terça-feira, 2 de março de 2010

Caso Dake: Veto mantido

A totalização dos votos foi UNÂNIME pela MANUTENÇÃO DO VETO JÁ DECLARADO NA PRIMEIRA RESOLUÇÃO, sem qualquer ressalva, ou possibilidade de reversão, considerando o caráter da função deliberativa do Conselho de Doutrina, prevista em Estatuto e Regimento da CGADB. (Pr. Carlos Roberto)

Conforme divulgado no
blog Point Rhema, do pastor Carlos Roberto, membro do Conselho de Doutrina da CGADB, a resolução contrária a Bíblia de Estudo Dake foi mantida pelo orgão, juntamente com a Comissão de Apologética. Então, não cabe mais nenhuma revisão, mas sim a suspensão desta publicação pela CPAD.

Recebo esta notícia com alegria, pois mostra a firmeza de posição do orgão regulador. Estamos cansados no meio evangélico de meias-palavras, onde se fala agora e se contradiz depois. Mas por parte dos dois órgãos da CGADB a palavra foi mantida e reafirmada. Parabéns ao Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética.

Outra. Todo esse constrangimento teria sido evitado se a Casa Publicadora tivesse mais cuidado com parcerias. A união com uma editora conhecida por seus livros de divulgação da Confissão Positiva foi um grande erro. Além disto, repito à exaustão- há centenas de livros ótimos na língua inglesa que não foram traduzidos e distribuídos no Brasil, que são bem mais úteis, profundos e sem confusão doutrinária. É só procurar.



8 comentários:

NilmaBostonRio disse...

A minha admiracao para o Conselho de Doutrina da CGADB, juntamente com a Comissao de Apologetica.

by @NilmaBostonRio

Matias disse...

doutrina vs. lucro financeiro!
eis a questão! Espero que a CPAD seja séria em seu compromisso com a verdade e a sã doutrina da perspectiva pentecostal. Exemplos de boas editoras cristãs como Cultura Cristã, Vida Nova e Fiel não se "vendem" para o "capitalismo gospel". Que a CDAP siga o exemplo destas e faça sua parte levando ensinamento bíblico saudável ao povo pentecostal.
Abraço,
Matias

Gutierres Siqueira disse...

Caro anônimo,

Queira se indentificar para ter o comentário aceito.

Obrigado

Anônimo disse...

É por isso que não me envergonho de ser de origem assembleiana.

Emerson Costantini

Daladier Lima disse...

Prezado Gutierres, a postagem já evidencia o que infelizmente vai acontecer: o parecer será ignorado. Vamos caminhando de forma rebelde para o Céu. Que fenômeno é esse?

profetas da torre disse...

É uma alegria ver isso! Embora sou presbiteriano ( por natureza diferente dos pentecostais ) tenho uma admiração profunda por teologos assembleianos como o apologista Esequias Soares...e era triste ver que a ig esta publicando um bíblia de estudo que em seu carater seria criticada facilmente por pastores do calibre dele ( ou mesmo do Ciro ) caso fosse publicada por outra editora.

Leonardo Videira Filho disse...

Paz do Senhor

Muito bom em ler essa notícia, visto que a CPAD pelo orgão editorial que é considerado e visto como sério da AD esteja se portando adequadamente como deveria ter sido desde o principio evitando aos problemas presenes e a outros futuros.
Só esperamos que isso não mais aconteça, pois sabemos que quem mais fica manchado e "sai perdendo" na história é a própria AD.

Abração.

Leonardo

Gutierres Siqueira disse...

Caro Amigos,

Felizmente alguns órgãos da CGADB funcionam, como o Conselho de Doutrina e de Apologética. É bom lembrar que os mesmos expurgaram as heresias angeólatras do Movimento de Boston...