sábado, 3 de janeiro de 2009

O boicote legalista


As notícias chegam que várias igrejas Assembléia de Deus estão boicotando as revistas de escola dominical para o público adolescente, lançadas pela CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus) [1]. Esse fato tem ocorrido principalmente no Estado de Pernambuco e também em Mato Grosso. Qual o motivo para o boicote? O suposto “liberalismo” da revista. [2]
A CPAD dispõe de várias revistas de EBD, para diversas faixas etárias. Entre elas existe uma intitulada “Adolescentes Vencedores” e é voltada para crentes de 13 e 14 anos. O tema desse trimestre é “O adolescente e o mundo”. A revista aborda temas sobre: sexualidade, amizades, televisão, internet, consumismo, culto ao corpo, esportes, exercícios físicos, drogas etc. Nada nessa revista foge do que é aceito comumente na ortodoxia protestante. Nenhuma doutrina cardeal da Bíblia foi ferida!
A revista “O adolescente e o mundo” é comentada pela experiente psicóloga e mestre em educação Elaine Viana de Almeida Cruz [2]. Além disso, é acompanhada por uma equipe de pedagogos e teólogos pertencentes à Assembléia de Deus. Essa revista faz parte de um curso de dois anos para formação gradual do adolescente.

Os perigos desse boicote

1. Mostra uma denominação dividida.

A revista foi publicada pela editora oficial da denominação, mas vários pastores aderiram ao boicote. Não há uma linguagem em comum nas Assembléias de Deus. Essa é só mais uma prova que a tão falada “identidade assembleiana” não passa de um discurso vazio e confuso! E será que em nome dessa “identidade” os erros do passado terão que ser repetido? Por que não imitar aquilo que os pioneiros fizeram de bom, como o evangelismo com assistência social?

2. O legalismo é tolerado nas Assembléias de Deus

Não foram questões teológicas ou doutrinárias que levaram muitos pastores para o boicote, mas simplesmente o legalismo sobre os usos e costumes e o tradicionalismo exacerbado. O legalismo, que é errado e contrário as Escrituras, tem sido totalmente tolerado nas Assembléias de Deus. Legalismo tem o mesmo grau de erro do que a libertinagem. Pra quem duvida é só ler Mateus 15 ou 23 e ver a lição de moral que Jesus dá nos fariseus legalistas!

3. Igrejas fracas na área do ensino

As mesmas igrejas que boicotam esse tipo de revista são as mesmas que aceitam em seus púlpitos pregações triunfalistas, de prosperidade, de modismos místicos, de auto-ajuda etc. Como está o ensino nessas igrejas? Será que o culto de doutrina não deveria ser chamado de “culto aos usos e costumes”?

4. Adolescentes desinformados.

A maior parte das igrejas do boicote vai substituir a lição de adolescentes (13 e 14 anos) pelas de adulto (18 anos acima), ou seja, tudo a ver! Lições que foram pedagogicamente e psicologicamente preparadas são jogadas fora e mal substituídas. Aliais, porque as demais lições também não foram boicotadas? Quanta incoerência!
Quem vai ensinar esses adolescestes sobre drogas e sexo? Ou será que é pecado falar esses temas com os jovens? Talvez aprendessem nas ruas e com os “ótimos” pedagogos de suas escolas seculares!
Incoerência é o que não falta. Já congreguei em uma igreja onde pregavam que usar adornos era pecado e levava para o inferno. Certo dia chegou um pastor de Brasília, inclusive com uma ótima e bíblica pregação, que convidou a esposa para cantar e a mesma estava com um colar. Oh, oh, que escândalo! Se era pecado, porque o dirigente do culto deixou a mesma cantar? Ora bolas! Incoerentes! Os mesmos que condenam um brinco se vangloriam de seus “prendedores de gravatas”. Já vi até igreja legalista rifando prendedor de gravata!!! Que coisa não?

Conclusão

Muitas oportunidades foram perdidas nas Assembléias de Deus por causa do legalismo. Uma rica revista é desprezada por sua “liberalidade”, mas enquanto isso as mesmas igrejas não boicotam os pregadores sensacionalistas, as músicas triunfalistas, os pastores politiqueiros, as brigas eclesiásticas etc. Jesus bem disse que coam o mosquito, mas deixam passar o camelo!


Notas:

[1] Leia mais sobre o boicote nos blogs do pastor Altair Germano e do irmão Ednaldo, além do fórum de discussão no Orkut:

a) http://altairgermano.blogspot.com/2008/12/o-adolescente-e-o-mundo-lio-bblica.html
b) http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=11288050&tid=2503842994456488218
c) http://divinitatisdoctor.blogspot.com/2008/12/no-proba-ensine.html

[2] Para você que não é assembleiano, saiba que o termo “liberalismo” aqui é aplicado em relação aos usos e costumes e não a teologia desenvolvida por Rudolf Bultmann ou Friedrich Schleiermacher. Boa parte dos assembleianos ou membros de outras denominações legalistas costumam usar o termo “liberalismo” referindo-se aos costumes. É bom lembrar que isso acontece entre conversas e nos púlpitos, mas não na literatura pentecostal.

[3] Elaine Viana de Almeida Cruz é psicóloga clínica e escolar, terapeuta de família e especializada em Psicomotricidade e Dificuldades de Aprendizagem. É Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense - UFF, professora universitária, e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. É missionária e conferencista internacional. Como escritora tem vários livros publicados (pela MK Editora e CPAD) e recebeu o “Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional”. É casada com o pastor e Oficial Superior da Marinha do Brasil, Alvaro Cruz, e tem dois filhos, Thiago e Pamela. É filha do famoso teólogo Abraão de Almeida, que ficou conhecido por suas obras de escatologia dispensacionalista. Em setembro de 2008, Elaine Cruz conquistou a cadeira de imortal na Academia Evangélica de Letras.

PS: Assista ao vídeo onde discuto o "boicote das revistas". 

Obs: Não deixe de assistir o Canal do Blog Teologia Pentecostal no You Tube. Acesse:

27 comentários:

Victor Leonardo Barbosa disse...

Apesar de discordar de certos pontos teológicos dessa revista, dentre os quais sobre a questão dos ritmos e gírias, não creio que tal medida tenha sido saudável. Pelo contrário, o que deveria ser feito era: se temos uma determinada posição sobre o assunto, deveríamos mostrar por A + B porque. Ou seja, deveríamos ensinar e não proibir com o uso da força.

Já relatei o fato para meu coordenador de escola dominical, a revista será passada sim, mas com uma perspectiva um pouco diferente da apresentada pela autora, mas nada de legalismo e escuridão espiritual-intelectual.

Importante post irmão Gutierres, pois problematiza tal questão.

Começaste com tudo!!!rsrsrs

Josélio disse...

Repito aqui no seu blog o comentário que fiz no blog do Pr Altair.

Assino embaixo do que Paulo diz em Cl 2.20-23:

"Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que, como se ainda pertencessem a ele, vocês se submetem a regras: "Não manuseie!", "Não prove!", "Não toque!"? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não tem valor algum para refrear os impulsos da carne".

Comentei também no blog Perícopes do Cotidiano Cristão o seguinte:

alguns dias dias atrás um irmão me disse que a igreja deveria determinar qual versão da bíblia seus participantes deveriam usar, ou seja, mais uma norma. É brincadeira!

Durante alguns tempos eu vinha lutando para ganhar uma família para Cristo, por meio projeto minha esperança finalmente ela aceitou a mensagem do evangelho, quando fiz o convite para irmos à igreja eles me disseram que não iriam para AD porque lá não era permitido às mulheres usarem calças, e homens bermudas, tentei argumentar que não haveria nenhum problema mas mesmo assim não aceitaram preferindo se congregar na igreja Batista.

Acho que devemos pensar um pouco mais sobre isso.

Agora sou surpreendido com mais essa da lição da EBD.
Sou um dos dois superindentes da EBD da AD em minha cidade e recebemos com gratidão a lição deste trimestre, não temos medo de debater o assunto.

Você colocou muito bem quando disse: "Quem vai ensinar esses adolescestes sobre drogas e sexo? Ou será que é pecado falar esses temas com os jovens? Talvez aprendessem nas ruas e com os “ótimos” pedagogos de suas escolas seculares!"

Josélio

Talita Cristina M.Santos disse...

hu hul!!!
Gostei do post
fui uns quatro anos da minha vida aluna da escola dominical, na sala dos adolescentes, um ano recebi uma revista parecida com essas(sçao sempre os mesmo assuntos com algumas varianças)e isso não é ruim , é bom muito bom porque tem que enfatizar a realidade da juventude cristã que é tentada por drogas e sexo a todo tempo, ainda leio algumas liçoes, meu pai é dos professores da EBD da AD, amo essas revistas.
O liberalismo só atrapalha será que não esta na hora de remover essa barreira?

Shalom Gutierrez
Uma vez leitora , Sempre Leitora

Gutierres Siqueira disse...

Segue as observações do irmão André Tadeu de Oliveira, jornalista e bacharelando em teologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, além de membro da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo-SP.
Oliveira faz uma importante observação das diferenças entre Schleieramcher e Rudolf Bultman. Segue o texto (mandado por e-mail):

“Não dá para comparar Schleieramcher com Rudolf Bultmann. Mesmo sendo relativamente polêmico, Bultmann surgiu junto com a escola neo-ortodoxa do início do século passado. Posteriormente, se distanciou do grupo liderado, principalmente, por Barth, situando-se, na minha modesta opinião, em uma suposta "esquerda" da corrente dialética. Não obstante, Bultmann apregoa de forma clara a exclusividade de Cristo na salvação humana. Usando ferramentas da filosofia existencialista, e bem fiel a sua origem pietista luterana, o encontro pessoal do ser humano com Cristo é a base de sua teologia. Para ele, pouco importava as supostas teorias a respeito do Jesus histórico. O centro era o Cristo da fé. Ora, isto é justamente o oposto do liberalismo teológico clássico, que buscava, até mesmo de forma neurótica, reconstruir passos da vida de Jesus como base para a fé.
Tenho algumas restrições a certas teses de Bultmann. Mas, seguindo o exemplo paulino de examinar tudo e reter o que é bom, encontro coisas bem interessantes em sua obra. A questão do encontro pessoal do pecador com Cristo, assim como uma radicalização do "sola fide " dos reformadores, são contribuições relevantes de Bultmann para a teologia”.

Publico essa observação do irmão André, pois entender o sistema teológico de cada um desses nomes acaba sendo uma tarefa complexa, pois Schleieramcher é diferente de Bultmann, que é diferente de Tillich, que é diferente de Barth etc.

Pulpito Cristão [blog] disse...

Olá Gutierrez,

Infelizmente a nossa denominação tem coado muitos mosquitos e comido elefantes. A AD de manifestou com tanta enfase contra o G-12 quando o gedozismo chegou ao Brasil, e hoje tem pastor gedozista candidato à presidencia da nossa convenção! E tem também aquele outro, que vende a "Bíblia do Milhão" que é candidato à vice-presidencia. Aliás, sabe-se que esse anda aos abraços com o "Ap." Renê Terra Nova, figura um tanto heterodoxa (para não dizer esquisita).

Enquanto a coisa aqui no Brasil pagava fogo, o famigerado pregador "Marquito", garoto propaganda da GMF Consórcios. aderiu à Idolatria Geografica e anda queimando pedidos de oração no Monte Sinai. Não bastasse isso, esse pregador de triunfalismo e prosperidade, angeólatra de carteirinha, fundou seu próprio ministério: a Catedral do Avivamento, com direito a lojinha e tudo mais. O estranho é que esse camarada continua filiado à nossa convenção, a CGADB! Como pode isso?

Parece que o negócio é fazer vista grossa, tal como nos tempos do sacerdote Eli, quando os jovens Ofni e Finéias faziam o que bem queriam enquanto o papai descansava a sua morbidez na cadeira sacerdotal...

Por tudo isso, como você pode ver, coar mosquitos e engolir camelos não é exclusividade dos líderes do Mato Grosso e Pernambuco: Nós, membros e pastores da Assembléia de Deus, temos que engolir muitos camelos, lagartixas e sapos de pernas abertas para continuar pertencendo a esse sistema político com pretensões religiosas.

Claro que há excessões, Gutierres, e eu acho que você é uma delas, assim como eu busco ser. Porém, acaso a existencia de excessões não seriam a confirmação de que há uma regra?

Deixo isso para a nossa meditação. Que Deus nos abençoe.

Em Cristo Jesus,

Leonardo G. Silva

Anônimo disse...

BOA NOITE

irmão gutierres. e demais irmãos desejolhes um feliz 2009
com muita unção.

PRIMEIRO QUERIA LHES DIZER QUE SOU MUITO ABENÇOADO POR SEMPRE ESTÁ VISITANDO ESTE BLOG ESTE CANAL DE BENÇÃO.

mais uma coisa está me chamando a atenção no meio pentecostal assembléiano.

a eleição em vitória es.
vai dar problema, porque digo isto. a muitos crentes maduros hoje que não vão aceitar mais o legalismo que nada tem haver coma biblia. uma coisa totalmente criada pelo homem, e por gente que se acha que são donos de igreja. campo e ministério.
uma coisa me chama a atenção se por ventura esta convenção rachar
pode ter certeza muitos campos deixaram de ter donos e muitas convenções estara dando mais oportundiades a milhares de bons obreiros que estão ai querendo fazer algo a mais, na obra de cristo, mais por uma questão de uma convenção tão grande ter apenas uma duzia de escritores de EBD que isto é uma vergonha
outra coisa a uma facudlade de t eolgoia na bahia que tem curso até de mestrado e doutorado em teologia
porque não por o rapaz la que é doutor na aréa para fazer algumas obras teologicas para cpad que está tão fraca teologicamente
eu ainda não sei quem são os teologos pertencente a cgadb
alguem poderia me dar uma base

olhando nas faculdade teologica da cgadb que estão ligada a ela.
da para notar que tem gente que é P.HD na areá
afinal quem são os nosso teologos

os batistas sabem quem são os deles

os da ipb
os da ielb e da ieclb e os da ieab
mais os da cgadb quem são?

fica meu pedido
se algum teologo que frequente este blog mui acessado puder me responder.

estarei aqui aguardando

abraços

vinicius

Eliseu Antonio Gomes disse...

Gutierres

Tenho em mãos a edição dessa revista. É a mesma lançada há dois anos atrás, e que veio a causar polêmica parecida.

Porém, o lançamento atual tem retoques, amenizando o tema do namoro (lição nº 11). E diversos tópicos, em lições de diferentes, foram modificados também.

Acredito que, como é "uso e costume" (trocadilho que não poderia deixar de fazer), nossos irmãos legalistas estão criticando sem saber realmente o que. Não chegaram nem a ler o conteúdo da revista.

É sempre assim, algo é satanizado, e a banda toca sem saber a música e o povo grita o sangue de Jesus tem poder.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes
http://belverede.blogspot.com/

Anônimo disse...

É lamentável que algumas igrejas em nome de sua pseudoreligiosidade farisaica e legalista impedem que os seus adolescentes recebam bom material e exemplo de ensino.
Depois ficam lamentando que os jovens preferem o mundo do que a igreja.
Alías os material de ED da CPAD é ótimo! Parabéns a editora (eu mesmo, não sendo de AD adquiro as revistas para minha consulta e inspiração)
Foi bem observado neste artigo, que enquanto há uma preocupação farisaica de não permitir que bom conteúdo chegue as mãos dos adolescentes, os mesmos fariseus pregam um evangelho que não é o evangelho de Cristo, mas o evangelho do anticristo.
Temos um crise de teologia em nossos dias. Muitos pastores, presbíteros e diáconos não tem noção básica de teologia. São papagaios que repetem os mesmos chavões, mas não são capazes para fazer uma reflexão teologica séria.
O legalismo e a teologia à moda da casa são o catecismo destes pastores, a Bíblia é apenas uma livro de referencias fora do contexto.
Por isto entendo que assembleianos sérios e comprometidos com a Bíbia cada vez mais estejam simpatizando-se com os reformados piedosos, pois estes ainda procuram colocar a revelação bíblica no centro do culto cristão (J.Piper e Mark Driscoll, que já foram abordados neste blog são apenas dois exemplos).
Outros que ficaram cansados de lutarem contra o legalismo e a politicagem na AD saíram e tem seus próprios ministérios
Falando em policitcagem,a eleição da CGADB é em Abril... até eu que não sou da AD sei disto, pois estão usando a TV aberta para começar a campanha política....e não tem chapas, mas tem dois caras disputando a presidência e os aliados... Assim batista, metodista, presbieriano e o mundo fica por dentro da política das ADs... Eu nem sei quem é o presidente da convenção a qual pertenço, mas conheço os candidatos da CGADB.
A AD é uma benção de Deus. É ela que evangelizou o Brasil de ponta a ponta. É uma igreja verdadeiramente brasileira (apesar dos fundadores serem suecos) e de grande impacto. Pena que no seu meio os legalistas, politiqueiros, despotas estão ganhando espaço e desfigurando a missão desta denominação tão abençoadora!
Abraço a todos,
Matias

Clébio Lima de Freitas disse...

Irmão Gutierres, A Paz do Senhor Jesus!

Tenho minha opinião formada sobre esse revista. Acredito que a melhor maneira de tratar essas questões não seria boicotando a revista, se o professor não concorda com o autor da revista ele deve explicar isso para os alunos e mostrar-lhes na Bíblia o texto que o faz descordar do comentário, isso é muito mais saudável, afinal, os autores da CPAD não são perfeitos e pra ser sincero, apesar de reconhecer que essa revista proporcionará horas de intenso aprendizado para os adolescentes com assuntos pouco tratados pela maioria das famílias, não concordo com algumas de suas afirmações! Desde quando é edificante ouvir música pesada ou dançante ou falar gírias? Apesar dessas coisas serem lícitas dependendo do caso, ainda assim são coisas que não convém?! Porém, mais uma vez afirmo que essas igrejas não agiram com sabedoria, pois certamente essa revista proporcionaria muito conteúdo edificante e importante para esses adolescentes.

Att,
Clébio Lima de Freitas
clebiolima.blogspot.com

zwinglio rodrigues disse...

Gutierres, paz!

Assembléia também dividida nessa questão?!! Nada de novo!!!

Denominação é sinônimo de cisma, racha... nunca que ela em seu interior, ou em relação às outras, se posicionará objetivando o bem do Corpo, mas batalhará sempre por ela mesma...

Diferentemente do que aconteceu no Primeiro Concíclio da Igreja em Jerusalém, no ano 50, onde os ministro primitivos estavam interessados no bem estar do Corpo... dos sujeitos... o que ocorre hoje nas denominações, e nesse caso específico, é a busca pela manutenção do vigor denominacional que divide, aliena, e faz os mais esclarecidos atacarem os irmãos mais ignorantes...

Denominação é isso aí... e muito mais...

São válidos seu texto e sua expressão em vídeo... contudo, afirmo-lhe que essa é uma luta inglória... foram os campos de Pernambuco e Mato Grosso que boicotaram a revista? Muito bem! Outros campos boicotarão outras propostas consideradas "liberais" e "libertinas" que venham surgir no futuro próximo... isso é Denominação...

É interessante... alguns daqueles que como você estão criticando a decisão de alguns em rejeitarem a revista, defendem o ministério pastoral feminimo, coisa que você rechaça...

E o Espírito Santo, onde fica em tudo isso? Não é Ele o Mestre ensinador?!! Nossas cabeças denominacionalistas e cheias de nossas teologias nos impede de avançarmos como um Corpo bem ajustado...

Ednaldo disse...

Sinceramente, não sei quanto aos irmãos, mas vejo que a longo/médio prazo esse tipo de atitude é perigosa, primeiro por mostrar divisão na denominação, segundo por criar para alguns um tipo de "tradição eclesiástica" com autoridade semelhante as Escrituras (isso lembra alguma coisa?), porque muitos chamam os usos e costumes de "doutrinas da igreja".

Outra questão levantada é o despreparo da parte de muitos dirigentes/professores para tratar de forma madura esse tipo de ensino.

Como escreveu o irmão Clébio, se o professor não concorda com determinado ponto da lição, exponha sua posição a Luz das Escrituras, e não simplesmente boicote a lição, pois essa atitude também pode incitar uma curiosidade nos alunos que podem facilmente atraves da internet obter tais lições, causando problemas justamente por não haver um adulto dirigindo o aprendizado.

Ednaldo.

Juber Donizete Gonçalves disse...

Gutierres,

Um absurdo esse boicote a revista de adolescentes. Tem pessoas que acham que porque os pioneiros não aderiram isto ou aquilo em sua época não se pode fazê-lo agora. Dizem: "Não foi assim que nós aprendemos dos nossos pioneiros". Ora, nossos respeitos, admiração e honra aos nossos valorosos pioneiros da nossa denominação, mas não vamos canonizá-los também. Mas não se pode esquecer que eles também foram produtos do seu tempo da sua cultura. Mas grande parte do nosso povo desconhece a história da igreja. E se soubessem que Spurgeon e C.S.Lewis faziam uso do cachimbo. Quantos que não sabem porque as primeiras igrejas protestantes no Brasil não usavam cruz? Poderia citar vários exemplos, mas vou ficar por aqui. Infelizmente o legalismo ainda faz seus estragos em nossa igreja.

Parabéns por postar esse assunto.

Gutierres Siqueira disse...

Victor Leonardo Barbosa, a paz!

É isso que sempre deve acontecer. Quando um professor não concordar com algum ponto da revista, então cabe ao mesmo fazer uma boa contra-argumentação! Agora, boicote é coisa da "Santa" Inquisição!

Gutierres Siqueira disse...

Josélio, a paz!

É isso aí. Legalismo e mais legalismo atrapalhando o desenvolvimento do Reino de Deus.

Gutierres Siqueira disse...

Talita, a paz!

Como antiga aluna dessas revistas você pode ver como a qualidade das mesmas são louváveis. Será que os autores do boicote leram as revistas?

Gutierres Siqueira disse...

Leonardo, a paz!

Infelizmente temos engolido muitos elefantes, camelos, rinocerontes e dinossauros... Em breve escrevei um texto fazendo comentários sobre as eleições da CGADB!

Gutierres Siqueira disse...

Vinícius, a paz!

Obrigado pela participação. Realmente falto-nos mais faculdades oficias, que ainda são poucas. A única faculdade oficial da CGADB é FAECAD, no Rio de Janeiro. Ainda é muito pouco, precisamos de mais, em cada canto do país!
Sobre a CPAD, vejo que ela melhorou bastante e tem caminhado cada dia para a excelência. Fico muito grato a Deus pela Assembléia de Deus ter uma editora competente. Vejo a CPAD como um fio de esperança nas bagunças de nossa denominação!

Gutierres Siqueira disse...

Eliseu Antonio Gomes, a paz!

É isso aí, "algo é satanizado, e a banda toca sem saber a música e o povo grita o sangue de Jesus tem poder". Você foi bem feliz nesse frase, pois demonstra a falta de senso crítico em nosso meio. Disse Paulo que "se julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados"!

Gutierres Siqueira disse...

Matias, a paz!

Enquanto essas igrejas boicotam uma ótima revista para adolescentes, os mesmos são todos os dias alimentos por "porcarias" na TV, internet, escolas, grupos de colegas e até mesmo na família. A igreja seria a esperança, mas a mesma prefere fechar os olhos e achar que os adolescentes crentes estão no "redoma" chamada santidade.

Sobre as eleições da CGADB, em breve escrevei um ou mais artigos sobre o assunto.

Gutierres Siqueira disse...

Clébio Lima, a paz!

Esse deveria ser o real procedimento, em lugar de boicote, o melhor seria debates e análises por parte de professores e alunos!

Gutierres Siqueira disse...

Zwinglio, a paz!

Toda denominação passa do processo de "movimento" para a "burocratização". Esse é um processo que cedo ou mais tarde acontece com todas as instituições, das mais diferentes correntes. Infelizmente, muitos esquecem que a função de uma instituição denominacional é ajudar a construir o Reino de Deus (ou seja, a Igreja com I maiúsculo).

Agora, penso que você se equivocou quando disse que os mesmos líderes do boicote são os mesmos que defendem a pastorado feminino.

Gutierres Siqueira disse...

Ednaldo, a paz!

Quando vejo alguns crentes falando a valorização que os católicos fazem da tradição, parecem que os mesmos se esquecem que a tradição tem um peso horrível no meio evangélico. Como diz o Rev. Nicodemus, é a alma católica do evangélico brasileiro.

Gutierres Siqueira disse...

Juber, a paz!

É isso mesmo, valorizam tanto a passado que em lugar de aprenderem com os erros cometidos, preferem continuar perpetuando. O mesmo não acontece que os acertos do passado

Victor Leonardo Barbosa disse...

Grande irmão Gutierres, não pense que somente os que concordam conosco acessam nosso blog. Na verdade, na grande maioria das vezes somente os que comentam são os que corcodam. Não pense que o recado não está sendo dado.

Um, grande abraço e Paz do Senhor!

zwinglio rodrigues disse...

Gutierres, paz!

"É interessante... alguns daqueles que como você estão criticando a decisão de alguns em rejeitarem a revista, defendem o ministério pastoral feminimo, coisa que você rechaça..."

---------------

Explico:

o Pr. Germano, assim como vc, também não concorda com o boicote à Revista... nesse campo, vocês estão juntos... mas ele defende o ministério pastoral feminino... ao passo que vc não... ou seja: uma hora alguns se juntam, outra hora esses mesmos se afastam...

Denominação é isso... nada além disso..

Foi isso que quiz dizer...

Anônimo disse...

[b]Компания GPS-Group предлагает:[/b]

- GPS навигация(для транспорта, КПК, мобильных телефонов).

- Навигаторы(для охоты, рыбалки, путешествий(туристические, автомобильные)).

- Любая модель навигатора Garmin под заказ! Доставка в ваш город бесплатно!

- Установка програмного обеспечения и картографии на ваш навигатор.

- Системы контроля передвижных объектов. Gps логгеры и треккеры для отслеживания текущего местонахождения и пройденого пути(сидя на работе вы всегда будете в курсе где находится ваш автомобиль, родные или близкие люди).

- Оптимизация затрат по транспорту.

- Автомобильные сигнализации с возможностью оперативного отслеживания и дистанционного блокирования двигателя в случае угона или нападения.

- Отслеживание и просмотр места нахождения транспорта в режиме реального времени, просмотр пройденого маршрута.

- Датчики для контроля уровня и расхода топлива(позволяют отслеживать объем и места заправок, возможных сливов/недозаливов топлива; вести учет расхода топлива для всего автопарка не по установленным нормам, а по реальному расходу). Датчики включеного/отключеного зажигания и т.д.

[url=http://gps-group.hdd1.ru]Узнать подробнее…[/url]
http://gps-group.hdd1.ru

Anderson Ferreira disse...

Voces podem falar que a Igreja Assembleia de Deus é legalista ,mas ninguém explica como uma igreja tão legalista como a de Pernambuco é a que mais cresce no estado e uma das maiores do Brasil explica isso o povo é burro ou é o agir sobre a igreja do Espirito Santo voces falam muito e oram pouco se b´´iblicamente a igreja não tem heresias o Espirito Santo ainda age na igreja não tem pq falar Orem mais e falem menos e Leiam Tiago 4.11,12..... Fiquem na paz