sexta-feira, 9 de novembro de 2012

O Jesus dos liberais amou o amor. Isso está certo?

"Amor mit Seifenblase" 1634 por Rembrandt

“Em lugar nenhum Jesus exige amor pelo amor, e em parte nenhuma exibe aquele domínio completo dos sentimentos  e emoções amáveis sobre os agressivos, que parece indicado pela ideia de que nele o amor "tem de encher a alma, completamente", ou de que a sua ética se caracteriza pelo "ideal de amor". A virtude do amor no caráter e exigência de Jesus é a virtude do amor de Deus e do próximo em Deus, não a virtude do amor de amor. A unidade desta pessoa está na simplicidade e integridade do seu curso para Deus, quer seja em termos de amor, de fé ou de medo”.  [NIEBUHR, H. Richard. Cristo e Cultura. 1 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967. p 36.]

Nenhum comentário: