domingo, 29 de agosto de 2010

Nova tradução de Chesterton

Uma boa notícia para os admiradores do escritor Gilbert Keith Chesterton. Depois do lançamento do livro O Homem Eterno, pela editora Mundo Cristão, a editora Graphia acaba de lançar o livro O Tempero da Vida, com inúmeros ensaios do filósofo britânico. O livro não é essencialmente teológico, mas não deixa de apresentar boas defesas do cristianismo. Chesterton era um cético em relação à modernidade que muitos em sua época estavam vislumbrados.

A sinopse da editora Graphia informa o seguinte sobre o livro O Tempero da Vida:

A obra reúne os pensamentos do criador do Padre Brown sobre o avanço da mentalidade burguesa e tecnológica entre as duas guerras, artigos sobre humor, sobre a literatura sentimental e sobre a composição de histórias de detetive, além de textos sobre as obras de Shakespeare, Esopo, Hans Christian Andersen, Lewis Carroll, Charles Dickens e Charlotte Brontë. Em todos eles, um senso de humor perpassa as reflexões sobre arte, filosofia e religião.

Fiquei sabendo por um dos integrantes da Vide Editorial que outros livros de Chesterton estarão disponíveis em português nos próximos anos por meio da editora campineira. Há cinco ou seis anos vimos a despertada pelas obras de C. S. Lewis, com várias traduções inéditas pela editora Vida e Martins Fontes. A editora Cultura Cristã está republicando os livros de Francis Schaeffer. Agora, depois do sucesso do livro Ortodoxia, estamos vendo o renascimento das traduções de Chesterton.

Os leitores brasileiros agradecem.

Nenhum comentário: