segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Orando pela propina

O fim do mundo está próximo. Talvez somente essa frase explique como evangélicos podem orar agradecendo por dinheiro de CORRUPÇÃO. Agradecendo e repreendendo o “inimigo” do “mensalão do Distrito Federal”. No vídeo abaixo você verá o deputado Rubens César Brunelli (PSC), de camisa roxa, o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (DEM), de camisa branca, e Durval Barbosa, ex-secretário do governador José Roberto Arruda (DEM).




O deputado Brunelli é pastor e filho do Doriel de Oliveira, fundador da igreja Casa da Benção. O deputado Leonardo Prudente é membro da Sara Nossa Terra. Além disso, como me lembrou o leitor Sérgio Cerqueira, o vice-governador do Distrito Federal, Paulo Otávio, é membro Sara Nossa Terra. Otávio também está envolvido nas acusações do mensalão do governo Arruda.


Mais informações aqui.


PS: Também li nesse domingo que o deputado assembleiano Hidekazu Takayama (PSC-PR) foi acusado de usar verba pública de maneira irregular, com uma festinha de Natal em 2008. AFolha de S. Paulo escreveu: “O deputado Takayama (PSC-PR) realizou no seu Estado uma festa de fim de ano que teve a organização da Porcheta Calda Buffet & Eventos. A conta, de R$ 1.400, também foi parar na Câmara. Procurado pela Folha, o deputado afirmou que desconhecia o fato de que a nota havia sido apresentada e que irá devolver o dinheiro.”


Assinante leia aqui.


Portanto, tudo isso mostra que a política evangélica alimenta os mesmos vícios da secular. É uma verdadeira vergonha. É claro que há honestos, mas parece que são pouquíssimos, quando deveria ser todos. Meu Deus, é o fim do mundo. Nunca vimos tamanho sacrilégio!

11 comentários:

Anônimo disse...

Oi pessoal esta forma de analisar o político corrupto segundo sua confissão religiosa é muito perigosa, pois certamete é intolerância religiosa e discriminação. Maus elementos tem em todos credos reliosos, nem quero lembrar para não ferir ninguém. O que estar acotecendo dentro de alguns segmentos evangêlicos é um desvio considerável dos ensinamentos dos evangélhos em virtude daquilo que se chama de Teologia da Prosperidade, muito parecido com que a Igreja Católica Romana fazia na Idade Média na questão das induljencias.
Leônidas Almeida
Estudante de Teologia da Metodista de São Paulo

Neto disse...

Amado,

Não quero defender essa corja... Mas..

Me corrija se eu estiver errado.
Eu não vi dinheiro algum nesse video. Não vi eles falando de dinheiro, nem nada assim.
Vejo ele falando mais de perseguições (seja la de onde for...), de vitoria, de novo tempo, essas coisas dignas de Sara Nossa Terra entre outras, do que de dinheiro... Não vi eles agradecendo recebimento de dinheiro, nem mesmo o dinheiro!

Será que não estão usando esse video para chocar as pessoas? Estão aproveitando a polemica e, "engatando a 5ª marcha", emendam esse video, pra polemizar mais ainda? Afinal, PIOR do que "evangelicos" roubando, é agradecer a "deus" pelo roubo!!!!

De novo: NÃO ESTOU DEFENDENDO O ROUBO dessa corja!
Estou dizendo especificamente DESSE VIDEO.

Ja pensou nisso?

carlos disse...

é esse tipo de coisa que me faz lembrar do versiculo que diz:...e por se multiplicar a iniquidade o amor de muitos se esfriará...

Mario Sérgio disse...

Esses fatos veículados pela mídia, só demonstram que os nossos candidatos, ou "representantes" em nada representam o Reino de Deus como eles mesmos alegam. São na verdade defensores dos interesses mesquinhos de alguns líderes evangélicos. É por isso que esses "representantes" evangélicos estão, de vez em quando, na mídia revelando quem verdadeiramente eles são, e quais interesses, realmente defendem.

Matias disse...

acho que ser "evangélico" é o mesmo que ser "espírita" ou "católico". A prática de vida das pessoas que pertencem a um determindado grupo religioso não tem nada a ver com o ensino que recebem.
Muitos ainda acreditam que ser "evangélico" é a mesma coisa que ser convertido, nascido de novo, filho de Deus. Não tem nada a ver. As igrejas evangélicas tem um número cada vez mais crescente de pessoas não convertidas, incluindo seus líderes, no seu meio. A maioria dos políticos "evangélicos" é corrupta e não experimentaram a graça de Deus. Caso contrário não amariam o mamon (lembrando de Mateus 6).
Abraço

Cristiano Silva disse...

Acho que o que o Matias falou anteriormente é verdade: quando era menor, quando se perguntava se alguém era católico romano, também tinha que perguntar em seguida se era "católico praticante" ou não. Hoje, com os evangélicos, estamos caminhando para o mesmo rumo.

Ainda não vi este vídeo, mas já ouvi comentários até mesmo no trabalho sobre a cena.

Abraços.

cleber.cabral disse...

Mano,
concordo com Neto... Será que não estão aproveitando o escândalo para mais uma vez queimar o filme dos evnagélicos?

Sei que tem evangélico corrupto, mas esse vídeo apenas mostra pessoas orando...

Pq dizem que a oraçaõ está ligada ao escândalo?

Cleber.

Welisson disse...

Olá, legal este blog.
Participe de nosso blog. Já sou seguidor do seu1!!

http://welissonmarques.blogspot.com

Edilene disse...

Ai meu Deus................


Mentira vi isso!


Por favor.................fala que é uma peça teatral.

Please.

Laguardia disse...

Pelos frutos os conhecereis. Mateus 7: 21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22 Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? 23 Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidaded.

mikael disse...

paz caro gutierres...
moro no df , e assim como em sp ,rj,e em outros ESTADOS brasileiro os evangelicos estão sendo ridicularizado ...
e envergonhado o reino de DEUS " mas ai daqueles porquem vem os escandalos "