segunda-feira, 11 de maio de 2009

Chega de clichês pseudopentecostais! Parte 02

Vamos continuando na nossa missão de desmascarar clichês surrados que enchem os nossos púlpitos, especialmente das igrejas pentecostais. Algumas dessas frases são também colaborações dos amados irmãos que inseriram comentários no último post, quando eles lembraram aquilo que já ouviram por aí.

Se liga no mistério!

Pois é, toda vez que falam em mistério nas igrejas ditas pentecostais eu sinceramente não entendo. Isso é um mistério tão misterioso, que ninguém sabe explicar. O engraçado é que o Mistério de Deus já foi revelado: Jesus Cristo, e esse crucificado, a esperança da glória! (Cl 1.26-27).

Tá ligado!

Onde? Na tomada? Ah, sim! Entendi. Alguns pensam que Mateus 18.18 indica que mandamos no céu. Não é isso? Porém estão totalmente enganados, pois quem liga primeiro é o céu e não a terra. Leia atentamente esse versículo na Nova Versão Internacional (NVI): "Digo-lhes a verdade: Tudo o que vocês ligarem na terra terá sido ligado no céu, e tudo o que vocês desligarem na terra terá sido desligado no céu”. Para quem sabe a língua de Camões, a expressão “terá sido” indica uma ação totalmente concluída, mesmo aplicando-se ao futuro próximo. Portanto, tudo que ligares na terra, já foi ligado no céu. Uma igreja verdadeiramente cristã, em sintonia com a vontade de Deus, somente liga aquilo que já estava determinado no céu.  Nunca se esqueça da hierarquia, rapaz!

Se Deus não fizer isso, eu rasgo a minha Bíblia

Prepotência, arrogância, soberba, idiotice... Quais outros adjetivos poderíamos empregar nessa situação? Uma das frases mais esquecidas da Bíblia (que coitada, pode ser rasgada a qualquer momento por um pregador sensacionalista) é aquela proferida por Jesus a Deus Pai: “não se faça a minha vontade, e sim a tua” (Lc 22.42).

Vamos fazer o inferno tremer

Terremoto no inferno? O porquê disso? Sensacionalismo puro para ludibriar incautos e tomar o tempo da Palavra de Deus com fanfarrices.

Tá fraco! Mais alto. Você é pentecostal!

Ora, ser pentecostal é sinal para tumultuar cultos com barulhos ensurdecedores?  Onde fica o culto racional (Rm 12.1-2). Será que é preciso rasgar também I Co 14 das Bíblias? Ora, porque esse texto paulino condena qualquer conduta de culto humano que atrapalhe a edificação mútua da igreja. Antes de pentecostais, devemos ser bíblicos. Vocês não acham?

Minha teologia é joelho no chão

Sempre no final tem que aparecer aquele cara chato, com ponta de espiritual (mas vai conviver pelo menos um dia com o sujeito). Quer dizer então que a sua teologia é joelho no chão? Bacana, hein. Isso significa que quando você ajoelhar sobre milhos já terá um Phd em joelhologia? Meu amigo vai estudar a Bíblia para não falar besteira e nem para expressar uma pseudo-espiritualidade arrogante! Ah, também não se esqueça de orar direcionado para Deus, e não para si próprio!

13 comentários:

Daladier Lima disse...

Dá uma olhada no título colocaste "ministério", mas falaste sobre "mistério". Concordo contigo. Abraços!

Emmanuel Martins disse...

Paz do Senhor!
Irmão Gutierres, eu acho que você deveria estar preocupado em anunciar no seu blog o evangelho de Salvação e Poder, ao invés de estar massacrando os irmão mais neófitos com seus comentários, que muitas vezes defendem apenas seu próprio raciocínio, e o que o irmão acha que seja pentecostalísmo.
Não que eu goste desses "clichês" tão combatidos(que aliás dogmatizam muitas doutrinas que não estão na palavra de Deus). Mais já que você se sente com a responsabilidade de combater tais coisas combata com amor e não com um "tom" de tanta arrogância como percebo em suas postagens. Acompanho com frequência suas publicações e acho que o irmão deveria ser mais humilde.
Isso é só uma dica!
"Receba" se quiser!

Gutierres Siqueira disse...

Daladier, a paz!

Obrigado pela dica!

Gutierres Siqueira disse...

Emmanuel Martins, a paz do SENHOR!

Caro irmão,

Você sabe tanto quanto eu que nossa missão é evangelizar, mas também discipular e ensinar as nações. Portanto, o que faço nesse blog não é antibíblico, mas sim necessário.

Você argumenta que os meus comentários estão "massacrando os irmãos mais neófitos". Ora, todos esses clichês que ouço vêm principalmente de famosos pregadores, que já estão no ministério por décadas. Portanto, não são novos convertidos, mas sim pessoas que não procuram o amadurecimento e ainda ocupam os púlpitos para falar aquilo que não deveriam. Outra. Essas pessoas ainda contaminam os novos convertidos, já que quando adentramos na igreja buscamos por referenciais para nos espelharmos.

Você também diz: “(os textos) muitas vezes defendem apenas seu próprio raciocínio, e o que o irmão acha que seja pentecostalismo”. Vi no seu perfil do BLOGGER que o irmão coloca como livro preferido um escrito de Stanley M. Horton e ainda se define como “pregador pentecostal clássico”. Para mim, então, é uma surpresa ver que você considera meus argumentos um visão relativa e subjetiva do pentecostalismo. Falo isso, porque não estou inventando a roda. O que escrevo sobre o pentecostalismo nesse blog é baseado na Bíblia e em intérpretes pentecostais, tais como Stanley Horton e outros estudiosos do pentecostalismo clássico.

Por fim, o irmão argumenta que sou arrogante. Pois é, tenho combatido certas coisas com ironia e também com um pouquinho de humor. Peço que não confundas ironia com arrogância, pois se assim fosse, Paulo seria um dos homens mais arrogantes da história e até o próprio Jesus. Veja que não estou ridicularizando aquele irmão novo convertido, pois todos os neoconversos estão em processo de aprendizagem, mas escrevo contra (e assumo isso) uma LIDERANÇA infantil e PREGADORES que ainda nem sabe e nem querem aprender o básico da fé cristã.

No geral, agradeço por acompanhar esse blog. Fico feliz pelas suas leituras.
Abraços!

Mario disse...

Dê uma olhada no meu post "Não tenho teologia mas tenho joelho" em: reflexoes-no-caminho.blogspot.com

Isso aconteceu domingo numa das AD's de Joinville.

Lamentável!

Deus lhe abençoe.

Anônimo disse...

Gutierres, sou frequentador do seu blog e muito tenho crescido com a leitura de suas postagens, apesar de nem sempre concordar com tudo, o que não significa que eu não seja edificado. Talvez até mais, pois isso me instiga a refletir. E confesso que já modifiquei alguns de meus posicionamentos. Bem, tendo em vista seu ponto de vista equilibrado, suas argumentações inteligentes e principalmente suas opiniões baseadas em evidências e na maior delas, a Bíblia, gostaria muito que você postasse algo sobre a glossolalia, as populares línguas estranhas, abordando vários tópicos sobre o assunto, por exemplo: Existe diferença entre as línguas que os primeiros cristãos falaram por ocasião do Pentecoste registrado em Atos e as faladas atualmente na igreja? As línguas que ouvimos hoje na igreja são línguas humanas, dos anjos...? Creio que existam intérpretes na igreja, mas nunca vi, supondo assim que são poucos. Então como fica a recomendação bíblica em 1 Coríntios 14, particularmente nos versículos 27 e 28: "No caso de alguém falar em outra língua, que não sejam mais do que dois ou quando muito três, e isto sucessivamente, e haja quem interprete. Mas, não havendo intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus". É possível ao pastor exercer esse "controle espiritual" durante os cultos? É até engraçado pensar como seria isso! Ou devemos fazer vista grossa às "opiniões de Paulo"? Muitos advogam que não exercido nenhum controle das manifestações espirituais, utilizando, para tanto, o texto de 1 Ts 5. 19, que diz para não se extinguir o espírito (como se toda língua fosse manifestação do Espírito). Como saber objetivamente o limite da decência e da ordem? Tendo em vista que as informações de uma postagem devam ser sucintas, sugeriria que você fizesse ou um resumo sobre o tema ou o abordasse em uma série de posts. Sem querer abusar, gostaria de fazer outra sugestão: Pergunte em uma das enquetes do seu blog quem já teve o prazer de presenciar alguém exercendo a interpretação de línguas estranhas.

Abraço fraterno,

David

pastor guedes disse...

Prezado Gutierres, a Paz!

Tivemos um encontro rápido na Lapa, no Sábado. Você, o Ciro e eu, lembra? O Ciro denominou de "o encontro dos blogueiros".

Seu blog é ótimo e o assunto desse post é muito pertinente. Precisamos de mais vozes como a sua e a do Ciro defendendo uma teologia pentecostal pura e equilibrada. Já conhecia o Teologia Pentescostal, mas agora, depois de nosso encontro, resolvi conhecê-lo melhor.

Foi um prazer lhe conhecer e vou seguir o seu blog. Passa lá no meu http://pastorguedes.blogspot.com

Fraternalmante, em Cristo!

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Gutierres

A lista de chavões é interminável, infelizmente.

Lá pelas bandas do Rio predomina o "terra!", acompanhado de línguas estranhas.

Em outros rincões são as "chaves", os "documentos assinados"", as "cartas em bandeja de prata" e outros "mistérios" mais.

Somos pentecostais, mas precisamos crescer e deixar de ser meninos. O seu blog contribui para nos tornar adultos. Siga em frente com humildade somando forças com todos os que lutam para termos um púlpito melhor.

Abraços

NilmaBostonRio disse...

" Se Deus não fizer isso, eu rasgo a minha Bíblia ".

Sou todo acordo com o seu comentário sobre esses tipos de pregadores que falam isso - e mais os outros cliches - nos pulpitos de nossas igrejas, para "encher linguiça":
Uma PREPOTENCIA tamanha, arrogância, soberba, idiotice... e mais outros adjetivos.

...............................

Registro aqui também a coerência do comentário feito pelo "Anônimo" ali em cima.


by NilmaBostonRio

Armando Marcos disse...

Olá Gutierres! eu achei muito interessante essas suas postagens( a prte 1 e 2) publiqui no meu blog( qu alias é recem criado) solascriptura-tt.blogspot.com. dá um aolhada lá e me diga se gosta?
Abraços
Armando

CarinA disse...

É isso aí, chega de "tay shi shuan gospel". rsrs

A essência é o Senhor, precisamos aprender isso!

Blog massa, parabéns. =)

Deus abençoe.

CarinA disse...

Ahh, estou enganada ou vc esqueceu de um clássico?!

É porque você não está no 'MANTO'

rsrs.

Valdeci do Carmo disse...

Infelizmente esses chavões evangélicos e estão ganhando terreno. é pentecostal canela de fogo e tem unção até o tutano, e assim vai indo.... o que muitos não entendem é que ninguém esta´travando guerra contra quem não fez teologia. eles pensam que queremos promover uma teologia da "letra", mas esse povo sequer conhecem o significado do estudo teológico e vivem falando mal de quem deseja aprender a palavra de Deus. nossos cultos estão se transformando em feita de ofertas. onde se oferta todo tipo de Bênçãos e todas as formas de obt~e-la, menos o principal que é a Palavra de Deus. Muitos jovens estão vivendo a ilusão da chamada "joelhologia".Não é que devamos viver sem a oração, mas precisamos entender que o conhecimento da Palavra de Deus é essencial para qualquer cristão. No princípio só era pregado o AT, e através dele os apóstolos mostravam o cumprimento em Jesus Cristo. eles jamais poderiam fazer isso se não tivessem o devido conhecimento e é claro uma coisa que nós estudantes da Palavra não desprezamos, a ação do Espírito Santo em nossas vidas. Falar dos erros não é atacar ninguém como alguém estava dizendo logo acima...atacar os erros constituidos nos modismos e heresias é nosso dever....nossa obrigação......Pena que não temos mais simpósios para se estudar a Palavra em muitos lugares.

Valdeci do Carmo
valdecidocarmo.blogspot.com