segunda-feira, 20 de abril de 2009

O fascínio pelas mensagens subliminares

Os evangélicos nutrem um fascínio por decifrar e identificar mensagens subliminares. Na década de 1990, o pastor brasileiro Josué Yrion fez sucesso ao explicar cada traço “diabólico” e “oculto” nos desenhos da Disney. Alguns pregadores que sempre foram ex-bruxos, ex- feiticeiros, ex- alguma coisa costumam relatar os planos diabólicos por trás da mídia e de famosos artistas. Essas pessoas trabalham com a curiosidade aguçada dos seres-humanos e normalmente fazem sucesso com esse tipo de mensagem.

Nessas “pregações” são comuns relatos de crianças hipnotizadas por imagens de TV (sic!). Outros relatam que bonecas de personagens da televisão encarnaram demônios. Alguns afirmam que algumas emissoras apresentam salas secretas para sacrifícios de animais ao diabo. Outros dizem que os satanistas revelaram planos do diabo para destruir a igreja (ora, nada mais óbvio, o diabo sempre quis destruir a igreja). Portanto, muito tempo dos cultos são gastos com esse tipo de mensagem.

Existe mensagem subliminar?

Sim. Quando o olho humano enxerga uma imagem de vídeo, tudo não passa de uma ilusão. Na verdade, o olho está vendo uma série de fotos, colocadas de modo tão rápido, que parece uma seqüência sem interrupções. Não existe imagem de vídeo pura, mas sim uma seqüência de fotos. Se uma dessas fotos apresentarem uma mensagem que destoa de toda a seqüência, então se tem nesse caso um exemplo de “mensagem subliminar”, pois o olho humano é incapaz de enxergar essa foto, mas o cérebro capta a mensagem.

Não há nada de místico nessa tarefa. Qualquer editor de imagens é capaz de criar uma foto adulterada para produzir uma mensagem subliminar. Porém, essa prática é proibida pelas regras de propaganda. Qualquer empresa que usar desse experiente será punida.

Portanto, “mensagem subliminar” pode ser definida como um estímulo não muito intenso de códigos imagéticos, que não passam do limiar da consciência.

A mensagem subliminar é capaz de manipular alguém?

Não, ninguém é uma tábua rasa em que mensagens imagéticas ou sonoras são capazes de torná-las um zumbi ambulante. Nenhum recurso de imagem é capaz de minar o livre-arbítrio do homem, tornando um ser inconsciente e manipulável.

Exemplo claro estava nas propagandas de cigarro para a televisão. Esses comerciais eram os melhores e os mais bem produzidos. Quem não se lembra daquele comercial que usava um carro de Formula Indy fazendo manobras na neve, como os símbolos do cigarro Hollywood? Era tão bem produzido, que as pessoas paravam em frente à televisão para observá-lo. Agora, nem todos que gostavam da produção foram levadas ao vício do fumo, mas somente aqueles que já tinham uma pré-disposição básica para fumar. Ou seja, por melhor que fosse o comercial, efeito nenhum tinha sobre os que detestavam cigarros, mesmo adorando a produção com as manobras da Formula Indy.

Ninguém fuma por causa de um comercial. Agora, aqueles que já possuem uma tendência para esse vício, são claramente influenciáveis pela propaganda para tomarem uma decisão ao cigarro. Porém aquele que odeia a fumaça irritante dos fumódromos, nenhuma produção é capaz de mudar a sua opinião, mesmo com mensagens subliminares, pois o mesmo já apresenta uma resistência (pré- disposição para rejeitar) para com o cigarro. Imagine aquela comida que você detesta: talvez brócolis, ou quem sabe uma torta de limão, você mesmo tem consciência que propagandas não o levaram a um comportamento zumbi. O comercial não é capaz de controlá-lo ao ponto de que você coma o que detesta.

Manipulação literal não existe!

Quando milhares de alemães seguiam as loucas idéias de Hitler, alguém poderia pensar que isso era fruto da poderosa retórica nazista de um líder sagaz. Ora, as pessoas foram convencidas e manipuladas por Hitler, mas também tomaram uma decisão para seguir esse sanguinário.  Portanto, manipulação literal não existe perante alguém em sã consciência. Os alemães leais a Hitler eram tão perversos que aceitaram essa liderança por espontaneidade. Uns resistiram e foram mortos ou exilados. Cada grupo tomou uma decisão. Eram pessoas com liberdade de escolha.

Quando uma garota de família decente resolve namorar um bandido, isso é uma decisão livre dela.  Não foi a lábia desse rapaz que fez a cabeça dela, mas ela que decidiu tomar uma decisão louca. Quando uma pessoa compra algo que não precisa, isso não é a precisão retórica do vendedor, mas sim a disposição consumista do cliente que não resiste a uma promoção. Portanto, manipulação literal não existe perante pessoas dotadas de livre-arbítrio.

Ah, mas aqueles garotos que atiram nos amigos da escola por causa de vídeos games violentos? Esse tipo de psicopata torna-se violento não pelo game em si, mas ele busca o game para extravasar sua violência interna, que já existia bem antes dos aparelhos. Portanto, a violência não vem depois do game, mas antes dele, motivando o mesmo a adquiri os piores e mais sanguinários dos jogos. O jogo será o estímulo.

Outro exemplo citado como manipulação é a hipnose. O famoso psicanalista Sigmund Freud utilizava os métodos do hipnotismo nos primeiros anos de sua pesquisa com pacientes que apresentavam traumas.  Mas, depois Freud abandonou esse método, pois percebeu que muitos fantasiam o seu passado, que não passava de uma peça imaginária.

A expressão “lavagem cerebral” é muito equivocada. Quer dizer que alguém pode retirar toda a bagagem mental de um ser humano para manipulá-lo, colocando outra ideologia no lugar? Isso é improvável. Fato é que muitos adeptos de seitas que controlam todos os aspectos da vida de um indivíduo, vez por outra caem num momento de reflexão e saem da seita. Vários adeptos da seita de Jim James saíram antes do trágico suicídio coletivo, promovido por ele. Mas do que “mudança de ideologias”, os sectários alimentam o medo ou um falso prazer para os adeptos.

Pessoas são influenciáveis

Sim, claro que todos os seres humanos são influenciáveis. Todos também possuem pré-disposição para abraçar o pecado, portanto os estímulos nessa área ajudaram o indivíduo a pecar, mas o mesmo tomará a decisão pelo pecado. Alguém que vive num ambiente de violência pode ter despertada a sua tendência violenta, que é um tanto natural em todos os seres criados nesse mundo. Portanto, a mídia tem influenciado muito a sociedade, mas manipular plenamente é improvável.

Evitar os exageros de acreditar que tudo é “manipulação”, “lavagem cerebral”, “complô” etc., torna-se uma tarefa saudável e menos frenética. Porém, é preciso ter consciência e discernimento que muitos tentam influenciar negativamente, então necessário se faz criar resistência por aquilo que é ruim e sempre desenvolver um senso crítico.

9 comentários:

Anônimo disse...

Paz! Parabenizo-o pelo seu blog pelas excelentes postagens e conteúdo nele existente.

Concordo com aquilo que o ir afirma neste artigo. Se começarmos a enveredar por estas coisas, nunca mais vivemos em paz com aquilo que nos rodeia.
Apenas gostaria de indicar, não sei se já conhece, a "mensagem subliminar" existente na música de Régis Danese, Faz um Milagre em Mim.loll
É preciso ser muito subliminar para fazer uma coisa destas.

Deixo o link: http://www.youtube.com/watch?v=xrDkCxgdhSk

Abraços e Deus o continue a abençoar.

Anônimo disse...

Paz amado o link do video do régis Danese é o seguinte:http://www.youtube.com/watch?v=xrDkCxgdhSk

Julgo me ter enganado na postagem anterior, faz favor de substituir.

Abraços uma vez mais

Almeida disse...

Paz,

ótimo, que bom poder ler suas postagens. bem colocado suas palavras. Parabéns irmão.
E a paz do Senhor. Permaneça sempre em Cristo. Sucessos.

Almeida disse...

olá, paz do senhor.

Paranbéns, bem colocado seus pensamentos. Que Deus o ilumine ainda mais. Suas postagens são de um proveito sem igual.

Saudosamente, em Cristo.

Lucimauro Marques Ferreira. disse...

Parabéns pelo texto Gutierres.

Sempre existiu esse tipo de, vamos dizer "fobia" no meio Evangélico e principalmente Pentecostal em relação a alguns tipos de personagens,nos Gibis,Televisão e etc...

Vc disse algo bastante realista pois na maioria das vezes quando se fala de algum tipo de influência negativa em uma pessoa,Criança quando focada em algum tipo de personagem fictício,vemos que tudo que se caracteriza ruim, sempre se parte da própria pessoa,pois na maioria das vezes nem passou pela mente do autor de tal personagem tentar transmitir algo demoníaco para o Publico.

Estes dias fui Criticado por alguns Irmãos de minha Igreja devido a minha afeição pelo Personagem Fictício Batman,onde eles tentaram justificar uma influência demoníaca devido à Mascara do mesmo que tem características de um Morcego,aquela coisa de Chifre semelhante a ideia que o mundo formou sobre a imagem de Satanás,que besteira na mesma hora perguntei a eles aonde que estava escrito na Bíblia que o diabo tinha Chifres,na mesma hora ví que eles não tinham argumentos,pois é a Igreja do Senhor precisa fazer diferença entre o que vale a pena denunciar e o que não vale sabendo examinar tudo e Reter o que é bom.

Aproveitando a oportunidade,gostaria de te perguntar se vc viu essa ultima franquia da saga preciosa do nosso humilde Cavaleiro das Trevas ( Batman) rsrsrsrsrsrsrsrsrs.

Te falo mais uma coisa,se vc não viu,vc ainda não sabe o que é filme
ele tem uma história muito boa,recheada de determinação,bravura,humildade,justiça,recomendo a todos verem.

Confira:
http://www.adorocinema.com/filmes/batman-begins/batman-begins.asp

http://www.cinemacomrapadura.com.br/filmes/2701/batman_-_o_cavaleiro_das_trevas_(the_dark_knight__batman_begins_2_2008)

A paz do Senhor.

Gutierres Siqueira disse...

Caro Anônimo,

Muitos gostam do espetáculo.Vez por outra sai alguém dizendo que achou mensagem subliminar em músicas famosas. Agora, a vítima da vez foi aquela música "Faz um Milagre em Mim".
Eu sinceramente, não aguento mais ouvir essa música, mas daí dizer que possui mensagem subliminar é um tremendo exagero.

Gutierres Siqueira disse...

Almeida, a paz!

Obrigado pela palavras de motivação!

Gutierres Siqueira disse...

Lucimauro, a paz!

Tudo isso se resume em uma expressão: falta de discernimento. Com discernimento fruto do alimento da Palavra tudo se resolve.
Sobre o último filme do Batman, ele é ótimo. Tem um história muito rica, onde aborda a questão do caos.

O Diálogo disse...

Muito boa a postagem...Aqui na minha região existem obreiros especialistas em ministrar palestras com apresentações em vídeo das "tais mensagens subliminares".