segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Neo-pós-pseudo-pentecostalismo

Amanhã, o blog Teologia Pentecostal vai começar uma série de artigos analisando o neopentecostalismo de maneira geral, não perca!
O objetivo dos artigos é mostra que o Pentecostalismo Clássico difere das manifestações exageradas do neopentecostalismo. Mas o Pentecostalismo não difere somente na liturgia, mas também na teologia e nos propósitos de existência.
VEJA nesse vídeo um dos pontos que será discutido:



Lembrando que isso NÃO é pentecostalismo, e sim uma adulteração do verdadeiro pentecostalismo.

10 comentários:

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro Gutierrez!
A Paz do Senhor!
Assisti o vídeo e a sensação é muito estranha!
Qual o objetivo teria o Espírito Santo em projetar um espetáculo dessa natureza...
O fim dessas atitudes é a idolatria do povo para com a pessoa que está proporcionando e quase que na totalidade nada sobra, senão, decepções e mais decepções.
Contine!
Estarei orando pelo irmão nessa frente de combate apologético.

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Pr. Carlos Roberto,
Eu agradeço o apoio que o irmão tem dado ao blog Teologia Pentecostal e agradeço as orações. A apologia antes de ser um debate intelectual, é uma batalha espiritual; como disse certa vez o grande teólogo, filósofo e apologista Norman L. Geisler!

Fique na Paz do SENHOR!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Gutierres

Sempre tomei bastante cuidado ao tocar nesse assunto, cair no espírito. Por quê? Porque estamos lidando com almas, muitas almas.

Alguns comentaristas no afã de defender suas teses se esquecem que ao criticar o líderes está tocando nessas almas também.

A minha conclusão sobre "cair no espírito" é que não é um pecado. Pendo mais para o lado da "meninice". E neste caso de quem não amadureceu na fé, o máximo de cuidado é pouco para entrar nesse assunto.

Segundo meu modo de entender, as pessoas desse vídeo YOUTUBE, apresentadas no link que você postou, estão precisando crescer no entendimento, apenas. Jesus, e a graça de Deus na vida delas elas já possuem.

Sei que fará ótima abordagem sobre o neo-pós e falso pentecostalismo. Acompanharei...

Abraço

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Eliseu Gomes, obrigado pela participação.

Todo assunto apologético deve ser tratado de maneira educada e equilibrada, pois como você disse, estamos lidando com almas. Mas devemos denunciar tais práticas de maneira enérgica, não agressiva.
Você afirma que o "cair no espírito" não é um pecado. Realmente, tral prática não diz respeito a um deslise moral, social ou relacional. Muitos, quando ouvem apologistas condenando essas manifestações, logo perguntam se os praticantes desses modismos estão em pecado. (Foi o que perguntou um dos meus alunos na última aula de EBD). Mas a questão chave não é essa, o problema é que tais práticas são extra e anti-bíblicas, trazendo grandes prejuízos para o corpo de Cristo.
Por que será que as pessoas não se conformam com os dons espirituais? Seria os noves dons insuficiente para a edificação da Igreja? Nesse inconformismo se busca "cair", "ser arrebatado ao céu e inferno", "rir no espírito", "ter a unção sem limites"(literalmente), "receber recados de anjos", "invocar a presença do Arcanjo" e etc etc etc.
Como diz o meu tio, que é pentecostal: "O cair no espírito é do homem, mas o levantar é de Deus"!
Caro Eliseu, a partir de hoje a noite, o irmão pode acompanhar o estudo e colocar a sua opiniões. Um abraço!

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene.

Terei imensa alaegria em participar das discussões a respeito do tema.
Gutierres o livro do Pr. Isael, o Dicionário Pentecostal, já foi lançado, posso mfalar com ele a respeito daquela entrevista?
Um abraço

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

Esdras Bentho, a Paz do SENHOR

É sempre um privilégio a participação do amado irmão. E estamos esperando a suas observações sobre o tema.
Em relação a entrevista, ainda quero publicar nesse blog, pois o "Dicionário do Movimento Pentecostal", é certamente um marco na literatura pentecostal brasileira.
Um abraço!

Elizeu Rodrigues dos Santos disse...

"Farei também a casa, que se chama pelo meu nome, na qual confiais, e a este... que vos dei a vós (Jr 7.14)"

Deus sempre almejou ter um povo que vivesse por exclusiva fé nEle, como a fé de Abel, citado po Jesus em Mateus, que cria em alguém, sem lei ou escritura que o conduzisse a tanto. E ele morreu por isso.

Hoje, penso eu, Deus deve dizer: "Farei também a este movimento pentecostal, em quem confiais", pois hoje nossa confiança se divide daquilo que deveria ser exclusivo dEle.

"Ortopraxis". Vamos criar um movimento deste tipo, pois Jesus sempre foi "ortopraxis". Só que ser "ortopraxis" nos ridicularizará, nos levará as prisões (ser preso, não visitar os presos, que é nossa obrigação), nos cobrirão com calúnias, como aconteceu com Cristo e seus apóstolos.

Jesus enfrentou muitos movimentos, e nunca aplaudiu nenhum deles.

Elizeu Rodrigues

Valmir Nascimento Milomem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valmir Nascimento Milomem disse...

Gutierrez,

Louvo a Deus pela sua vida e pela forma como Ele o tem usado no ministério da escrita, principalmente por ser jovem.

Isso demonstra claramente que não é preciso ter determinada idade para ser usado por Deus na área da escrita e que também, aquela velha frase: "O jovem é o futuro da Igreja" é um equívoco, afinal, o jovem é a igreja atual!

Sobre o tema em questão quero ater-me, no momento, ao tópico a) O neopentecostalismo desenvolve uma espiritualidade sem vínculo.

Vc abordou de maneira certeira o assunto. As igrejas neopentecostais não estão preocupadas em promover vínculos e relacionamento. Pelo contrário, o que se percebe é o tratamento como "povão" sem que tenha um acompanhamento mais específico sobre as ovelhas.

Na paz

Valmir Milomem

Anônimo disse...

Pr. Willi AW

Sempre fui contra tais atitudes de pessoas se dizendo cheio do Espírito Santo Caem e ficam por alguns minutos depois se levanta muitas vezes sorrindo, onde esta a edificação recebida neste (arrebatamento) se é que pode se chamar assim, isto é totalmente anti biblico, as pesssoas que caiam eram porque foram cobrados por Deus, em alguma coisa, (1 Sm 4.12-18) Eli morreu pelos filhos pecarem diante do Lugar santo, A conversão de Saulo a caminho de Damasco diante de Jesus ele caiu, e tornou se em nova criatura, sera que as pessoas que caem ao levantar se tornam em novas criaturas?. Jesus diz em MT 11 28 aprendei de mim que sou manso e humilde, que mansidão ha nestas pessoas que pulam o tempo todo na Igreja. Quando o Filho do Homem voltar, porventura encontrará fé na terra?" Lc 18.8. Parabens Gutierrez, que Deus continue a te usando com poder no lugar de monte de Pastores Omissos.
Shalom!
Pr. Willie
paulosouzasilva48@yahoo.com.br