terça-feira, 6 de abril de 2010

Para muitos crentes os fins justificam os meios

Se for para ter um programa dito evangelístico na televisão, muitos aceitam pedidos de ofertas na base da barganha.

Se for para ter uma cruzada dita evangelística, muitos aceitam um profeta (?) da semente ensinando a ambição como princípio de vida.

Se for para produzir alguns folhetos, muitos aceitam que usem o nome de Deus para compra aviões e grandes propriedades.

Etc.

Os fins justificam os meios? O suposto resultado positivo permite métodos antiéticos e antibíblicos? Pelo amor de Deus, vamos acordar pessoal, ainda há tempo!

Parem de defender o indefensável. Parem de chamar de profeta quem não honra as Sagradas Escrituras, que é a maior profecia. Leiam a Bíblia!!! Ainda há esperança!

6 comentários:

jurandir alves disse...

Estou contigo!
Quem dera eles fossem "profetas". Minha biblia diz que o ultimo foi Joao Batista, depois dele, somos tomados por momentos em que o "DOM" de DEUS nos inspira.
Os que defendem os meios, querem dar a entender que o que vale e a intencao do coracao? Ora, abramos as portas das cadeias e deixemos todos os transgressores livres.
Afinal, atras de todo habito condenavel, ha quem veja o lado bom...

Pastor José Paulo Porte disse...

Parabens pelo conteúdo do blog.

Alexandre Pitante disse...

Paz, Amado.

Temos que concordar na integra com sua postogem.

www.alexandrepitante.blogspot.com

Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

Junior Soares disse...

"Nunca antes na história desse país" se viu um povo tão somítico. E esta é a pedra de toque dos vendilhões do templo: a ambição desmedida dos pseudocrentes. Curiosamente, essa prática é combatida veementemente pelo apóstolo Tiago.

Acompanho seu trabalho há bastante tempo. Parabéns!

A paz do Senhor Jesus!

Daniel disse...

Não adianta Gutierrez... estamos diante de um novo tipo de cegueira espiritual... Não aquela do incrédulo que é incapaz até pela sua condição espiritual de adorar e buscar a Deus por si mesmo, mas a cegueira dos crentes que sob um falso pretexto de união evangélica (ecumenismo?) fazem vista grossa para erros crassos e heresias claras... A esses faço uma exortação: tal postura é, também, um tipo de apostasia... Cuide para que vocês não cheguem diante de Deus como apóstatas.

francisco disse...

Estamos ferrados se dependessemos deles!
De um lado o presidente lança por cima de tudo e de todos uma biblia com aberraçoes ( se pelo menos tivesse uma explicaçao dos textos estranhos ou fossem retirados pois a maioria dos leleianos nao sabe discernir a mao direita da quesrda)
Do outro temos o vice presidente com seus importados americanos deturpadores da palavra e sua biblia do milhao

So mesmo a graça e misericordia divina

dalhes donny http://www.youtube.com/watch?v=J34BKJet43Q