domingo, 7 de março de 2010

Eleições 2010: Mais um momento difícil

Você sabia que ainda hoje têm pastores que vendem os votos de sua comunidade em troco de tijolos ou uma cortina para o púlpito? Não é exagero, já presenciei isto.

Os pactos com o diabo conforme desenhados em filmes de terror não existem, mas essa associação entre igreja e corrupção política é um pacto demoníaco. Não há outro nome para isto. Sejamos mais críticos, como podemos aceitar que coisas como esta aconteçam em nossos dias?

Eu também me espanto com o fato que NENHUM vereador, deputado ou senador evangélico levanta a bandeira da ética na política. Ora, por que será que ninguém é um arauto da justiça em meio a podridão? Resposta: porque estão tão envolvidos quanto.

Dá nojo! E ainda tomam o tempo da Palavra para falar em nossos púlpitos que se não votarem neles, o Brasil será pagão logo, logo. E já não o é?

5 comentários:

Cleber disse...

Manão,
tô contigo nessa luta.

Postei algo sobre cristianismo e leis:
http://confraria-pentecostal.blogspot.com/2010/03/cristaos-devem-defender-leis-cristas.html

Pr Cleber.

Daniel disse...

Não adianta... enquanto os evangélicos não perceberem que tem que se manter o mais distante possível da política, estarão em um estado de mundanismo e podreira espiritual tão ruim ou pior que os católicos (os últimos que tentaram conciliar igreja e Estado e deu no que deu)...

Alexandre disse...

Paz do Senhor!

Passei para dar uma olhada em seu blog... Será muito bom tê-lo em meu blog tb... http://kdjesus.blogspot.com/

Abraço...

Shalom,

Cristiano Silva disse...

Infelizmente, eu não tenho candidato nenhum, para nada. Acho que será a eleição mais pessimista (ou realista?) que irei participar.

God bless.

francisco disse...

Isso me lembra alguns politicos paulistas filhos de pastores cassados, lembro-me tambem daquele politico ingles responsavel pela libertaçao dos escravos na inglaterra que diferença dos nossos politicos para os daquela epoca