domingo, 20 de maio de 2012

Desigrejados! Por que tantos desaminam e desistem da fé em Cristo?

Por Gutierres Fernandes Siqueira

"Conforme se diz, a igreja de Jesus Cristo é como a arca de Noé: o mau cheiro de dentro seria insuportável se não houvesse uma tempestade do lado de fora". [Charles Colson]

É apenas cafeteria. Não é uma igreja!
É crescente o número dos “sem-igreja”. O que antigamente chamávamos de “desviados” ou “ex-cristãos” agora chamamos de “desigrejados”. Essas pessoas ainda consideram que vivem a fé em Cristo, mas que podem se dar ao luxo de desprezarem a Igreja. Os desigrejados defendem que a fé cristã pode ser exercida fora da comunhão eclesiástica. É uma espécie de individualismo radical manifesto como a “comunhão sou eu” ou “eu tenho em comum comigo mesmo”. 

A igreja nunca foi e nunca será (nesta terra) um ambiente de notáveis cidadãos perfeitos. A igreja não é uma reunião de anjos, mas sim uma reunião de pecadores em busca de redenção. Sim, há comunidades melhores e piores, mas você nunca encontrará uma perfeita. Portanto, a busca pelo “cristianismo autêntico” é nobre, mas quando esquecemos que ainda estamos no mundo podemos mergulhar em uma espiral de decepção com a instituição chamada igreja. A maior prova que a igreja não é perfeita é o nosso espelho. Ora, se a igreja é formada de homens, logo...

Portanto, se eu me tornar um desigrejado porque só vejo imperfeições nas instituições, logo sou duas coisas: a) um idealista que não pisa o pé no chão e ignora a própria imperfeição ou b) alguém que usa isso como desculpa para justificar o seu abandono da fé com ares de heroísmo e zelo pela “essência do cristianismo”.

Quando leio o final do Sermão do Monte (cf. Mateus 7. 24-27) fico a pensar que o fenômeno dos desigrejados é mais uma consequência do esvaziamento do púlpito cristão associado aos pressupostos contemporâneos. É o casamento perfeito entre uma igreja divorciada do compromisso doutrinário com a cultura da egolatria. É a insensatez com ar de militância e sabedoria. Além disso, é uma forma de dizer “eu sou igreja”, mas eu não preciso compartilhar com ninguém. Infantil? Sim, a infantilização é marca crescente na sociedade.

A Igreja Cristã sempre teve em seu meio pessoas que a deixaram. Alguns com sérias justificativas e outros nem tanto. O que temos de novo é o não-reconhecimento do abandono. Hoje, os desigrejados acreditam que o rompimento completo com qualquer igreja institucionaliza ou um grupo eclesiástico não-institucionalizado é revolucionário. Assim, para eles, o romper com a igreja visível é abraçar sinceramente a Igreja invisível.

É bem verdade que precisamos romper com muitas instituições para não perdemos o foco de Cristo. É também verdade que muitas igrejas institucionalizadas mais nos afastam do que nos aproximam do Evangelho. Tudo isso é verdade. Mas é um retumbante exagero achar que é possível viver a Igreja invisível e não buscar um grupo para compartilhar a comunhão cristã.

No quadro abaixo temos as principais causas do movimento dos “desigrejados”. Vejamos:


1. Acreditar, por ingenuidade ou conveniência, que existem igrejas perfeitas e, portanto, o desigrejado precisa abandonar as comunidades imperfeitas.

2. Uma baita dose de orgulho. A maioria dos desigrejados acusam as comunidades cristãs como ambientes hipócritas. Será que eles são a essência da transparência e da sinceridade?

3. A Síndrome de Elias é outra explicação para o crescimento dos desigrejados. Muitos acham que são o único remanescente justo que sobrou neste planeta.

4. Abraçar radicalmente o individualismo como uma forma de “comunhão comigo mesmo”. O homem é essencialmente social e com isso não quero dizer que devemos abraçar coletivismos.

5. O movimento é parte, também, da cultura evangelical emergente. Hoje, muitos acham que falar de Deus e de artes enquanto tomam café no Starbucks é um exercício de culto e a formação de uma igreja.

6. As mídias são ótimas ferramentas de divulgação do Evangelho, mas alguns substituíram o ambiente eclesiástico pelos cultos eletrônicos. Ora, é fácil ser “membro” de uma igreja em que eu não preciso compartilhar "o que tenho em comum" com ninguém!

7. As mega-igrejas são apontadas como uma das causas desse "fenômeno desigrejad"o. Ele pode até ir uma vez ou nunca numa dessas igrejas enormes e ninguém notará a sua ausência no domingo seguinte.




Na divulgação do Censo 2010 veremos como o grupo dos desigrejados apresentará o maior crescimento no quesito “religião”. Talvez não seja o desafio do século, mas certamente é o desafio da década para a igreja contemporânea no Brasil e nos países ocidentais.

Mas, sinceramente falando, poucos foram os movimentos dentro da igreja na história pobre de substância do que o movimento dos desigrejados.

18 comentários:

Ermeson disse...

Eu estou nessa condição,oro ao Senhor para que ele me oriente ruma a uma congregação onde eu o sirva com sinceridade junto com os irmãos.

Ermeson disse...

Eu estou nessa situação, e estou orando ao Senhor para que ele me oriente a uma denominação onde eu o seiva com sinceridade, junto com os irmãos.

Anônimo disse...

motivo c) lideres aotoritarios, manipuladores e alienadores, verdadeiros fasistas,

pasei uns dois anos para poder comessar a frequentar outra igreja de forma rasuavel

Ps foi nessesaria a intervençao da conveçao de nossa igreja para da um freio nesse Pr. ( Ja que quando um autoridade espiritual nao da ouvidos ou nao observa a açao das ovelhas o que podemos fazer (como ovelhas) é fazer como nossos irmaos de corintios que aviso a paulo do que tava ocorrendo para Paulo, autoridade maior da igreja naquele momento. tomar uma postura, sabia e imparcial por esta fora da situaçao e ter cido colocado em posisao legitima de questionar um lider locau)

Anderson Cruz disse...

Gutierres, ótimo tema!
A "desigrejação"(não sei como se escreve) é uma realidade e percebemos que vem aumentando, a algum tempo atrás, li um artigo no Tempora, Mores, no qual abordava este mesmo assunto.
Não conheço pessoalmente nenhum desigrejado, que diz que ainda professar a Cristo, mas vendo alguns "testemunhos" na internet percebo que boa parte é porque acha coisa errada em tudo, além de que muito dessas pessoas passaram por todo tipo de igreja, tradicional, pentecostal, neopentecostal, isto é, nunca decidiram no que vão crer, e por aí vai, aqueles que participam de uma instituição são chingados de hipócritas, ora a igreja é feita de pessoas imperfeitas, e como você bem colocou "não de anjos", toda igreja é imperfeita, se fossemos olhar para imperfeições não existia mais nenhuma instituição, se desigrejar não é solução, temos é que tomar coragem e tentar mudar a situação da igreja evangélica brasileira.

Palavra e Fé - anderscrz.blogspot.com.br

Juliana disse...

Gutierres, me identifiquei demais com seu post.
Frequento a igreja cada dia de forma menos assídua a ponto de me considerar uma "desingrejada"!
Infelizmente a igreja em que frequento se encontra entre muitas onde a liderança está desestabilizada e a guerra entre pastores x presbíteros é intensa! Além disso, há um forte legalismo sem fundamento, além de "pregações" onde são contados "causos" e o púlpito é utilizado para serem apontados os erros dos membros entre outras coisas.
Depois de teu post, até me envergonho em dizer, mas não me sustento naquele lugar, estou indo apenas por obrigação ali... me sinto mal sentar-me e ouvir tanta coisa que não tem a ver com Cristo.
Queria que fosse diferente, mas não é...
Me identifiquei e me entristeci ao mesmo tempo pois quando se está em uma igreja onde mesmo com a falha humana ainda se prega o evangelho é uma coisa, quando Jesus vira apenas uma personagem, é outra...
Me perdoe desabafar nos comentários, apenas precisava colocar isso pra fora.
Abraços!

Gutierres Siqueira disse...

Caros amigos e leitores,

Será que uma igreja autoritária, um líder bizarro e tirano, uma comunidade na beira do abismo e outras "doenças eclesiásticas" justificam ser mais um "desigrejado"? Ora, só justificaria se tivéssemos uma ÚNICA igreja. Não é o nosso caso. Com tantas igrejas na cidade será que não podemos achar uma única comunidade mais próxima do Evangelho?

O ambiente onde estou me deixa doente? A igreja onde congrego está morta espiritualmente? O meu pastor está mais para um ditador? Sempre há uma solução: mudar de igreja.

A solução não é desistir completamente. Nenhuma igreja é perfeita (como você e eu também não somos!), mas nem todas as igrejas são doentes!

É hora de mudar. Não é hora de abandonar.

Andre Sena Pereira disse...

Alguns desigrejados não são desviados ou ex-cristão. Apenas não toleram mais o odor pútrido das apostasias, das heresias e dos ganaciosos pastores e membros lobos. Em vez de contaminarem-se, preferem uma vida cristã digna de discípulos de Cristo. O Espírito, em tempo oportuno, levará o desigrejado de volta ao convívio com os eleitos.

Gutierres Siqueira disse...

André,

Eu insisto. Se TODAS as igrejas fossem doentes e apóstatas assim teríamos uma pequena justificativa para sermos desigrejados.

Rafael disse...

eu tô andando desesperado, triste, deprimido e não sei mais o que fazer. Eu estive 1 ano e alguns meses numa igreja neopentecostal, mas como vi que não era uma igreja biblica eu decidi sair e passei a frequentar uma igreja histórica, mas não consigo crer em alguns pontos da doutrina e está havendo muito confronto [doutrinario] e eu tô andando sem vontade de frequentar a igreja institucionalizada e ainda me pesa o coração pelos meus amados que não são crentes. Na verdade eu só desejo alguem que eu possa compartilhar a vida em cristo de forma autentica. Preciso de ajuda

Tadeu de Araújo disse...

Distintos irmãos, graça e paz!
Com todo o respeito que temos pelos distintos desigrejados, no entanto, parece-nos que, seus pioneiros, não atentaram com cautela à História da Igreja desde o início: os homens são limitados.
Ora, na época do apóstolo Paulo, o mesmo já admoestava a respeito dos maus "cristãos," conforme Romanos 16.17; 1 Coríntios 5.6-11; 2 Tessalonicenses 3.6.
Além do mais, analisando o Apocalipse 2-3, João não viu nenhuma igreja perfeita, muito embora tenha havido maior destaque para Filadélfia e Smirna.
Sendo assim, nunca houve nem haverá igreja com perfeição aqui na terra.
Diante do exposto, chegamos à seguinte conclusão: os desigrejados têm se frustrado em seus objetivos, tendo em vista terem procurado nas instituições religiosas sérias, aquilo que somente encontramos em Jesus Cristo: a Perfeição.
Que o Eterno acorde o pessoal desse movimento, que vive revoltado com aquilo que fora criado pelo Grande Mestre, isto é, a Igreja.
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Anônimo disse...

Rosimario Filho - Queridos acho que intitular estes imrão que estão feridos como desigrejados, uma aberração, até porque as igrejas começaram dentro das casas e não possuiam CNPJ. E não faço parte do templo físico e sim da maior igreja que é da Jesus Cristo Universal e invisivel, nao confudam igreja com templos, acho que a colocação melhor seria DESINTEMPLADOS E NAO DESINGREJADOS, critério para salvação não foi fazer parte de um templo, até porque em minha casa oro, leio a bíblia e sinto a presença do glorioso espírito de Deus e tenho o melhor pastor chamado JESUS CRISTO. Os problemas não são os desigrejados são os lideres corrompidos pelo poder e dinheiro

Unknown disse...

DENILSON SANTOS/ Taguatinga/
Brasília/DF - 25/01/2012.
Prezados e amados irmãos, graça e paz em o nome de Jesus!
É um assunto polêmico que não deveria estar nas primeiras páginas de discussões. Mas, infelizmente é o que temos presenciado e visto em quase todos os canais de comunicação.
O fato é que não podemos fugir dessa realidade, mas encará-la de frente.
Discutimos esse tema porque boa parte da liderança evangélica no Brasil falhou e falhou feio e continua falhando e nós temos uma parcela de culpa por eles continuarem falhando.
Culpa sim, porque a partir do momento que aceitamos todas as mazelas que tem acontecido em nossas igrejas e ficamos calados, então temos culpa no cartório também.
Muitos líderes não enfrentam de frente a situação, porque não querem perder privilégios que muitos pastores dão a eles como se fosse um cala boca...não estou aqui fazendo proselitismo que venha trazer contendas, dissenções ou divisões, mas precisamos deixar a hipocrisia e a covardia de lado e protestar, afinal, fomos chamados para protestar contra as injustiças e contra o pecado.
Finalmente, a arma que temos nas mãos para continuar protestando é simples: - não desviar o foco da Palavra e continuar clamando a Deus que a ética, a transparência e a lisura com as coisas da Casa do Senhor sejam praticadas por aqueles que principalmente, estão à frente da Obra de Deus e consequentemente por todos nós, que intitulamo-nos de Povo de Deus.
Em minha residência abrimos um Grupo de Comunhão com o alvo de buscar os chamados "desigrejados", para um Novo Tempo na presença do Senhor...
Aqueles que desejarem participar conosco é só entrar em contato pelos telefones (61-3562-0299 / 8452-5343 - Denilson Santos).
Que o Senhor tenha misericórdia de nós e nos abençoe!

Distribuidor disse...

A ordem de Jesus e para AMAR, não "suportai-vos".
Claro que temos tantos problemas hoje a divisão começou no inicio do Cristianismo com Paulo de Tarso, dividindo os Cristãos, somente ler sua história e verão quantos conflitos e divisões, o que começa mal termina mal. Somente será resolvido na CEIFA. Jesus já havia predito sobre dois Reinos, reino dividido não subsistira. O Reino do Céus não é deste mundo.
Não "congrego" por que e ordem de Homens(Paulo), Cristo disse Deixai-o Ir, dois ou tres ali estarei, entra no quarto e ora. !!! Abraços. !! ass. Uma ovelha dispersa da casa de Israel !!!

tharliz disse...

Charles disse:
Ta certo, vc "desenhou o "fantoche" que quis e desdenhou dele como quis. ,Não te culpo pq a maioria faz assim, Porem sua visão não esta totalmente curada ela esta 80% equivocada."
“comunhão sou eu” ou “eu tenho em comum comigo mesmo”." de onde vc tirou isso, queremismo a comunhão que cristo buscava, com todos "pecadores " e "religiosos" religiosos" q fecham seus corações para conosco." igreja não é perfeita" Nós ja estamos careca de saber, isso é desculpa de medíocres, servos e membros, pecadores como nós, estão lindamente caminhando p salvação. Só não abrimos mão de abandonar a qualquer líder que não esteja pautado NO EVANGELHO SIMPLES DE NOSSO SR JESUS. NÃO COMPARTILHAREMOS DE SUAS IDEIAS, USOS, COSTUMES E ESTRATEGIAS Escusas para arrebanhar mais pessoas PARA FINS NÃO EVANGÉLICOS. Amo congregar, amo ouvir a palavra sadia e verdadeira, sofro por não congregar,Somo igrejas mas precisamos de nos reunir. Mas reunir na aonde e pq? Só porque um pastor diz q é errado e faz um lista de como somos medíocres e orgulhosos por sermos assim??? Orgulhosos nós por queremos mudança e simples eles por serem teimosos?
O que vcs tenm que entender é que Jesus nos deu liberdade p adorar em qualquer lugar q seja em espirito e em verdade. O julgo caiu e não queremos nos submeter a outro... ainda mais pesados. Eu quero uma igreja, que pregue salvação, que expulse obreiros fundamentalistas e cansados. O texto aqui na verdade defendeu a igreja de tijolos e seus diretores.qual q mensagem não toca o espirito do homem só isso. Aamo todos vcs q amam a Cristo... c q não ama, cada dia aprendo a amar mais!! paz

tharliz disse...

Charles disse:
Ta certo, vc "desenhou o "fantoche" que quis e desdenhou dele como quis. ,Não te culpo pq a maioria faz assim, Porem sua visão não esta totalmente curada ela esta 80% equivocada."
“comunhão sou eu” ou “eu tenho em comum comigo mesmo”." de onde vc tirou isso, queremismo a comunhão que cristo buscava, com todos "pecadores " e "religiosos" religiosos" q fecham seus corações para conosco." igreja não é perfeita" Nós ja estamos careca de saber, isso é desculpa de medíocres, servos e membros, pecadores como nós, estão lindamente caminhando p salvação. Só não abrimos mão de abandonar a qualquer líder que não esteja pautado NO EVANGELHO SIMPLES DE NOSSO SR JESUS. NÃO COMPARTILHAREMOS DE SUAS IDEIAS, USOS, COSTUMES E ESTRATEGIAS Escusas para arrebanhar mais pessoas PARA FINS NÃO EVANGÉLICOS. Amo congregar, amo ouvir a palavra sadia e verdadeira, sofro por não congregar,Somo igrejas mas precisamos de nos reunir. Mas reunir na aonde e pq? Só porque um pastor diz q é errado e faz um lista de como somos medíocres e orgulhosos por sermos assim??? Orgulhosos nós por queremos mudança e simples eles por serem teimosos?
O que vcs tenm que entender é que Jesus nos deu liberdade p adorar em qualquer lugar q seja em espirito e em verdade. O julgo caiu e não queremos nos submeter a outro... ainda mais pesados. Eu quero uma igreja, que pregue salvação, que expulse obreiros fundamentalistas e cansados. O texto aqui na verdade defendeu a igreja de tijolos e seus diretores.qual q mensagem não toca o espirito do homem só isso. Aamo todos vcs q amam a Cristo... c q não ama, cada dia aprendo a amar mais!! paz

Léllison disse...

Em parte eu até concordo com alguns desigrejados, inclusive eu já fui um deles, e na verdade a maioria deles são pessoas não só frustradas com alguém mas pessoas fracas na fé, eu senti isso na pele, no começo a gente se acha o tal, se acha independente de igreja, e isso até massageia no nosso ego, mas depois de um tempo nos vemos sem ânimo para orar, e muito menos de ler a Bíblia, e uma das coisas que os desigrejados mais apontam que é o fato de pregar nas ruas, ir até os necessitados, muitos até começam indo atrás desse tipo de pessoas, mas depois acaba se limitando a pequenos grupos em que a maior parte do tempo são usados versículos isolados para atacar o que eles chama de sistema religioso, e assim como algumas igrejas que eles tanto acusam eles acabam substituindo a palavra por outras coisas e passatempos também.
Enfim, alguns até tem seus motivos mas a maioria se intitula desigrejado pra não deixar transparecer uma fraqueza na fé, manter se orgulhoso de ter uma fé sem precisar frequentar nenhuma local, e como gente nessa situação tem e sempre teve, eles se reunem e se acham os tais radicais do evangelho mas nem de longe são.
Hoje sou um "igrejado" novamente, inclusive alguns pontos onde congrego eu tenho ajudado a rever, e muitos lá até querem voltar, mas o orgulho não deixa.

Debora beserra disse...

pra falar a verdade não sei quem estar certo se os chamados desigrejados, ou os congregados, só sei que a igreja instituição a tempo perdeu o foco de reino de Deus, o que se ver na grande maioria são lideres interesseiros, e quando não um bando de fanáticos que de Deus nada tem..

Nádia do Nascimento disse...

Espero que não fique triste, mas ao contrário do autor penso que achei nos chamados desigrejados não uma minicice, mas muito conhecimento, maturidade, discernimento, respeito, amor e não-conformismo do que em qualquer outro que eu já tenha visto institucionalizado como cristão. O que tem me despertado e que acredito não ser algo legal, é desigrejados dentro das igrejas templos se sentindo igreja espiritual.Explicando: vejo pessoas que não fazem parte com alegria, fé, amor, convicção da graça de Deus, idólatras de líderes; voltando ao papado católico romano (onde só um tem a razão e é infalível homem de Deus, absurdo), à compra da salvação - obras de justiça e dinheiro; enriquecendo seus líderes e nota: - achando isso tudo normal. Isso que é pra mim falar verdadeiramente um desigrejado, tal pessoa já renegou a Cristo. Quando uma pessoa está desanimada por estar numa denominação local com nome de igreja, se ela não sabe que a igreja é ela mesma e que aqueles são só um pouco de irmãos reunidos, então ela já está fora do contexto, sem referências do que é ser cristão. Aos desanimados digo: que vcs sendo cristãos é só pedir a Deus, porque assim como Elias na caverna que achou que estava só e Deus havia dito a ele tipo assim: Bobão, vc acha que povo de Deus é só quem vc conhece e acha que é? Mas Deus havia reservado dentre os que criam, mais de cem que tinham comunhão com Ele. Posso dizer a todos que leem esses posts que só Deus conhece quem é igreja ou não, se do seu lado vc não vê ninguém, com certeza Deus reservou pra si os fiéis. Então não criemos pânico, é só orar, pedir ajuda, companhia e Deus trará pra próximo de vc os que vão congregar, congregar, congregar... em outras palavras andar junto , ajuntar e unir forças pra andar com firmeza e inteireza de fé e ... sem fins lucrativos. Ah, e saia da Babilônia --[ se sua congregação prega doutrina de prosperidade, saia dela; se não foca ensino bíblico com leitura bíblica e interpretação bíblica, saia dela; se vc não entende nada na hora do culto, saia dela; se vc é obrigado a quase dar seu salário inteiro saia dela. Isso tudo não te revela Cristo, e essa comunidade não pode ser chamada cristã, de jeito nenhum, pois ela aliena a pessoa de Cristo que viveu em plena santidade, observa se é igual ao que tá escrito nas Escrituras de quando Jesus andava entre nós. Faça o que te falei, porque sozinho é uma condição equivocada quando estamos em Cristo. Uma vez na Bíblia li que Deus procurava por um intercessor e não achou e Ele destruiu o lugar, então se tá sobrando mundo, é porque ainda há intercessores, ainda há o Espírito Santo, ainda há os que servem a Deus , em espírito e em verdade.Você talvez só não tenha encontrado ainda, já pensou nisso? No tempo de Elias todos eram crentes, mas fiéis só uns poucos, então cuidado pra que vc não fique morno ( os verdadeiros desigrejados ) e se torne insensível à Palavra e Voz do Espírito Santo e muito longe de Cristo. A paz de Cristo.