terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Com bens dos outros

No ano de 2009 fomos bombardeados com notícias de pastores que comparam jatinhos e outros objetos de luxo. Ora, sendo cristão ou não, ninguém está impedido de desfrutar das benesses da riqueza, mas NÃO À CUSTA DE UMA IGREJA. Todos eles não nasceram ricos, não vieram de família com posses e nem conquistaram bens na base da meritocracia. Simplesmente abriram empresas com dinheiros de ofertas, depois colocaram essas empresas em seus nomes. ISSO É UM CRIME. Falta de ética, de respeito e desfruto com o bem alheio.


Quando você lê Malaquias (o livro predileto dessa turma, pelo menos em 3.10) vê claramente o profeta condenando a dissimulada liderança de sua época, que se embainhava na corrupção. Hoje não é muito diferente. Eles estão roubando a Deus quando acusam suas ovelhas de fazerem isso. A Palavra não deixa essa turma livre. Portanto, leia todo esse maravilhoso livro veterotestamentário. Veja como uma liderança baseada na corrupção é perigosa!



3 comentários:

Anônimo disse...

Gutierres,

O título poderia ser: Quem atira com a pólvora alheia não toma chegada.


Emerson Costantini

Oliveira e Oliveira disse...

Caro Gutirres,

É exatamente isso, Deus sempre tratou com a liderança quando o povo era corrompido por meio desta. E Malaquias é uma série de argumentos repulsivos contra esta liderança tão prejudicial ao povo.

Um abraço.

Tradicionalista disse...

Não me impressiono mais com isso...