quarta-feira, 3 de março de 2010

Frases de bajulação no meio evangélico que não aguento mais

Hoje vamos receber o grande homem de Deus, que nos irá trazer a poderosa e magnífica Palavra dos céus. (Nessa hora você pensa que Moisés está chegando).

Deixa eu segurar a sua mala, pastor. (Alguns prestativos auxiliares servem como seguradores de malas, mas são incapazes de arrumar os bancos do templo).

Essa Coca-Cola é do pastor (Enquanto isso as ovelhas bebem Dolly).

O pregador desta noite é Doutor em Divindades (O camarada na verdade comprou um diploma vagabundo daquelas faculdades de fundo de quintal)

O pregador desta noite é Conferencista Internacional (O sujeito foi no Paraguai e já se sente bem internacionalizado).

Esta igreja é a mais avivada que eu conheci (Pregador itinerante bajulando a igreja que visita para pedir oferta).

É Deus no céu e o meu líder espiritual na terra (Mais um pouco vira guia de mosteiro).

Me respeita rapaz, sou Fulano de Tal (A humildade é uma virtude meio esquecida).

Outros exemplos toscos poderiam ser dados. O pior que a cada dia estes clichês se repetem sem nenhuma crítica e consideração. Que Deus tenha misericórdia da nossa inércia.

8 comentários:

NilmaBostonRio disse...

" Que Deus tenha misericordia da nossa inercia... "
e de nossos ouvidos de ficar gastando nosso precioso tempo, ouvindo essas falacias, quando seria para ouvir a mensagem do evangelho, sem longa demora - la no templo.

Razão da Esperança disse...

Tem aqueles que dizem "recebei uma revelação fresquinha do céu!!"

Pois é, tipico de pregadores que não são chegados ao estudo da Palavra muito menos acreditam em preparação de uma esbolso ou coisa parecida,por outro lado contam com carisma pessoal e muito teatro.
Em geral estas tais revelações são tão profundas que tem chero de enxofre

Moisés Pena disse...

Paz Gutierres,

Até lhe acompanhei na visualização - Moisés chegando com as tábuas com as 10 leis: NÃO DEIXE TE PROSPERAR :)
Brincadeiras a parte, de fato precisamos de uma nova postura nos nossos púlpitos.

Lendo o livro Gigantes da Fé de Franklin Ferreira, vi o relato sobre a vida do Dr. M. Loyd-Jones que não fazia menção de autoridades, muito menos os tipo conferencistas. Já pensou no reboliço se começassemos a fazer isso nos dias de hoje?

Grande abraço,

Moisés Pena

Judson Canto disse...

Olá, Gutierres.

Vamos acrescentar à lista: "Eu sei que nesta igreja isso não acontece...". (Quando o pregador menciona um pecado que pode existir em qualquer comunidade cristã, mas por medo, ou por ironia mesmo, tenta livrar a cara do auditório.)

Abraço.

Judson.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Gutierres:

Mais duas para a coleção, dependendo da igreja onde o pregador está:

"Deus quer santidade da sua igreja!!!"

ou:

"Deus olha o coração, não a aparência!!!"

Por falar nisso, não tem aí uma malinha para eu carregar?

Abraços!

zwinglio rodrigues disse...

Gutierres, paz!
.
Aprovado!
.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Judson:

Essa aí até o pobre do seu amigo aqui já usou algumas vezes. É o cacoete!

Preciso melhorar!

Abraços!

Gutierres Siqueira disse...

Caros amigos – Nilma, Razão da Esperança, Moisés Pena, Judson Canto, Geremias do Couto e Zwinglio Rodrigues.

Bons complementos apresentados por vocês. Além disto, vemos que essa ladainha bajuladora é realmente fruto de um púlpito superficial, que exalta egos e esquece da cruz.

Abraços