domingo, 16 de janeiro de 2011

A terrível tragédia na Região Serrana

Acabo que ver que as chuvas neste verão não estão fora da média na região Sudeste. Por que uma tragédia desse tamanho? A única resposta é a incompetência política. Em algumas cidades o poder público até construiu escolas e hospitais em áreas de risco. Um absurdo! Como as pessoas tomarão consciência que estão em uma área de risco se os próprios governantes constroem prédios públicos nesses lugares?

Crianças perderam os pais. Um senhor perdeu a mãe, os filhos e os irmãos. Uma senhora de 87 anos perdeu todos os filhos. São tragédias que lembram a vida de Jó. A dimensão da dor dessas pessoas é impossível de descrever. Diante dessas pessoas as melhoras palavras são as não-vozes, o silêncio.

Lembro de um deslizamento de anos atrás que uma mãe perdeu quatro filhos e o marido morreu meses depois vítima de uma doença. Essa mulher foi entrevistada e nada falou. Baixou a cabeça, esfregou as mãos e permaneceu em silêncio. Aquele silêncio era gritante. Um forte grito de dor. Infelizmente, agora na Região Serrana, várias pessoas passaram por uma história parecida.

O pior é saber que isso poderia ser evitado se neste país tivéssemos políticos de verdade. Dignos de honra eles não são. Na tragédia carioca do ano passou soube-se inclusive que um ministro tinha tirado verbas de prevenção do estado fluminense para o estado que ele se candidatou. Em um país decente esse homem estaria preso. Aqui era candidato.

As chuvas estão fora do normal na Austrália. Lá muitas vidas foram salvas porque os governantes alertaram a população dos perigos advindos pela tempestade. Lá existe governantes. Aqui existe incompetentes. Não é possível que os brasileiros se conformem com isso.

É evidente que ocorra mortes em grandes chuvas, mas centenas de mortes é erro político, é um crime contra a população. A questão aqui não é partido A ou B, mas sim uma cultura política no Brasil que não trabalha com prevenção. Quantas pessoas que você conheceu morreram em estradas federais? Eu conheci. Conheci um pastor que morreu junto com o filho de oito anos em um grave acidente. Nas estradas privadas, apesar dos grandes preços, os acidentes são raros, mas nas federais são ordinários. Ou seja, existe uma solução, falta é vontade política.

Não é possível que o brasileiro continue conformado com a incompetência dos governantes! Vamos acordar, brasileiros, não estamos em um país pobre. Estamos numa das maiores economias do mundo. Como seremos desenvolvidos assim?

Saiba como ajudar:

http://renatovargens.blogspot.com/2011/01/doacoes-para-os-desabrigados-da.html

Em cidades como São Paulo, mediante essas tragédias, algumas grandes redes de lojas mantêm um espaço para doações.

4 comentários:

Fabiane Aquino disse...

Que Jesus conforte os familiares sobreviventes!!!

Matias Borba disse...

Paz Gutierres!

Segundo informações que apurei no site Contas Abertas, O Ministério da Integração Nacional deixou de investir, nos últimos sete anos, quase R$ 1,8 bilhão na prevenção de danos e prejuízos provocados por desastres naturais em todo o país.

Outras informações confirmam que, para cada 170 Milhões investidos em prevenção, são gastos mais de 750 em reconstruções depois dos preujízos com as chuvas e outros desastres, isso quando ocorrem outros desastres, porque aqui geralmente a coisa é com as chuvas. Isso só mostra uma coisa: os principais culpados por toda essa tragédia são os Governos, Federal, Estadual e Municipal.

Quando ocorre deslizamento de terra em favelas, a culpa recai logo sobre os pobres, que não tem onde morar e constroem suas casas em lugares de risco, mas agora, muitas famílias ricas perderam tudo, muitas em áreas de risco e outras não, sabe porque? porque o Governo quer arrecadar e não cuidar da vida das pessoas. O próprio Governo, como você diz, constrói prédios em lugares de risco. Até um Hospital foi destruído no RJ.

Uma pergunta lhe faço: onde estava o Sérgio Cabral? vai agora por a culpa em outros Governos, ou vai assumir que também errou, visto que ocupa o cargo de Governador há quatro anos?

Nessa hora todos são bonzinhos, e o demôniop é a chuva! O Lula é bozinho, a Dilma, A Mãe do PAC e o Sérgio Cabral, e por aí vai.

Lamentável, muito triste ver o quanto o povo brasileiro sofrem nas mão desses caras...

alvaro disse...

infeliz é saber que daqui a alguns dias muitos ja se esqueceram destes acontecimentos poia a midia vai cubrir isso com noticias sobre as contruções para a copa do mundo!!!

Matias Borba disse...

Gutierres, perdão pelos erros de digitação e ortografia nos dois últimos comentários, é que na hora em que comentei, estava fazendo um trabalho ao mesmo tempo, e na pressa, acabou saindo assim, rsrs. Mas creio que quem ler entenderá o que escrevi.

A Paz do Senhor!