sexta-feira, 22 de maio de 2009

Coisas Sacrificadas aos Ídolos

Subsídios extras para a lição I Coríntios - Os problemas da Igreja e suas soluções- 2º trimestre/2009

Mas tenham cuidado para que essa liberdade de vocês não faça com que os fracos na fé caiam em pecado. (I Co 8.9 NTLH)

O que fazer quando congrego em uma igreja que proíbe aquilo que a Bíblia permite? Onde fica minha liberdade cristã? Sou refém do pensamento alheio? Diante dessas perguntas importantes, a resposta está na maior das virtudes. O amor requer renúncia. Renúncia demanda escolhas e perdas. O amor leva inclusive um cristão maduro a abdicar da preciosa liberdade cristã. Esse é um princípio bíblico exposto por Paulo aos coríntios: Não busquem sempre sua liberdade e os seus direitos!

Os cristãos que congregam em igrejas legalistas devem expor a Palavra de Deus para que essa realidade mude, mas enquanto isso é preciso tomar o máximo de cuidado para não ofender a consciência dos cristãos mais fracos. Portanto, necessário se faz que esse cristão mais forte se porte sem revoluções e quebras de paradigmas de forma violenta. Não devemos nos portar para provocar escândalos, mesmo tendo plena consciência de nossa liberdade em Cristo; sendo também uma liberdade que se apóia nas Sagradas Escrituras.

Não adianta se gabar que não é legalista ou que possui um conhecimento suficiente das Escrituras para não se prender a essas coisas, enquanto despreza o amor ao irmão neoconverso ou imaturo. O conhecimento sem amor é estéril e antipático (I Co 13.2). Portanto, acima de tudo o cuidado deve ser tomado diante daqueles que ainda não possuem uma estruturação bíblica.

Uma pessoa que não cultiva o amor na mesma intensidade de sua dedicação ao conhecimento poderá simplesmente manifestar seus egoísmos sob o disfarce das suas convicções. Tal atitude divide o corpo de Cristo e leva as desnecessárias divisões existentes em muitas igrejas.

Mesmo dessa exposição principal de Paulo, muito ficam com dúvida na questão menor: Podemos comer carnes sacrificadas aos ídolos? Ora, o ídolo não é. Mas essa resposta depende da consciência de cada um. Paulo não proíbe e nem apóia tal atitude:

Não é esta ou aquela comida que vai fazer com que Deus nos aceite. Nós não perderemos nada se não comermos e não ganharemos nada se comermos desse alimento. (v. 8)

Agora, se a consciência acusa e mantém o crente incomodado, é melhor a distância da tal prática. Consciência ferida é pior. “Mas quem tem dúvidas a respeito do que come é condenado por Deus quando come, pois aquilo que ele faz não se baseia na fé. E o que não se baseia na fé é pecado” (Rm 14.23).

9 comentários:

SoS Gospel disse...

Parabéns! Gostei desse seu estudo, muitos não são legalistas, mas acabam sendo piores do que eles!

Nathália Loureiro disse...

Amém... Amei a postagem!!

O amor ágape, e a abnegação é o que temos que ter para vivermos em unidade, em propósito, em comunhão em renúncia... O amor nos dá sabedoria para entender as diferenças que temos, e quando em meio à elas vivemos... O amor é Tudo.

"Se estamos aqui hoje, foi graças à esse amor, o amor àgape".

Com carinho
Nathália Loureiro ;)

Nathália Loureiro disse...

Amém... Amei a postagem!!

O amor ágape, e a abnegação é o que temos que ter para vivermos em unidade, em propósito, em comunhão em renúncia... O amor nos dá sabedoria para entender as diferenças que temos, e quando em meio à elas vivemos.O amor é Tudo.

"Se estamos aqui hoje, foi graças à esse amor, o amor àgape".

Com carinho
Nathália Loureiro ;)

renan_sousa disse...

Deus derrame seu amor sobre você!
Sem o amor de Deus não somos nada!

Vende tudo o que você possui!

Esmolar dinheiro para quê, Se Deus te sustenta? Crianças passando fome, morrendo por vícios e doenças, e você preocupado em pedir mais dinheiro? Para quê casa de luxo, carro de luxo? Enquanto seu irmão morre de fome? Pregar a prosperidade para uma pessoa só? Se todo o dinheiro arrecadado fosse para evangelizar em favela não existiria mais o trafico de drogas!
Ame a seu irmão... De que adianta pregar a prosperidade, ser rico, pedir mais e mais dinheiro para uma obra morta, para uma obra que não agrada a Jesus?
Evangelizar é trazer a palavra de Deus para as pessoas que não a conhecem!
Que palavra de Deus você leva para alguém? Jesus nos ensina que devemos largar tudo e seguir Ele... Se Ele viesse pela primeira vez hoje, você largaria tudo?
Quem sustenta o profeta é Deus e não o povo! Diz-me um profeta que esmolou riquezas?
Elias, Deus milagrosamente o alimentou... Jonas ficou três dias dentro de um animal marinho, Ezequiel 4:12-15 teve que comer pão assado no esterco humano ( Bovino )... Jesus pregava de cidade em cidade... O maior bem de um profeta esta no céu... Não viemos para seguir as leis dos homens. Não devemos cair na corrupção, não devemos vender a palavra de Deus! Não devemos esmolar riquezas, pois quem nos veste é Deus! Seria melhor você nunca ter tocado nos dízimos de ninguém, pois não há ninguém na terra digno de receber as ofertas para Deus! Seria melhor você pregar que o dizimo era para ser dado aos necessitados ! Se todo o dizimista do Brasil ajudasse algum necessitado... Garanto-te que muita coisa nos pais iria mudar!
Que Deus toque no seu coração, e te acorde... E que Deus te fale que o tempo esta próximo, o tempo que riquezas, dinheiro, igreja prospera de bens não leva ninguém a nada !
E sim, chegou o tempo de vender tudo o que temos e dar aos pobres, chegou o tempo de pregar de boca em boca... Chegou o tempo de andar de chinelos e não de ternos! O profeta tem que sofrer o que o povo sofre, se não ele não é um profeta digno! De que adianta colocar uma pessoa rica para pregar a palavra de Deus! Se a palavra de Deus é para os humildes! Seria uma contradição! É tempo de ser humilde, é tempo de levar a palavra de Deus a serio! Chegou o tempo de parar de brincar de ser profeta e ser profeta de verdade! Ser um martire do povo!
Lembre de " Amós 6 " leia com mais atenção o versiculo 6 e 7 !!!
A palavra de Deus não é para ser vendida! Lembre-se também de "Mateus 21:12"
" Mateus10:9" " Mateus 6:19" " Mateus6:24,25" " Mateus 7:15-20" " 2 Samuel 2:22"
Que Jesus volte logo... E que o seu espírito mostre a verdadeira verdade...

Thais Barrinha disse...

Mais uma vez, o texto está ótimo. SoS Gospel falw e disse... e é justamente por isso que ele falou que sou obrigada à dizer:
não é fácil... não mesmo!
Coisas tão comuns usadas no meu dia a dia, se tornam um grande Dragão Branco de 9 cabeças... e o pior é que é pra gente que conhece minha conduta cristã, conhece meu modo de agir, mas mesmo assim... insiste em dizer se Deus está ou não em minha vida pelo o que está "à mais" no meu rosto!
Sou sincera... outras coisas não me incomodam tanto mas é nesse assunto que meu calo aperta. Só mesmo pedindo à Deus que me ensine todos os dias a amar pra conseguir passar por cima destas coisinhas sem fazer cara feia. X(

Emerson Luís disse...

É necessário equilíbrio e bom senso bíblico. Sim, precisamos levar em consideração os sentimentos dos outros e não impor nossos supostos direitos. Porém, se nos acomodarmos, o legalismo prosseguirá indefinidamente causando os males que provoca. Temos que erradicar o legalismo sem cair no liberalismo irrestrito, como alguns fizeram.

Emerson Luís

www.iluminadoresnomundo.blogspot.com

Sidney disse...

Querido gosto muito do seu posicionamento quanto ao Amor que abidica da sua própria liberdade, parabéns pela interpretação.

Porém você afirmou no texto que Paulo nem proibiu nem liberou comer coisas sacrificadas, mas que é uma questão de consciência. concordo com você que nesse caso é uma questão de consciência, MAS DISCORDO DE VOCÊ QUE NÃO TENHA SIDO PROIBIDO. O Apóstolo Paulo proibiu sim, como veremos a seguir:

Se meu vizinho me convida para jantar, eu aceito sem nada perguntar, por uma questão de manter livre a minha consciência, e por uma questão de educação.
Mas se ele mesmo anuncia a mim que aquilo foi sacrificado, que foi oferecido a algum santo, então com a mesma educação que eu tive para não perguntar, agradecerei e responderei que não poderei aceitar o convite.

E SE ALGUÉM TE DISSER ISTO FOI SACRIFICADO? O APÓSTOLO PAULO AFIRMA: NÃO COMAIS.
NESSAS CONDIÇÕES O APÓSTOLO PROIBIU, POR CAUSA DA FIDELIDADE A DEUS, E DA NOSSA CONSCIÊNCIA.

1 CORÍNTIOS 10. 27,28:
E, se algum dos infiéis vos convidar e quiserdes ir, comei de tudo o que se puser diante de vós, sem nada perguntar, por causa da consciência. Mas, se alguém vos disser: ISTO FOI SACRIFICADO AOS ÍDOLOS, NÃO COMAIS, POR CAUSA DAQUELE QUE VOS ADVERTIU E POR CAUSA DA CONSCIÊNCIA, porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.

A paz do Senhor.
Sidney.

www.ouveavozdaverdade.blogspot.com

www.palavrasemeada.blogspot.com

Roberto Soares disse...

Bom texto, só achei que poderia ser claro no fim mas entendo seus motivos.

De qualquer forma, fico feliz que não tenha mantido a posição da CPAD.

Abraço. :)

www.robertosoares.com

Anônimo disse...

Paulo nos proibi a não comer a carne sacrificada a ídolos, quando a pessoa que nos convidou a comer nos adivertir falando que a carne foi oferecida a ídolos,mas é para nos abster não por causa da nossa consciência, mas sim a do outrem que nos adivertiu .