segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

A Dake tem utilidade? Não há obras mais úteis?

O principal argumento daqueles que defendem a publicação da Bíblia de Estudo Dake é a sua suposta utilidade. É inegável que esta publicação tenha algum valor. Mas continuo pensando que uma grande editora como a CPAD poderia publicar outras obras de valor mais estimado. Há muitos livros muitíssimos mais profundos que estão livres de opiniões heterodoxas. Aliás, a CPAD já publicou outras obras bem mais interessantes do que a Dake, sendo elas de ótima qualidade.

Então, em lugar de gastar R$ 129,90 em uma obra com claras heresias e de conteúdo superficial, prefira estas outras publicações da Casa Publicadora. Segue a lista:

Comentário Bíblico Pentecostal- Novo Testamento

Escrito por uma equipe de eruditos pentecostais, este livro é rico em informações históricas, culturais e teológicas.

Guia do Leitor da Bíblia

Escrito por Lawrence O. Richards, professor do Seminário de Dallas, este é um ótimo livro que resume bem as Sagradas Escrituras em comentários pontuais. Outra obra do mesmo autor, que é complemento desta, traz uma análise mais profunda do Novo Testamento. Trata-se da obra
Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento.

Dicionário Bíblico Wycliffe

Um dos dicionários bíblicos mais completos em língua portuguesa. Com mais de duas mil páginas, o dicionário traz diversos artigos sobre os mais variados assuntos do campo teológico.

Comentário Bíblico Matthew Henry- Novo Testamento

Antigo, profundo, devocional e erudito. Tais características marcam este clássico da literatura protestante.

Tenha todas essas obras na minha pequena biblioteca. Todas são boas, profundas e teologicamente confiáveis. Infelizmente não posso dizer o mesmo da Bíblia de Estudo Dake. Quanto mais foleio esta bíblia de estudo, mas convicto fico de suas confusões e superficialidade. Já leu algumas notas? São opiniões fracas, meio senso comum, cheia de “curiosidades bíblicas”, mas de pouca aplicabilidade e conhecimento histórico-cultural. Nem vou falar das heresias, pois essas já estão claras na internet e no livro
Cristianismo em Crise (CPAD), de Hank Hanegraaff, que é presidente do Instituto Cristão de Pesquisas (ICP).

Quando tempo, recursos humanos e dinheiro foram gastos em uma obra ruim como a Dake? O fato é um alerta para um critério mais rígido na escolha de obras para a publicação na editora. Além disso, toda essa polêmica mostra que parte do povo evangélico já não engole qualquer coisa. Essa é talvez a melhor notícia de toda a polêmica.

8 comentários:

Philadelfia - Evangelismo e Louvor disse...

"Além disso, toda essa polêmica mostra que parte do povo evangélico já não engole qualquer coisa. Essa é talvez a melhor notícia de toda a polêmica".

Dissestes tudo. Mesmo sem ter a obra em mãos, o fato de se buscar informações, opiniões, sobre uma determinada obra na internet, já mostra que nosso povo está alerta, vigilante.

Um abraço,

Elian Soares
www.evangelismoelouvor.com

Leandro Teixeira disse...

No meu entendimento, não gosto muito destas bíblias de estudo.

Não aprovo a idéia de anexar as palavras do homem às Palavras de Deus. Mas, no entanto, acho imprescindível a publicação de obras de cunho teológico para ajudar na compreensão da Palavra.

A dificuldade que eu vejo é que unir interpretações à Palavra e comercializá-la numa unidade "engessa" a compreensão do texto bíblico de acordo com os preconceitos de quem fez os comentários. Além disto, faz com que aquele que a lê interprete-a como um todo verdadeiro, o que não reflete a realidade não só da Dake, mas de outras 'bíblias de estudo'.

Resumindo: bíblia é bíblia - estudos são estudos.

Att,

Leandro Teixeira.

Daladier Lima disse...

Prezado Gutierres, não vou comentar apenas porque estás alinhado ao meu posicionamento. Achei formidável que tenhas levantado a questão de que estamos mais alertas. Isso é uma excelente notícia. Antes uma editora confessional podia empurrar a obra que quisesse. Postei a referência a seu post em meu blog.

Abraços!

Gutierres Siqueira disse...

Aí é que tá anônimo. Você citando a fonte não teria problema. Acontece que muito usam não só o texto dos outros (sem citar a fonte), mas também o nome alheio.

Matias Heidmann disse...

a biblia de estudo dake não merece este título "de estudo". está no mesmo nivel daquela "batalha espiritual e vitoria financeira" do cerullo, lançada pela editora do Sr Silas M.
acho que uma biblia de estudo deve ter apenas notas de ajuda ao leitor e menos direcioná-lo a uma interpretação particular. Por exemplo: a Genebra claramente quer convencer o leitor do esquema calvinista (veja se por exemplo a nota de estudo em Joao 10), a Pentecostal é uma apologia do esquema pentecostal (até a proibição legalista sobre tomar vinho é apoiada por uma nota de estudo em João 2 e a "perda de salvação" é destacada em cada texto de advertencia, e.g. Hebreus). Ambas são, porém, bem melhores que Dake, mas não são sempre honestas na hermeneutica de assuntos específicos.
A Biblia Shedd e a NVI de estudos são boas alternativas, pois as notas tem mais a função de apoiar o leitor para o entendimento do texto biblico do que induzir a um esquema doutrinário.
Tirando o unilateralismo calvinista, a de Genebra é muito completa e recomendável (e vc encontra a por um preço muito bom, bem melhor do que Dake e "batalha espiritual").
A CPAD não vai voltar atrás no seu projeto Dake, pois o que está em jogo são investimentos e um razoável retorno. Só a "batalha espiritual" do Cerullo conseguiu ser alavancada de forma mais agressiva em uma jogada de marketing do Silas e do Cerullo (a barganha dos R$ 900.... lembram-se). Nesta o Silas ganhou sua "vitória financeira" e outros ficaram R$ 900 mais pobres e ainda tem na mão uma péssima biblia de estudo....
Infelizmente o marketing de fazer conhecidas as Biblias Shedd, genebra e nvi de estudos é pobre.
Abraço,
Matias

Franciney disse...

Gutierres respeito sua opinião, mas vejo que a obra publicada não deva ser descontinuada, temos que examinar tudo e reter o que for bom como disse o apóstolo Paulo, porém concordo contigo sobre as prioridades nos lançamentos.

Em contra partida a editora da Bíblia Dake falhou em colocar nota de esclarecimento, para alertar sobre os seus erros, é assim que faria uma editora que busca seriedade e repeito diante dos seus consumidores.

Cordialmente em Cristo,

Franciney

Anônimo disse...

Marcia, São Paulo
Gutierres, não troco a minha Bíblia de Estudo Pentecostal por nada neste mundo.

SOLDADO DO FOGO disse...

A bíblia em si é boa. Tem notas interessantes. Mas é cheia de erros de edição. Quanto ao ponyo de vista do autor em relação a alguns pontos considerados heresias concordo em discordar de alguns pontos (rs). Mas se Estevão cheio do Espírito errou em seu discurso o Dake tem chance de errar também eu acho.