terça-feira, 26 de janeiro de 2010

As contradições no pentecostalismo brasileiro

O Movimento Pentecostal é algo lindo e maravilhoso, sendo certamente um grande avivamento de Deus. Agora, o pentecostalismo brasileiro está cada vez mais distante desse ideal, além de conter várias contradições.

- A liturgia das igrejas pentecostais é totalmente engessada. O engraçado é que todos pensam justamente o contrário. Ora, mas tente em uma igreja pentecostal clássica cantar músicas que fogem daquele padrão- hino da harpa, “hino” de fogo e “hino” de vitória. Fora os hinos da harpa, esses músicas de fogo e vitória são cheias de erros doutrinárias, antropocêntricas e mal feitas. Se você tenta dispensar logo é recriminado. Mas esse problema não é recente, pois tais músicas já existiam na década de 1970.

- Muito se condena a “teologia da prosperidade” nas igrejas pentecostais, mas enquanto isso se prega o triunfalismo, que é tão pernicioso quanto. O triunfalismo é uma “teologia da prosperidade light”. Quase todos os cultos dominicais giram no tripé- cura, emprego e perfeição emocional.

- Nas igrejas pentecostais clássicas muito se condena a “vaidade”. Só que a “vaidade” é mais ou menos combatida dependendo do contexto social daquela igreja. Quanto mais pobre, menos alfabetizada e mais interiorana é a igreja, mais legalista ela é. Engraçado que alguns pastores usam ternos finíssimos enquanto condenam o brinco. Definir isso como hipocrisia é pouco.

- O pentecostal é o povo da Bíblia. Alguns levam a Bíblia para qualquer lugar que frequentam. Realmente, é difícil ver um pentecostal que não carregue a Bíblia debaixo do braço. Assim também como é difícil ver um pentecostal versado nas Escrituras. O que sobra nos púlpitos são superficialidades, trivialidades e chavões e mais chavões. Ora, tem pastor pentecostal que NUNCA leu a Bíblia completa uma única vez.

“Ah, como você é chato com os pentecostais, até parece um tradicional”. Olha pessoal. Quem ama não fecha os olhos. Se você realmente considera-se pentecostal, saiba discernir o bom do ruim.

5 comentários:

Eder Borges disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
isaias pb disse...

concordo plenamente com a matéria,simples,didática,direta e acima de tudo ,uma pura verdade, sou pentecostal,e também vejo essas hipocrisias em nosso meio , q DEUS nos desperte para podermos enchergar e corrigirmos certas coisas que infelizmente nos causa um grande prejuizo espiritual,em CRISTO

Saulo Vale disse...

Irmão Gutierres,
Sou um visitante assíduo do seu blog, é um dos meus preferidos. Gostei muita dessa postagem, assim como gostei também da "Sou um crente frio?" Concordo com a sua abordagem, e acho que uma igreja genuinamente pentecostal é a que preza por um pentecostalismo bíblico. Sei que ainda é pouquíssimo, mas vejo um avanço em muitas igrejas pentecostais quanto ao ensino bíblico. Sonho em um dia ver uma igreja sadia, que prega a Palavra de Deus sem desvios, avivada e com os elementos da igreja primitiva (At 2.42).
Que Deus nos abençoe!

O Clérigo disse...

Irmão Gutierrez;

Muito bom o assunto postado. Mas, acho que faltou um pouco mais de profundidade na análise, como você costuma fazer. Você apontou os fatos, mas não suas causas e suas respectivas consequências.
Talvez nem tenha sido esta a sua intenção, mas como és um dos melhores blogueiros pentecostais do Brasil, esperamos de ti uma análise mais detalhada acerca de assunto de tão grande relevância.
Por exemplo, você poderia citar uma série de fatores que explicam estas contradições do meio Pentecostal citadas, como: fatores históricos (o "nordestismo";"militarismo"); sociais (o movimento pentecostal foi difundido e consolidado principalmente entre as classes D e E); antropológicos (movimento pentecostal quase confundiu-se com o movimento dos "excluídos") e etc.
Fica aí a minha sugestão, mas parabéns pela coragem. Você é a prova de que nós, pentecostais, estamos no caminho certo, apesar de tudo!

Ev Roberto Souza disse...

Bem,amigo!sou pentecostal e nao penso assim!Existem muitos pentecostais versados na Biblia!nao podemos olhar so o lado da ferida que e o legalismo nas Igrejas de Classe baixa!Outra eu concordo com o ponto que tudo gira em torno das necessidades de homem!Mas pelo menos Cristo esta sendo pregado!Sem essas igrejas seriam impossivel alcancar pessoas de tantos lugares diferentes a Cristo!Pessoas criticando Edir,Soares e Santiago e facil!Que ver se vamos fazer como eles de espelhar igrejas em tudo quanto e parte!Tambem vejo engessamento espiritual em pessoas gastam todo seu tempo criticando o que os outros ministros fazem!Vamos gastar nosso tempo levando as boas novas de Jesus!