sábado, 21 de março de 2009

O perigo do fanatismo religioso: O caso Jim Jones!

No último novembro a tragédia provocada pelo “reverendo” Jim Jones completou 30 anos. Esse louco levou 900 pessoas a tomarem veneno em nome de sua crença doentia. Assista essa interessante reportagem da Rede Globo sobre esse caso.




Leia mais sobre a tragédia do fanático Jim Jones: http://www.cristianismohoje.com.br/artigo.php?artigoid=36349

5 comentários:

Lucas Marin disse...

Isso sim é fanatismo religioso!

Fico impressionado quando fico sabendo que alguns tem por legalistas os que extraem o preceito bíblico de renúncia, do eu, da carne, do mundo...(tudo é claro levado em seu bom sentido bíblico)

Gilson disse...

O perigo da espiritualidade desumana. Em gênesis 3:5, a serpente propõe o germe de uma espiritualidade maldita: “sereis como Deus”. A tentação de uma espiritualidade que nos arranque da vida comum é extremamente perigosa. É uma das “mais astutas ciladas do Diabo”, tentando sempre nos fazer acreditar que podemos ser como Deus, Ef 6:11, ciladas estas que são combatidas com armas espirituais citadas na mesma passagem, que se resumidas todas apontam para a Palavra de Deus e oração e que nem sequer fala de jejum, se este é como a grande arma contra demônios porque Paulo não o cita nessa passagem principal em toda a bíblia nesse assunto? O assunto de Paulo e abrangente e inclui todos os demônios, sera que alguma classe especial ficou de fora? Sera que essa é a saída hermenêutica e exegética dos religiosos?. A exigência de obediência cega é altamente perigosa. O grande problema é ir contra a verdade, e colocar praticas religiosas como formulas ou receitas, do tipo: “contra demônio só jejum e oração”, tomando como base Mateus 17:21[Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum.] (todo versículo não consta das copias mais antigas em grego) e Marcos 9:29 (cujo acréscimo é e com jejum), e todos podem conferir nas versões mais sérias e de estudo (estes trechos vem entre colchetes, ou com notas de rodapé) e quem tiver a ILUMINA consulte as versões revistas e atualizadas.
O triste é ver como hoje ocorrem essas distorções de coisas que deveríamos ser mestres, e criam-se doutrinas baseadas em acréscimos, os quais Jesus jamais os citou. Agora imaginem esse negocio de unção, que é visto como uma possessão do Espírito Santo nos servos de Deus, até onde eu sei, esse negocio de possessão ocorre no espiritismo. O Espírito Santo HABITA em nos (nos que crêem em Jesus e nas suas promessas contidas na Palavra de Deus). Deus não assina em baixo de nada que não esteja contido em Sua Palavra. Essa desculpa de que Deus pode tudo se Ele quiser é diabólica, Ele se limita pela Sua Palavra, as quais contem suas promessas. Esse negocio de dizer também que o que vale é a intenção e que os fins justificam os meios também são diabólicos e totalmente antibíblicos.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Gutierrez!
Atitudes malignas com a aqui postada, não devem ser esquecidas pela humanidade, principalmente por aqueles que querem a verdadeira e perfeita vontade de Deus!
Marnata!
Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Gutierres Siqueira disse...

Lucas, Gilson e Pr. Carlos,

Vemos no caso Jim Jones o perigo que a fé cega e sem orientação nas Escrituras pode casa numa comunidade.

Juber Donizete Gonçalves disse...

Gutierres,

É perigoso quando vemos pessoas seguirem cegamente um lider religioso. No caso de Jim Jones, o fim foi uma grande tragédia. Que a História sirva de lição aos incautos.

Abraço.