segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Você só tem duas opções: uma delas é Jesus!

Você só tem duas opções: Uma é Jesus. from iPródigo on Vimeo.

2 comentários:

Pr. Iranildo medeiros disse...

A grandeza de Cristo e o seu real valor você sabe?
Eu acredito que a maioria dos cristãos hoje não sabe e pior do que isso não quer saber da verdadeira grandeza de Cristo e seu valor, digo isso com muita tristeza, pois vejo a cada dia os cristãos buscando conhecer o que é Jesus e não quem é Jesus.
No evangelho de Mateus 16: 13, 14, 15 e 16 diz: E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.

Veja que a resposta que Jesus ouviu o fez perceber o quanto Ele era desconhecido da multidão ai então faz a pergunta aos seus discípulos e Simão Pedro responde o que Ele queria ouvir da multidão, TU ÉS O CRISTO O FILHO DO DEUS VIVO, a resposta para a multidão foi o silêncio, mas para Pedro foi: BEM-AVENTURADO ÉS TU SIMÃO. Aquele que sabe o que é Jesus (Libertador, Curador, Milagreiro, Prosperado) pode até ser abençoado, mas aquele que sabe quem è Jesus (O filho de Deus, Salvador, O grande Eu Sou, Fogo consumidor) é bem-aventurado. O “que” sempre nos faz lembrar posição, colocação, poder enquanto” quem “ caráter, essência e o ser ou seja a identidade e não a função.

Aceitar Jesus pelo que Ele é não nos traz a convicção e a revelação de nossos pecados porque nossos olhares estão somente na cura, milagre, libertação que Ele pode nos proporciona, mas quando o aceitamos por quem Ele è a única coisa que conseguimos enxergar é o quanto somos podres, imundos, miseráveis pecadores ai só assim reconhecemos a necessidade de arrependimento e em se arrepender temos da parte de Jesus aquilo que mais Precisamos o seu PERDÃO.

Pense nisso!

Pr. Iranildo Medeiros

Pr. Iranildo medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.