caso de Atos 2 o caso não é se falaram em linguas estranhas "mistério que o nosso espirito "inspirado pelo Espirito de DEUS" fala diretamente com o Pai ou linguas dos anjos como você esta dizendo e sim que aqueles que "segundo a Biblia são "homens naturais não entenderam as coisas espirituais e passaram a criticar aquilo que não entendiam...

Anônimo disse...

O texto que me destes para ler fala sobre a incredulidade de alguns, mesmo entre os discípulos, ao ouvir o dito de Jesus de que viera do céu.Ele próprio disse que o Eterno escolhera seus discípulos.
Note que o Messias está falando da cegueria daqueles em compreender, pelas Escrituras, o caráter do Messias como sendo a Palavra viva.
Ele não estava exortando os seus discípulos a não estudarem as Escrituras e aguardar por outras revelações de caráter espiritual, afinal Jesus é a própria Palavra do Eterno!
A 'letra' diz respeito ao cumprimento legalista da Lei, acrescentando-a tradições. O 'espírito' da Lei, entretanto, diz respeito ao cumprimento da Lei, sem acréssimos de tradições,conhecendo-se a mente do Eterno ao promulgar Suas santas Leis, a qual foi mostrada por Jesus.
Por último, Atos 2 refere-se não ao conflito entre o homem espiritual e o carnal, mas à comunicação da Boa Nova do Reino de D-us, em Jesus, aos judeus da Diáspora, que compareciam a Jerusalém na festa da Colheita (Pentecostes).

Paz seja contigo.

Anônimo disse...

Quero deixar o meu testemunho de fé.
1) Os GMUH começaram com a resposta de orações da Igreja em Camboriú pedindo por um avivamento. Em resposta, todos foram batizados com o Espírito Santo e daí o trabalho cresceu.
Antes o Pr. Fundador deste evento fazia missões pelo Brasil inteiro (à cavalo).
2) Eu estava no templo de Camboriu no ano de 2005 e comecei a ver as pessoas rodando No Espírito - literalmente como o redemoinho que elevou Elias ao céu. Foi aí que o Espírito Santo me trouxe à mente aquele versículo "O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito." (Jo 3.6).
3) Devemos confessar publicamente a nossa fé em Jesus (Mt 10.32). Exaltando o nome de Jesus.
4) Eu estava no deserto da vida de solteiro, precisando que Deus ouvisse minhas orações. Na mensagem do Pr. Adeildo Costa, eu estava lá no meio da multidão, ele abriu um parêntese na mensagem e pregou sobre o casamento de Isaque com Rebeca que ele só casou bem porque correu para a oração, no final da mensagem ele olhou para a multidão e disse: 'Deixa disso rapaz ... Deus vai te dar um casamento abençoado!', não sabendo para quem era a mensagem - a palavra dele se cumpriu na minha vida! E quem foi que fez a oração do meu noivado? Pr. Presidente do GMUH. E meu casamento? O filho dele.


*** Só há um perigo nesta caminhada Pentecostal do qual não fui alertado! Que o céu é um lugar de extrema ordem, organizado, anjos são obedientes em tudo. Assim sendo, palavras que levam à ter desprezo contra líderes, por qualquer motivo que seja, não são provenientes de Deus, mas de brigas internas que existem de fato!

Mas agora como cristão mais experiente, sou grato a Deus Pai, por ter levantado o GMUH. E estes grandes pregadores.

Gostei muito do post do Eduardo sobre Atos 2 e a pescaria. :)

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

Teologia Pentecostal: Qual o problema com o Congresso de Missões dos GMUH (Gideões Missionários da Última Hora)?

Devo parabenizar ao autor do texto apresentado neste blog. Não consigo imaginar Jesus ou um dos seus apóstolos pregando como pregam os pregadores de GMUH. Tenho plena convicção de que Pedro ou Paulo não pregariam em qualquer lugar no qual soubessem que seriam exaltados, não imagino eles enfeitando tanto a voz para pregar a palavra de Deus. Jamais o maior dos profetas João Batista pregaria dizendo que Deus havia falando com ele que daria um carro do ano para alguém, ou pregando a palavra de Deus como um narrador de futebol. Os grandes profetas, pregadores e mestres dos GMUH devem aprender algumas lições sobre os seus ofícios com os verdadeiros personagens:

I - COM RESPEITO AO MAIOR DO PROFETAS JOÃO BATISTA

1 - Humildade - Não consigo imaginar João Batista chegando em Camboriú com seu carro importando, ou no melhor avião, vestindo um terno do mais caro, com um sapato de até 5.000.00 nos pés, falando em linguagem culta para não comprometer-se com o auditório ou mesmo os "amigos" de ministério. A respeito de João Jesus falou: "Que fostes ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? Mas, que foste ver? Um homem vestido de roupas finas? Mas os que vestem roupas finas vivem nos palácios dos reis." Não consigo imaginar esse Verdadeiro Grande Profeta pregando nos GMUH. João não pisaria nem lá e se lá fosse armaria o maior barraco, seria de lá expulso e nunca mais seria permitido entrar. GMUH não é o lugar dos maiores profetas e sim dos que se dizem maiores.

2 - Abnegação - João Batista jamais se preocupou em ser aplaudido por ninguém, em vender cd´s ou dvd´s para seu sucesso ministerial e fama, em ter uma agenda cheia, pregar em vários lugares do Brasil e do exterior ganhando de 3 a 15 para pregar a palavra de Deus num culto. As palavras de João foram: "Importa que Ele cresça e que eu diminua". Não consigo imaginar João Batista preocupado em respaldar seu ministério, solicitando daqueles que o quisessem receber em sua igreja que alugassem um lugar para ele no melhor hotel da cidade e fizessem divulgação nos melhores programas de Rádio e TV.

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

3 - Verdade
a. Raça de víboras - O discurso de João Batista era um discurso sério, ele não estava preocupado em falar bonito e muito menos em agradar os ouvintes. Como verdadeiro profeta a sua missão era cumprir o propósito de Deus. Não bajular alguém. A pregação de João Batista aos religiosos era: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão. E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo.

As pessoas que pregam hoje nos GMUH não têm demonstrado frutos dignos de arrependimento. Alguns deles estão em processo na justiça por causa de outro colega do altar com quem disse uma verdade ou levantou um falso testemunho. Outros ficam jogando indireta contra seu próprios colegas. Quando um dos que se diz ungido está pregando, os que têm inveja dele ficam com uma cara de invejoso e rancoroso, tal é a mágoa que até deixa de dar glória a Deus. A maioria dos que pregam nos GMUH ou são lideres auto-independentes ou têm grande vontade de ser, por que passam isso nos discursos. Quase que não tem do que se orgulhar, quase que não tem um projeto de ação social, nem tão pouco projeto missionário nos presídios ou hospitais, então acabam se esnobando de palavras, algum momento em que falaram bonito, de ter pregado no exterior ou até mesmo de ter sido ignorante com alguém. Já assisti várias pregações do Congresso, não encontrei uma que diga o que o maior dos profetas João Batista me diria. Têm adúlteros no altar e falta profetas para protestar, dizem que não têm papa na língua, mas além da ousadia deles está no microfone, pois não profetizam fora do culto ou reunião, a um mendigo na rua ou algo semelhante, só usam o microfone para se promover. Os profetas de Camboriú tomam posse do carro novo, da casa nova, de uma agenda cheia, da oportunidade de serem ricos, mas não tomam posse da verdade, da humildade, do amor, da justiça, da liberalidade. Determinam que vão ser grandes, mas não determinam que vão pregar de rua em rua, que vão visitar os hospitais ou presídios, que vão ajudar os pobres do Brasil, que vão dividir as riquezas com os carentes, que vão ajudar as igrejas humildes, que vão perdoar os ofensores, que vão ser humildes. Usam a desculpa fiada de que são filhos do Rei , são princípes do evangelho, e esquecem que o verdadeiro Rei de quem dizem ser ministros, se desfez do trono de glória e tomou a forma de servo para nos servir e, só depois de morto para esse mundo é que desfrutou dos seus verdadeiros poderes de Rei.
b. Arrependei-vos - A maior preocupação do grande profeta João Batista era que as pessoas se arrependessem e produzissem frutos dignos de arrependimento. A maior preocupação dos profetas de GMUH é ficarem ricos e famosos, eles mesmos ficam profetizando isso uns para os outros. Eles acham que o povo tem que entender que nasceu para prosperar e que o povo deve tomar posse da benção. Para eles o povo tem que sair dali convicto de que nasceram para ser grandes, poderosos, ricos, que devem cair no espírito, saltar, extravagar emocionalmente, se não perderão a viajem. Enquanto isso João, o verdadeiro profeta, queria apenas que as pessoas se arrependessem e produzisse frutos dignos de arrependimento. Não vemos o verdairo profeta João preocupado em levar seu povo a entender que tem eles vão ser prósperos.

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

II - COM RESPEITO AO MAIS AVIVADO DOS PREGADORES PAULO

1 - Equilíbrio - Embora o grande pregador Paulo tenha dito: Não extingais o Espírito, também disse: E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação. Dou graças ao meu Deus, porque falo mais línguas do que vós todos. Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida. Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos? Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus. E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro. Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam consolados. E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas. Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.

Se fossem julgadas com seriedade as profecias do GMUH já tinham acabado com elas. Se tivessem dois ou três interpretando as línguas já tinham acabado que esse tal de characantalabachéa. GMUH é uma piada gospel. Aliás para acabar com as línguas e as profecias do GMUH, basta dizer que para ser requisitado desde então não pode profetizar ou orar em línguas, tenho certeza de que em nome da fama e do dinheiro, muitos não profetizariam. Desafio os organizadores do evento. Façam um teste! Digam que só prega no GMUH quem não profetizar vão ver que num instante os pregadores vão dizer que Deus já tinha falado com eles que não era para profetizar. É preciso ser muito cego para não ver isso.

2 - Humildade - O tom de voz dos pregadores é soberbo, o comportamento no altar condiz com suas obras, até quando há cura no GMUH o exibicionismo se apresenta. Se uma pessoa for curada nos GMUH o pregador "que curou" faz uma propaganda tão grande que ao invés dele dizer que Jesus operou maravilhas era mais sincero dizer: IRMÃOS, ENTENDAM DE UMA VEZ POR TODAS QUE EU NÃO SOU QUALQUER COISA NÃO, FAÇO MILAGRE, DERRAMO UNÇÃO E AI DE QUALQUER UM DOS ENCAPETADOS QUE ESTÃO NO ALTAR, QUE SE LEVANTAR CONTRA MIM. E TEM MAIS: ME CONVIDEM PARA PREGAR NA IGREJA DE VOCÊS POR QUE QUERO FICAR MAIS RICO E MAIS FAMOSO DEZ VEZES MAIS DO QUE QUALQUER UM DOS QUE ESTÃO NO ALTAR! IMPORTA QUE DEUS CRESÇA, MAS NÃO ME DIMINUA!

Embora a grande maioria dos pregadores do GMUH se mostrem poderosos, no íntimo eles sabem que não são nada e pedem perdão a Deus pela palhaçada que fazem, mas como um viciado em drogas, eles se vendem pelo dinheiro, sucesso e fama outra vez.

3 - Amor - A maior característica de um verdadeiro discípulo do Senhor é o amor. Jesus disse: Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. Os pregadores dos GMUH sabendo que há muitos crentes e lideres revoltados uns com os outros, pregam dizendo que aqueles que os humilharam, aqueles que se levantaram contra eles serão atropelados, destruídos, abatidos, lançados em um leito e até mortos por ter tocado em algum deles, sendo que um não está batendo no outro, eles estão brigando entre si, por causa de membros, de costume religiosos, de poder, dinheiro e fama.

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

III - Com respeito ao maior de todos os mestres Jesus


Palavras de Jesus que são proibidas de pregar no GMUH:

1 - Quanto ao perdão - Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete. Mt 18:21-22 Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses;Lucas 6:27-29

A grande maioria dos pregadores dos GMUH, principalmente os mais renomados, não pedem perdão por ter dividido uma igreja, por ter semeado contenda no ministério de alguém, por não ter liberado seus subordinados quando eles queriam sair da igreja sem contenda. Muitos nunca pediram perdão nem pedirão, muitos nunca perdoaram nem perdoarão.

2- Quanto ao dinheiro - Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá. Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói. Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração. Lucas 12:37-34 Antes dai esmola do que tiverdes, e eis que tudo vos será limpo. Lucas 11:41

3 - Quanto ao pobre - Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me. Mateus 19:22-21

Enquanto Jesus andava com uma bolsinha para dar esmolas aos pobres, os mestres dos GMUH andam com um cartão no qual tem os dados da sua conta bancaria, pode ser que algum inocente queira ajudá-los apodrecer na riqueza.

MEUS irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. Porque, se no vosso ajuntamento entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com trajes preciosos, e entrar também algum pobre com sórdido traje, e atentardes para o que traz o traje precioso, e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé, ou assenta-te abaixo do meu estrado, porventura não fizestes distinção entre vós mesmos, e não vos fizestes juízes de maus pensamentos?
Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam? Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais?
Porventura não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado? Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores. Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. Tiago 2:1-10

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

4 - Quanto a fé - E, Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e possuído de íntima compaixão para com ela, curou os seus enfermos.
E, sendo chegada a tarde, os seus discípulos aproximaram-se dele, dizendo: O lugar é deserto, e a hora é já avançada; despede a multidão, para que vão pelas aldeias, e comprem comida para si. Jesus, porém, lhes disse: Não é mister que vão; dai-lhes vós de comer. E, tendo mandado que a multidão se assentasse sobre a erva, tomou os cinco pães e os dois peixes, e, erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e, partindo os pães, deu-os aos discípulos, e os discípulos à multidão.

Os fervorosos pregadores dos GMUH não tem fé e unção para pregar esse texto: Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tiago 2:14-18

Se tiver algum pastor, obreiro ou missionário pobre no altar no dia do evento, o máximo que poderão fazer por ele é profetizar que ele aguente que no tempo certo Deus vai exalta-lo, que Deus vai mandar o maná. Não tem um que diga: apartir de hoje anote o meu telefone, me dê o numero da tua conta e conte comigo, a cesta básica eu dou!

Se algum pregador dos GMUH pregar algum desses textos ou será distorcendo o sentido do texto ou para fazer aplicação aos outros ou por que viu algum protesto como esse ou por que conheceu o verdadeiro avivamento. Se isso acontecer será um grande milagre!

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

5 - Quanto a doutrina - Jesus jamais sairia da sua casa para pregar nos GMUH, ele ia antes as ovelhas perdidas de Israel, ao deserto, ao mar anunciar arrependimento, salvação. Jamais iria a GMUH abrir a sua santa boca para profetizar carro novo, sucesso ministerial, para falar sobre a queda dos adversários, sabendo ele que neste caso os adversários são os próprios irmãos. Aquele que entrou em Jerusalém em jumentinho de carga certamente ao achar no templo os que vendem cd´s, dvd´s, livros, tomaria mão de um chicote e lançaria fora os cambiadores dizendo: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda... está escrito: O zelo da tua casa me devorará. João 2:14-17 E não consentia que alguém levasse algum vaso pelo templo. E os ensinava, dizendo: Não está escrito: A minha casa será chamada, por todas as nações, casa de oração? Mas vós a tendes feito covil de ladrões. E os escribas e príncipes dos sacerdotes, tendo ouvido isto, buscavam ocasião para o matar; pois eles o temiam, porque toda a multidão estava admirada acerca da sua doutrina. Marcos 11:15-18

Uma das coisas mais admiráveis do congresso GMUH é o trabalho missionário realizado através dos organizadores e não dos pregadores. Muitas igrejas são abertas e missionários sustentados em vários lugares do Brasil e do exterior. Porém, o que tem sido feito em abertura de igrejas tem sido desfeito nos discursos dos pregadores. Enquanto que por um lado o evento ajuda na divulgação do evangelho e fortalecimento das igrejas agregadas a ele, por outro lado tem destruído a sinceridade e contaminado as igrejas do Brasil. Assim como a Universal, entre outras igrejas, trouxe a "teologia da prosperidade", os famosos pregadores dos GMUH trouxeram a "teologia do rétété", a "teologia da vingança será maligna", "a teologia do egoísmo", a "teologia do olho por olho, dente por dente" e ainda fortaleceu a teologia da prosperidade. O maior fruto desses pregadores é o desvio do verdadeiro louvor, da verdadeira adoração, do verdadeiro culto, da verdadeira pregação, da verdadeira igreja. Não tem uma igreja hoje que não esteja sofrendo consequências das bobagens disseminadas nos GMUH. Toda igreja que você vai, principalmente em dia de evento, a preocupação dos pastores é falar bonito, fazer um louvor que agrade o povo, alegrar o auditório tentando arrancar "glória a Deus e aleluia" ou para dizer que o culto foi bom ou para dizer que o pregador ou cantor foi bom.

Outra coisa que admiro nos GMUH é "digamos" a unção na forma de falar, porém até nisso não me sinto seguro, por que as vezes os momentos mais comoventes do discurso não são aqueles que dizem adoremos ao Senhor ou prepare-se para a sua vinda, são aqueles que dizem: Deus vai envergonhaaaaaaaaaar aqueles que zombam do teu ministério, e vão te exaltaaaaaaaaaaaaaaaaar entre os principes. E não são só os pregadores do GMUH que tem essa "unção", a Lanna Holder, que assumiu lesbianismo abriu uma igreja, também tem essa mesma "unção da palavra" ou seja essa mesma forma de pregar. Se isso realmente for unção tanto os pregadores dos GMUH têm como Lanna Holder e se for uma capacidade psicológica, algum tipo de persuasão ou técnica estamos outra vez dando a carnalidade o título de espiritualidade.

Martinho Lutero escreveu: A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.


Têm coisas que nos trazem a memória de outras. Por exemplo: toda vez que chega inverno lembro-me da cidade de Fortaleza. Assim também, toda vez que leio a epístola de Judas me lembro dos GMUH. Leia você também:

PASTOR EVERARDO ALVES disse...

1 - JUDAS, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo:
3 - Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.
2 - Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.
4 - Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.
5 - Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram;
6 - E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;
7 - Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.
8 - E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades.
9 - Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda.
10 - Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem.
11 - Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.
12 - Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas;
13 - Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.
14 - E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;
15 - Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.
16 - Estes são murmuradores, queixosos da sua sorte, andando segundo as suas concupiscências, e cuja boca diz coisas mui arrogantes, admirando as pessoas por causa do interesse.
17 - Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo;
18 - Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências.
19 - Estes são os que causam divisões, sensuais, que não têm o Espírito.
20 - Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo,
21 - Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
22 - E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
23 - E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne.
24 - Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória,
25 - Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém.

Coral Cantai disse...

Excelente! Simples assim!

Lílian Lacerda Silva