quarta-feira, 2 de março de 2011

Perguntas no Formspring 1

Como eu disse em um post anterior estou respondendo perguntas no site http://www.formspring.me/gutierresfs e vou publicar algumas respostas aqui no blog. Você também pode fazer a sua pergunta. Não é necessário cadastro. Não vou publicar todas as perguntas aqui no blog por uma questão de temática, mas vou procurar responder todas as questões que sei responder.

Você acredita em livre-arbítrio, predestinação, eleição incondicional, graça irresistível e expiação limitada? Enfim, poderia definir sua posição a respeito do calvinismo? Em que concorda e em que discorda?

Sou calvinista ou arminiano? Não sei. Penso que são categorias que não respondem ao paradoxo bíblico. A Bíblia ensina que o homem é livre. A mesma Bíblia ensina que Deus é soberano. Na nossa mente limitada essas duas verdades parecem excludentes, mas para Deus não o é. Por exemplo, todos nós cremos que Jesus Cristo é plenamente Deus e plenamente homem. Na nossa mente ou se é Deus ou se é homem. Mas Jesus engloba as duas "categorias". Jesus é Deus e homem ao mesmo tempo. Nós somos livres e Deus é completamente soberano ao mesmo tempo.

Veja esse exemplo bíblico de Filipenses 2. 12-13. No mesmo texto encontramos as duas verdades.

Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas em minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor, (ESTE VERSÍCULO É ARMINIANO) pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele. (ESTE VERSÍCULO É CALVINISTA).

Eu sei que você já respondeu sobre se é calvinita ou arminiano, mas eu acho que você está mais para "calvinista pentecostal" do que "arminiano pentecostal". Está próximo disso?

Leio muitos calvinistas pois a produção teológica dos reformados é bem mais ampla. O neocalvinismo de Mark Driscoll é interessante. Mas ainda assim tenho discordâncias com o calvinismo clássico, aquele que nem acredita em livre-arbítrio. Estou mais próximo deles por causa das leituras.

Considerando que Deus é a totalidade e nada está fora dele. Onde fica o inferno?

Deus está em todos os lugares. Deus não é todos os lugares.

Uma pergunta sobre apologética: Você acha que todos os cristãos deveriam estudar apologética ou isso é apenas um "hobbie" para poucos? Eu converso com alguns cristãos que vêm a apologética como "frescura de gente que quer dar uma de esperto." Que acha?

Todos nós devemos estudar apologética. Mas é bom lembrar que apologia é defesa e não ataque. Por que todos devemos estudar apologética? Porque é um mandamento bíblico: "Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês" (1 Pe 3.15).

A salvação é concedida somente pela Graça ou tenho que ler a Bíblia, jejuar, orar, santifcar-me e ir à igreja para ser salvo?

A salvação é somente pela graça. Não há nada que você possa fazer. Agora, buscar a comunhão com Deus e com os irmãos é um sinal de sua salvação. Como lembrou Martinho Lutero: “As boas obras não tornam bom o homem, mas o homem bom pratica boas obras".

8 comentários:

Vitor Hugo da Silva - Joinville, SC disse...

Dê uma olhada em um pequeno artigo que fiz sobre as lições bíblicas. O conceito de Graça na Assembléia de Deus praticamente não existe, nem ao menos eles desejam comungar com o povo sobre tal.

http://pericopecc.blogspot.com/2011/02/algo-que-se-possa-rever-o-mais-breve.html

Não precisa publicar meu comentário Gutierres.

Anônimo disse...

aeeeeeeee, uma de minhas perguntas foi para o blog!
Deus abençoe!

Anônimo disse...

Só uma pergunta e, por favor, sem pragmatismo ok? é uma pergunta mesmo! você nunca pensou em sair da assembleia de Deus e ir para uma igreja calvinista ou outra semelhante tipo, Presbiteriana? não to julando você irmão, estou perguntando porque é dificil entender um calvinista na assembleia de Deus e ainda mais sendo professor de ebd! Você já pensou em mudar de igreja?

Gutierres Siqueira disse...

Caro anônimo,

Como já respondi: não sou calvinista, mas tenho minha simpatia por muito dos seus expoentes.

Nunca cogitei trocar a Assembleia de Deus por alguma igreja reformada. Talvez um dia eu até saia das Assembleias de Deus, mas dificilmente seria para uma IPB. A IPB é uma ótima denominação, mas muita fechada no seu esquema teológico.

Anônimo disse...

Ae, vlw. Me ajudou com minha dúvida sobre continuar na IPB ou ir pra outra. obg

Aprendiz disse...

Gutierres

Vejo problemas na minha igreja também, não mudo apenas porque não encntrei nenhuma boa opção. Os pastores são pessoas corretas, integras, e isso já é bem melhor que muitas igrejas por aí.

continua depois...

Luciano disse...

Pela bagunça que está por aí, andei procurando uma igreja em que o pastor pregue biblicamente, em que se louve o Senhor com hinos inteligíveis e verdadeiramente de louvor ao Senhor - ao invés daqueles "agora é só vitória" ou da repetição catársica de "eu te amo, Jesus", em que eu não venha a ser surpreendido de uma hora para a outra com a adoção do sacerdócio feminino, do óleo, sal, rosa, lenço e o que mais se imaginar ungidos. As convicções teológicas no campo da hamartiologia, soteriologia e escatologia se consegue trabalhar bem, já sendo uma bênção maravilhosa o pastor não assumir o púlpito e pregar a partir de piadas ou do cancioneiro popular brasileiro. Se der pra encontrar todos os aspectos positivos num só lugar e ainda coincidir com sua convicção pessoal nas três logias acima, aí você foi realmente abençoado.
Acho - até agora pelo menos - que encontrei um lugar seguro. Toda honra e toda glória ao Senhor! que a coisa 'tá feia por aí.

Aprendiz disse...

...continuando

Há certas coisas bastante difíceis de encontrar nas igrejas evangélics, pelo menos se você procurar todas no mesmo lugar.

Entretanto, temos muito mais acesso à cultura e à teologia do que antes. Posso ler coisas importantes do presente e do passado, sem gastar uma fortuna em livros.

Agora, nas igrejas a situação é difícil. Os músicos adoram canções melosas, e repetitivas. A maioria dos pastores não dedica grande parte do seu tempo ao estudo. O povo evangélico não cenhece a Bíblia e adora alguém que vá a frente e fique repetindo chavões de "vitória". Grande parte dos pastores não parece ter fé verdadeira, pois geralmente não se guiam pela Palavra do Eterno. Muitos seguem a moda, outros seguem a grana, ou as duas coisas.

Por enquanto, mesmo descontente, fico no porto seguro em que estou.