quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Bem-aventurados os bonitos?

Ao ler anúncios e eventos atuais na imprensa e outras mídias - por exemplo, ao encontrá-los nas caixas de supermercados, nas bancas de revistas, nas livrarias, na televisão e no rádio - você poderia pensar que as pessoas mais desafortunadas no mundo de hoje seriam o gordo, o deformado, o feio, o idoso e aqueles que não estão engajados implacavelmente em romances, sexo e atividades físicas nem bem equipados ou na moda. A triste realidade é que muitos ao nosso redor, especialmente os adolescentes e os jovens, são levados para uma vida na qual ser esbelto e estar em forma, ter um cabelo 'maravilhoso', parecer jovem e assim por diante são os únicos termos de bem-aventurança ou de desgraça para sua existência. Pois, só é isso que conhecem.

[WILLARD, Dallas. The Divine Conspiracy ]


A sociedade vive sob opressão: a ditadura da beleza. O mundo que se vã gloria com suas liberdades, vive como um escravo da estética. O corpo é um objeto mercadológico, de pequeno ou grande valor, dependendo de seu estado. Agora, tratar o ser-humano como uma coisa é abominável, pois fere a Imago Dei.

Um comentário:

SoS Gospel disse...

A minha mãe diz que eu sou bonito... hehehe mas acho que todas as mães falam isso. Abraços!