segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Os dez piores livros do mundo evangélico (parte 2)

Continuando o texto sobre os dez piores livros evangélicos, menciono os últimos cinco da minha lista. Como disse antes, não quero incentivar a proibição da leitura desses livros, mas somente provocar uma reflexão daqueles que gostam ou pretendem ler influenciados por animados fãs. Leia a primeira parte no link: http://teologiapentecostal.blogspot.com/2010/09/os-dez-piores-livros-do-mundo.html

1. “Bom Dia, Espírito Santo”, de Benny Hinn (Bom Pastor Editora)

Novas revelações são o que não falta nesse exótico livro de Benny Hinn. Aquilo que Deus esqueceu de mencionar na Bíblia, certamente lembrou com os dotes literários de Hinn. Nesse livro é que o Marco Feliciano aprendeu a jogar paletó “ungido” na plateia estérica.

2.“Bíblia de Estudo Dake”, de Finnis Dake (CPAD e Editora Atos)

Sem comentários, aliás, são mais de dez mil comentários de um teólogo (teólogo?) que interpretou a Bíblia literalmente até em textos claramente alegóricos. Benny Hinn ensinou, no livro mencionado acima, que o Espírito Santo tem um corpo e depois revelou que aprendeu com a Bíblia Dake. Nessa Bíblia sobra especulações, mas hermenêutica e exegese que é bom... Como informado pelo blogueiro Judson Canto, a CPAD aparentemente desistiu da publicação (leia aqui: http://judsoncanto.wordpress.com/2010/09/05/cpad-suspende-publicacao-da-biblia-dake/).

3.“A Quarta Dimensão”, de Paul Yonggi Cho (Editora Vida)

Poder criativo da palavra falada, ou seja, confissão positiva é um dos conceitos presentes no pastor coreano Cho. Outro conceito é a tal visualização de bênçãos. Ideias que parecem saídas daquele livrinho horrível chamado “O Segredo”.

4.“Cristo, Aquele que Cura”, de F. F. Bosworth (Graça Editorial)

Esse livro introduziu uma ideia maldita no pensamento evangélico: toda doença é demoníaca para Bosworth. Assim, hoje muitos doentes sofrem pela enfermidade em si e ainda sofrem com o peso psicológico da suposta possessão de um demônio.

5.“Carismáticos”, de John MacArthur Jr. (Editora Fiel)

Esse livro é de uma linha totalmente diferente dos citados anteriormente, mas não deixa de ser menos falacioso. MacArthur mostrou um tremendo desconhecimento do pentecostalismo ao escrever esse livro. Ah, talvez ele pensasse que Benny Hinn fosse representante dos pentecostais. É a famosa “falta de honestidade intelectual”. Resumindo: o livro é o velho cessacionismo fundamentalista que não procurar entender o mínimo da teologia pentecostal. Assim ele cometeu várias injustiças. Peço perdão ao MacArthur por colocá-lo na mesma galeria de Benny Hinn ou Bosworth, mas falácia é sempre falácia.

16 comentários:

Carlos disse...

Desculpe discordar mas o livro de John Machartur deve ficar fora

zwinglio rodrigues disse...

Gutierres, paz!

Concordo contigo quanto à inclusão do livro de Machartur, Jr.

Ele é uma demonstração clara de como a distorção das Escrituras não é privilégio daqueles que ele mesmo ataca.

O livro é um horror no que toca ao Pentecostalismo.

André luis disse...

Esse bom dia Espírito Santo realmente é uma aberração,a bíblia Dake é no mínimo uma palhaçada,esse povo tem que ler é conhecendo as doutrinas da bíblia myer pearlman,super crentes paulo romeiro,infelizmente esses livrinhos hereges sempre são bem vendidos.

Daladier Lima disse...

Gostei de sua lista e já li alguns. Eu colocaria a maioria dos livros "devocionais" disfarçados de auto-ajuda. É impressionante como alienam.

Anônimo disse...

essa postagen dos piores livros do mundo evangelico esta sem duvida corretissima foi muito bom este post apaz do senhor pra todos

André Ramiro disse...

Gostei da lista, mas faltaram alguns livros aí. Talvez você devesse fazer uma lista dos 50 piores livros do mundo evangélico. "A Cabana", por exemplo, seria presença garantida.
Graça e paz!

Pedro Henrique disse...

Caro Gutierres, a Paz do Senhor!

Excelentes postagens. "Bom Dia, Espírito Santo" talvez seja o pior dos piores - chegou a ser republicado diversas vezes, mudando trechos extremamente heréticos (o livro todo o é!).

Parabéns, também, pela imparcialidade ao colocar o livro de John MacArthur Jr. Sem dúvidas, é um excelente autor e defensor do Evangelho, mas não foi tão honesto com o genuíno Pentecostalismo naquela obra.

Enfim, que Deus te abençoe,

P.H.

Matias disse...

Parabéns por incluir o catastrófico livro "Os carismáticos" de J.McArthur. Este livro é a comprovação da minha tese que teólogos são vítimas de seus respectivos sistemas teologicos (neste caso cessacionista) e não são capazes de fazerem uma hermeneutica sincera, acabam colocando Deus na caixinha de seu sistema.
Quanto ao livro "Bom dia, Espírito Santo". É um lixo de heresias, escrito por uma dos mais patéticos e hipócritas representantes do neopentecostalimo.
Senti falta de "Ortodoxia generosa" de Brian MCLaren na sua lista.
Abraço,
Matias

claudio disse...

Apesar de gostar muito do J.McArthur que tem livros fantasticos como " com vergonha do evangelho e o evangelho segundo jesus" ele vacilou feio em "Os carismáticos" mostrou completo preconceito e falta de conhecimento dos verdadeiros penteostais

Unknown disse...

Fico pensando na capacidade de críticas infundadas àqueles que creem no Deus cheio de compaixão e misericórdia pronto para curar os enfermos, a menos que pretenda dar contas a Deus das palavras injustas que pronuncia.

F. F. Bosworth demonstrou isto em seu ministério e hoje milhões de cristãos nominais preferem descrer do EVANGELHO DE DEUS. Está na hora de o dono deste blog rever seus conceitos.

Se o amado blogueiro me demonstrar ministério rico como o desse evangelista, eu o seguirei no Blog.

Unknown disse...

Fico pensando na capacidade de críticas infundadas àqueles que creem no Deus cheio de compaixão e misericórdia pronto para curar os enfermos, a menos que pretenda dar contas a Deus das palavras injustas que pronuncia.

F. F. Bosworth demonstrou isto em seu ministério e hoje milhões de cristãos nominais preferem descrer do EVANGELHO DE DEUS. Está na hora de o dono deste blog rever seus conceitos.

Se o amado blogueiro me demonstrar ministério rico como o desse evangelista, eu o seguirei no Blog.

André Pereira disse...

Infelizmente percebo um senso de critica muito afiado, tipico de um fariseu ou de um doutor da lei. Acho que o espaço (blog) deveria ser usado para o ensino da palavra, não como critica a autores de livros e etc. Se eles dizem que foi Deus quem os revelou quem sou EU pra dizer o contrario, todavia cada um será julgado conforme suas obras. Creio que o espaço seria melhor divulgado com ensinos (biblicos) e nao pentecostais pq se ha uma maior enfatisazão nisso. Jesus nao era pentecostal, eu nao sou pentecostal, sou de CRISTO.

Anônimo disse...

Ola, gostaria de te dizer que vc esta um pouco equivocado ao falar do livro Cristo aquele que cura...
esse especificamente eu n li.. mas li O NOME DE JESUS e Curai enfermos e expulsai demônios! todos eles tem a mesma linha de pensamento... e possuem base unicamente bíblica! se vc acha que doença não é o demônio agindo p destruir... então vc acredita que A Palavra de Deus é mentirosa! Porque Ela é bastante clara sobre esse assunto! eu tenho vivido crendo nesta verdade.. e vivo por Ela! infelizmente,só funciona para quem crer!
esses são os melhores livros que já li! Depois da bíblia é claro!

ass Vanessa Leal

Lizonita disse...

Lizonita I. Mota
Misericórdia, vocês estão trabalhado para quem? Talvez para o deus deste mundo, pois o meu Deus é compassivo, misericordioso,cheio de compaixão para conosco. Seu amor é tão grande de permitiu que seu único filho sofresse naquela cruz por amor de nós!Em Is.53:4 a 7 nos descreve o sofrimento de Cristo por amor de nós que não somos merecedores de nada! Se conseguimos tirar do nosso meio a incredulidade, certamente seremos sarados! Deus não mudou!É bom que este blog reveja o seus conceitos quanto a critica de obras literárias que são baseadas nas verdades bíblicas!

Anônimo disse...

concordo plenamente com o amigo André Pereira e sinceramente com todo respeito acho que a pessoa que fez a critica a esses livros encheu se de conhecimento e esqueceu de crescer na graça e detalhe conhecimento humanos jesus era muito criticado pelos fariseus porque fazia coisas que os fariseus cheio de conhecimento discordavam Jesus passou três anos e meio quebrando protocolos ele não mudou

Ednaldo Costa Neves disse...

Ridículo alguns comentários, mas cada tem seu ponto de vista..