domingo, 14 de fevereiro de 2010

Frases do evangelicalismo cult que não aguento mais

Na mídia, nas universidades, nas conservas de restaurante e até nas igrejas ouvimos sempre aquele papo progressista. Algumas frases ecoadas pelo grupo gramsciniano já tornaram-se mantras. O evangelicalismo cult é filho do politicamento correto, do progressismo sem progresso e também da mentalidade boçal presente em uma “inteligência” que rola por aí. Veja algumas pérolas:

Toda cultura é igual. Não há culturas melhores ou piores

Os progressistas defendem que uma cultura que prega o infanticídio diante da deficiência física de uma criança é algo maravilhoso. Neste caso, acham ele que a vida é menos importante do que a cultura. Mas existe uma exceção: a única cultura inferior são dos ocidentais de bases judaico-cristã. Aquele povo chato!

Precisamos repensar a nossa fé


As dúvidas são partes essenciais da caminhada cristã. Já o ceticismo é outra coisa. A contestação de uma crença é sempre baseada em outra crença. O melhor caminho é pôr em dúvida a própria...dúvida. Algumas vezes é preciso duvidar de algumas dúvidas. Alguma dúvida?

O problema do mundo é isso e aquilo

Os progressistas sempre estão buscando um demônio. Seja esse demônio o capitalismo liberal, a democracia representativa, o estado democrático de direito, a grande mídia, etc. Certa vez perguntaram para o inglês G. K. Chersterton qual era o problema do mundo e, ele respondeu:
I am. Ou seja, há uma dificuldade de considerar o próprio demônio. Infelizmente há uma escassez de discernimento que foi apresentado por Chersterton em apenas duas palavras.

O homem é bom, mas a sociedade o corrompe


Esses discípulos do filósofo Rousseau sempre negam a realidade do pecado original. Além de rasgarem Romanos, os discípulos de Rousseau acreditam na pureza humana. No estado natural das coisas. Na bondade do homem. No coelhinho da Páscoa. No Papai Noel... Certamente que a utopia ideológica é o ópio do povo, como não disse Marx.

O mal é uma construção social, e não da natureza humana

Os discípulos do francês Rousseau certamente acreditam em contos de fadas. Se há uma filosofia que pode ser provada empiricamente é a doutrina do pessimismo antropológico. Será que esses caras nunca viram um bebê tentando matar um gato? Ou o egoísmo gritante de uma criança interesseira? Ou ainda a existência de asilos? Meu amigo, o pior é que os discípulos de Rousseau escreveram o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)... e é eca mesmo! Por este motivo é impossível punir um assassino ou estuprador que é entendido como uma “criança” de 16 ou 17 anos. Mas no homem existem belezas? Sim, o próprio Hitler gostava de música clássica e pinturas. Mas falo para você- tais belezas não apagam a grande feiura.

A natureza é linda e maravilhosa. O homem pode viver em harmonia com ela, assim como os índios

Certamente esses caras nunca dormiram em uma floresta. As matas tropicais não são nada simpáticas para com os seus visitantes. A recepção é dada com formigas, pernilongos, cobras, arranhas e outras coisinhas venenosas. Ou o homem domina essa natureza ou é engolido por ela. Até mesmo os índios, os emblemas do bom selvagem, já fizeram isso. Se voltássemos aos tempos desejados por alguns ecochatos, talvez já teríamos morrido de sarampo, ou uma outra grande praga. Mas pelo menos o estado natural estaria preservado. Não é mesmo?

Portanto meu amigo, reflita muito antes de repetir alguns mantras.

6 comentários:

Simbolos disse...

Você já deve ter pecebido que até o diabo com Deus repetiu alguns mantras... E nós as repetimos tb em nossas igrejas...

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Gutierres:

Excelente abordagem.

Hoje é o que mais estamos acostumados a ouvir de alguns cristãos que não sabem lidar com o relativismo desta época e acabam admitindo esses "mantras" como diferentes facetas da mesma verdade.

Precisamos ser apologetas, não no sentido usual de contradizer as seitas, mas no sentido correto do termo que implica em fazer a defesa articulada de nossa fé e provar que não se trata de "um salto no escuro", mas de algo fundamentado em bases bem sólidas.

Abraços!

Steffi de Castro disse...

Estou me esforçando para entender o fim de tudo isso...

Gutierres Siqueira disse...

Caro Jailson,

Realmente o diabo é especialista em clichês...

Gutierres Siqueira disse...

Pr. Geremias,

Infelizmente muitos ainda não perceberam que o maior desafio do século XXI não são as seitas exóticas nascidas no século XIX, mas sim o relativismo politicamente correto do pensamento único que dominou a “inteligência” do mundo ocidental.

abraços

Gutierres Siqueira disse...

Steffi,

Os repetidores de mantras tem suas razões, que são pautadas na ignorância história e teológica.

abraços