quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Retrospectiva: Década 00 (Parte 01)

Na meia-noite de hoje não acaba somente um ano, mas também a primeira década do século XXI, além dos primeiros anos do novo milênio. Para relembrar, o Blog Teologia Pentecostal escreve uma série com os fatos mais importantes do mundo evangélico/protestante.

É a nossa Retrospectiva Década 00. Acompanhe a primeira parte.

Diante do Trono, a renovação do louvor congregacional e os exageros místicos

O grupo de louvor da Igreja Batista da Lagoinha nasceu 1997, mas ganhou fama nacional no ano de 2001, com o CD Preciso de Ti. O grupo composto de orquestra, coral, vocalistas e com a carismática Ana Paula Valadão, trouxe uma renovação no louvor congregacional brasileiro, junto com grupos como a Vineyard Music Brasil. A igreja brasileira estava órfã de louvores mais focados na adoração comunitária, como foi abundante na década de 1980. Nesse cenário, o Diante do Trono fez grande sucesso na primeira década do século, com as conhecidas músicas de adoração.

Infelizmente, o Diante do Trono também ficou conhecido pelos exageros místicos, típicos de um pentecostalismo (ou neopentecostalismo) desorientado. Algumas músicas como Vitória na Cruz traziam elementos teológicos distorcidos, como a ideia de um Cristo que vai ao inferno. Ana Paula Valadão renovou práticas estranhas, como “cair no espírito” e uma denominada “unção do leão”. Valadão, com declarações na televisão e em congressos, também flertou com os católicos carismáticos, assim causando uma grande polêmica entre os evangélicos brasileiros.

Ouriel de Jesus, Geziel Gomes e a angeolatria expurgada da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil)

Os famosos pastores assembleianos Oriel de Jesus e Geziel Nunes Gomes dirigiam uma igreja pentecostal em Boston (EUA), filiada à CGADB. O megalomaníaco Ouriel de Jesus escreveu o livro Triunfo Eterno da Igreja, em que se apresentava quase como a quarta pessoa da Trindade. A arrogância de Ouriel de Jesus também se mostrava na liderança centralizadora, que tudo dirigia sob “direção divina”. A igreja aceitava passivamente todas as invencionices de Ouriel, como as várias “unções” e a idolatria em torno de anjos. Ouriel ainda foi acusado de irregularidades junto à imigração americana e de plágio por uma jornalista brasileira.

Em outubro de 2003, a CGADB tomou uma atitude histórica. Os pastores Esequias Soares, presidente da Comissão de Apologia, e Paulo Freire, presidente do Conselho de Doutrina, escreveram uma carta de repúdio no jornal Mensageiro da Paz, órgão oficial da CGADB, diante dos “modismos heréticos” da Igreja de Boston. Então, a World Revival Churc foi desligada da CGADB, e também do Concílio Geral das Assembleias de Deus nos Estados Unidos.

Geziel Gomes voltou ao Brasil, e hoje dirige a Igreja Evangélica Missionária Canaã, em Recife (PE). Gomes se denomina como apóstolo, não largando a mania de grandeza e arrogância “espiritual” desenvolvida em Boston. Hoje, também, prega em congressos promovidos pelo pastor Silas Malafaia e escreve algumas revistas e livros para a Editora Central Gospel. Ouriel de Jesus continua em Boston, com as mesmas convicções megalomaníacas, e com o título de apóstolo. Ainda continua o “pai” de alguns pregadores brasileiros, como Marco Feliciano e outros sempre presentes nos Gideões Missionários da Última Hora (GMUH).

Escândalos: Dinheiro na Bíblia, lavagem de dinheiro, sanguessugas, oração da propina e outras vergonhas

Os evangélicos decaíram ainda mais com várias acusações de líderes corruptos. No ano de 2002, a revista Época trouxe duas matérias acusando o casal Estevam Hernandez Filho e Sônia Hernandez de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Em janeiro de 2007, o casal ganhou ação na justiça contra a Editora Globo, pelas referidas matérias. No mesmo mês, os dois foram presos em Miami (EUA) com 56 mil dólares não declarados, escondidos inclusive em uma Bíblia. Diante da imagem arranhada, o teto da igreja sede desabou em janeiro de 2009, matando nove pessoas, e desestruturando várias casas vizinhas. Em julho de 2009, o jogador Kaká foi ordenado presbítero da igreja, como sua esposa, Caroline Celico, que no mesmo ano foi ordenada pastora pela Renascer.

Diante dos vários casos de corrupção envolvendo o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os escândalos do caso Waldomiro, Mensalão e a Máfia dos Sanguessugas ganharam destaque na imprensa. Nos três casos havia deputados evangélicos envolvidos. Nas eleições de 2006, a bancada evangélica de deputados federais encolheu de 61 cadeiras para 30. Como fato positivo, os evangélicos não reelegeram os acusados de corrupção. O ex-bispo e ex-deputado federal Carlos Rodrigues, então articulador político da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) ficou como um símbolo dos nomes mais envolvidos nesses casos de corrupção. Rodrigues em 2002 disse: “Temos a obrigação de entrar de cabeça na campanha do Lula… Vote em quem tem ética. Vote no PT”. As coisas não foram bem assim!

Já em 2009, o escândalo do mensalão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, envolveu alguns nomes evangélicos. E envolveu de uma forma horrível, pois saiu uma gravação com a “oração da propina”, onde Deus era louvado e conclamado a vingar. O deputado Rubens César Brunelli, que é pastor e filho do Doriel de Oliveira, fundador da igreja Casa da Benção, e o deputado Leonardo Prudente, que é membro da Sara Nossa Terra, apareceram orando pela propina junto com Durval Barbosa, ex-secretario de Arruda.

Silas Malafaia: O novo pregador da Teologia da Prosperidade

Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus no bairro da Penha no Rio de Janeiro (RJ), ficou conhecido na década de 1990, como uma voz contra modismos e heresias. Na época falava contra o nascente modismo do G12, contra a teologia da prosperidade, contra a angeolatria e contra muita coisa! Boa parte de suas pregações na televisão giravam em temas diversos, como eleição e predestinação, céu e inferno, vida cristã e vitória.

Muita coisa mudou nesse início de século. Malafaia intensificou suas alianças com grandes líderes neopentecostais, como o “paipóstolo” René Terra Nova. Pregou no Congresso de Missões dos GMUH, o catalisador dos modismos no pentecostalismo brasileiro. Trouxe para o Brasil nomes decadentes da Confissão Positiva dos Estados Unidos, como Mike Murdock (aliado de Benny Hinn) e Morris Cerullo.

Na área política, Silas Malafaia em 2002 foi um dos grandes apoiadores de Anthony Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro, que se candidatou a presidência da República. No primeiro mandato do presidente Lula, foi membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, pertencente à presidência da República. Na política eclesiástica, ganhou o cargo de vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), no ano de 2009.

CGADB: A consolidação da política mundana

A “mundanização” tomou de conta da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). Tanto em 2007, como em 2009, as campanhas giraram em torno de acusações entre os “adversários políticos” José Wellington Bezerra da Costa e Samuel Câmara. A ideia de unidade da denominação foi para longe, e por pouco não houve mais um racha nas Assembleias de Deus.

Infelizmente, nenhum dos candidatos tinha uma plataforma de mudança positiva e real. Ainda persiste a visão coronelista, que é uma mistura de episcopado autoritário, sobrando nepotismo, perpetuação de poder, obras faraônicas e messianismo humano. Ou seja, uma igreja com todos os vícios e pecados do país. Santa? Não, muitíssima mundana!

A volta de Caio Fábio

Nessa década Caio Fábio voltou com tudo. Com uma metralhadora verbal giratória, nova mulher, passagem por várias igrejas e finalmente fundando o movimento não denominacional chamado “Caminho da Graça”. Acusou vários de roubo e adultério, além de recriminar vários modismos presentes na igreja evangélica brasileira. O interessante é que Caio Fábio se consolidou nessa década por meio da internet, com vídeos e textos no seu site.

Morreram...

Vários líderes evangélicos nacionais morreram nesses últimos dez anos. Entre eles:

Túlio Barros (1921- 2007), cinco vezes presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGABD).

Nilson do Amaral Fanini (1932-2009), primeiro brasileiro a presidir Aliança Batista Mundial.

Joanyr de Oliveira (1933- 2009), um dos primeiros intelectuais pertencentes à Assembleia de Deus.

Ruth Dorris Lemos (1925- 2009), pioneira no ensino teológico das Assembleias de Deus.

Jorge Rehder (1956- 2009), compositor de grande influência na MPB evangélica.

Dos líderes evangélicos mundiais morreram:

Ivar Vingren (1918-2006), missionário sueco e filho do fundador das Assembleias de Deus no Brasil, Gunnar Vingren.

Kenneth Hagin (1917- 2003), o norte-americano foi o principal pregador do Movimento da Fé, mas conhecido como Teologia da Prosperidade ou Confissão Positiva.

Oral Roberts (1918- 2009), um dos mais famosos pregadores de cura divina nos EUA, e era adepto da maléfica Confissão Positiva.

Jerry Falwell (1933- 2007), um dos principais pregadores fundamentalistas dos EUA.

D. James Kennedy (1930- 2007), tele-evangelista presbiteriano de grande influência política conservadora nos EUA.

James Montgomery Boice (1938- 2000), teólogo reformado e pastor presbiteriano na Filadélfia (EUA).

Ruth Graham (1920- 2007), a esposa do evangelista Billy Graham era escritora e poetisa.

Continua...

7 comentários:

Marcos Wandré disse...

Graça e Paz, Gutierres


Nesta retrospectiva listada por você, a única coisa positiva foi a volta de Caio Fábio, que prega o Evangelho genuíno como poucos. Seus textos são belíssimos e sua pregação é cheia de sabedoria.

Em relação aos outros destaques, só temos que lamentar.

Um abração e feliz 2010 pra ti!

Matias Heidmann disse...

espero que na 2a parte tenhamos tambêm um relato de coisas positivas que aconteceram na primeira decada de 00..... Caso contrário vamos esperar a volta de Jesus Cristo a partir de 2010 (caso não venha esta noite...)Abraço,
Matias

Victor Leonardo Barbosa disse...

Grande Gutierres, em meio a tantas coisas que aconteceram no meio evangélico, só tenho é que me alegrar neste ano com nossas parcerias nos podcasts,nos artigos, etc.

Que esse ano de 2010 seja marcado pelas maravilhosas bençãos de DEUS em nossas vidas!

Um forte abraço mano!

###a.l.#### disse...

Maior atençao com a questão ambiental no Brasil mas com razoabilidade para não engessarmos o país.

O Código Ambiental Justo
Autor: Julis Orácio Felipe
Descrição :
O código ambiental de Santa Catarina, recém sancionado pelo Governador daquele Estado, tornou-se a norma ambiental mais discutida da atualidade. Tal foi o feito catarinense que hoje discute-se no Brasil um novo paradigma para a legislação ambiental, de que cada estado pode legislar especificamente na seara da conservação da natureza, numa nova perspectiva de interpretação da Constituição Brasileira. Esta obra resgata o histórico da construção da norma, as colunas que a sustentam e faz uma rápida viagem nos pontos mais polêmicos, possibilitando ao leitor seu próprio julgamento sobre o realismo jurídico na área ambiental.

www.clubedosautores.com.br

Edcleyton Souza disse...

FELIZ ANO NOVO PARA TODOS OS BLOGUEIROS DESTA ESFERA E ILUSTRES LEITORES QUE NOS ACOMPANHARAM NESTE ANO E NOS AJUDARAM PARTICIPANDO E ORANDO. DEUS VOS ABENÇOE! SÃO NOSSOS SINCEROS VOTOS.


Edcleyton Souza

Philadelfia - Evangelismo e Louvor disse...

Não esquece de colocar nessa retrospectiva o lançamento da controvertida "BÍBLIA DE ESTUDOS DAKE" e a "BÍBLIA DE ESTUDOS BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA". RSRS

E não esquece de enumerar algo bom (xxiiii... parece tão escaço q a gente não sabe nem o que sugerir). Ops! Teve o Projeto Mateus - Minha Esperança (Brasil). Pelo menos desse aí eu lembro.

Anônimo disse...

Irmão Gutierres, a paz do Senhor.
É muito importante o destaque apresentado por você na união Silas e René. No ano de 2001 quando a ASS. DE DEUS EM Manaus se envolveu com o g-12, fiz inumeras reuniões para combater este nocivo modismo, refutando-o com o auxilio das apresentações de Malafaia. Ao vê-lo compactuando com um dos introdutores do G-12 no Brasil, causa-me grande preocupação e aqui vai um alerta: CUIDADO COM ESTE VICE...