segunda-feira, 18 de março de 2013

O caso Marco Feliciano é indefensável!

Por Gutierres Fernandes Siqueira


O caso do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) está cada vez mais sério. Muitos dos meus amigos acreditam que nós, como evangélicos,  deveríamos defender o referido deputado contra uma "campanha difamatória" promovida pela militância LGBT. Bom, gostaria muito que Feliciano fosse apenas uma vítima inocente de difamação, mas ele não é. Ou a má fama seria fruto de informações mentirosas? Ora, os fatos não dizem isso.


E outra. É quase um sacrilégio atribuir Mateus 5.10-12 para esse pastor, ainda mais quando sabemos que existem milhares de cristãos presos pelo "grave" crime de proselitismo. [Inclusive há um casal brasileiro encarcerado no Senegal por causa da obra missionária. Leia aqui].  O Feliciano não é um perseguido por causa da justiça,  mas simplesmente paga o que plantou.


Vejamos:


a) Quem usou o nome de Deus em vão e de uma tal de “psicologia espiritual” para pedir votos ao partido que hoje mobiliza massas em protesto contra o próprio? [Veja vídeo aqui].


b) Quem falou frases de interpretações sectárias para expor bobagens numa rede social? Quem envergonhou a fé cristã com palavras espúrias ao idealizar uma suposta maldição sobre determinado continente? [Leia mais aqui].

c) Quem paga diversos pastores com dinheiro da Câmara dos Deputados como se eles fossem assessores da casa legislativa? Isso se chama CORRUPÇÃO [Leia a reportagem aqui].

d) Quem atribuiu a bênção de Deus à senha do cartão de débito de um ofertante? [Veja o vídeo aqui].

e) Quem escreveu uma autobiografia megalomaníaca que hoje é exposta pela imprensa como exemplo de orgulho e ostentação? [Leia a matéria aqui].

Caros, não é possível que sejamos convenientes com um pastor e deputado tão ruim só porque ele porta certa agenda que nos interessa. Por acaso agora os fins justificam os meios? Eu não quero ao meu lado um pastor que diga ser pró-vida enquanto é suspeito de desviar dinheiro público que poderia ser usado na compra de uma ambulância. Que moralidade torta é essa?

Há perseguidos pelas suas bobagens e
perseguidos por causa do Evangelho.
A Bíblia sabe diferenciá-los. (foto: Folha de SP).
Vivemos numa democracia e sabemos que o pilar da liberdade de expressão não pode ser contestado. Portanto, o Feliciano pode falar e acreditar na besteira que ele quiser, mas só não pode se colocar como perseguido por causa do Evangelho. Repito, tal atribuição é  um sacrilégio. Além disso, ele não me representa. E sinto vergonha que evangélicos tão desastrados ganhem tamanha notoriedade na mídia.

A Bíblia é muita clara sobre as reais razões que levam um verdadeiro cristão a ser considerado um perseguido. 

Deixo agora um trecho da Primeira Carta de Pedro (3.13-22) onde essa questão está bem clara. Observe bem as frases em negrito, pois a Palavra de Deus fala por si.

Quem há de maltratá-los, se vocês forem zelosos na prática do bem? Todavia, mesmo que venham a sofrer porque praticam a justiça, vocês serão felizes. "Não temam aquilo que eles temem, não fiquem amedrontados. " Antes, santifiquem Cristo como Senhor no coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês. Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias. É melhor sofrer por fazer o bem, se for da vontade de Deus, do que por fazer o mal. Pois também Cristo sofreu pelos pecados uma vez por todas, o justo pelos injustos, para conduzir-nos a Deus. Ele foi morto no corpo, mas vivificado pelo Espírito, no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão que há muito tempo desobederam, quando Deus esperava pacientemente nos dias de Noé, enquanto a arca era construída. Nela apenas algumas pessoas, a saber, oito, foram salvas por meio da água, e isso é representado pelo batismo que agora também salva vocês — não a remoção da sujeira do corpo, mas o compromisso de uma boa consciência diante de Deus — por meio da ressurreição de Jesus Cristo, que subiu ao céu e está à direita de Deus; a ele estão sujeitos anjos, autoridades e poderes.


PS: Por favor, não venham com argumentos do tipo: “você preferiria o deputado ex- BBB na Comissão?”. É óbvio que não. Tal pergunta é feita normalmente por quem acha que o mundo é maniqueísta. E , também, pobre é um país com representatividade tão ruim no Congresso. Entre escolher a infecção bacteriana e a pneumonia, eu posso escolher a saúde!

37 comentários:

Anônimo disse...

Você pode provar que ele desviou dinheiro público? Se sim, então pode continuar com esta postagem. Não precisa me responder. Se não pode continuar e aguardar um processo.

Manoel Barbosa disse...

Concordo plenamente com os argumentos postos acima. É preferivel um deputado sensato para essa comissão, mesmo não sendo evangélico, que um pastor idiota, ou um gay cristofóbico. Será que entre tanto deputados, não se encontre um que seja equilibrado?

Gutierres Siqueira disse...

Esse anônimo é de uma coragem incrível. Nem para defender o ídolo cita o próprio nome. Eu simplesmente reproduzi a reportagem da Folha de S. Paulo, onde mostra claramente que o salário de assessores eram usados para pagamento de pastores. Eu não preciso provar nada, a matéria do jornal fala por si.

leozinho mesquita disse...

Concordo plenamente

leozinho mesquita disse...

Concordo plenamente com voce meu ir ,fica na paz o senhor um abraço

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Gutierres Siqueira,

A paz amado!

Me uno a você nesta matéria.

Infelizmente alguns pastores, não definem bem a questão, e a "vem com bons olhos", e não com os olhos na Palavra de Deus.

Parece bonito a argumentação de alguns em defesa de quem exerce com heresias o seu ministério.

Ver vídeos no youtube.com, é verificar a clareza mundana em alguns vídeos dos Gideões de Camboriú, onde heresias servem de pasto para ovelhas néscias e indefesas.

Se fossem discipuladores da verdade, não se preparariam para uma criação de ovelhas defeituosas dos ouvidos. Do tipo, não conhecem a voz do pastor de verdade, porque somente aprendem mentiras e conveniências.

Triste!

O Senhor seja contigo,

O menor.

Alessandro Monteiro disse...

Minha pergunta é:
Por que um pastor evangélico, representante de Cristo, onde seu objetivo único é apascentar Suas ovelhas, se envolve na política dos homens???

Anônimo disse...

meu querido vc precisa estudar as escrituras sagradas direito.
e ver que realmente existe sim uma maldição.
lembra quando noé estava bebado e nu,
seu filho cem o viu nesta situação.
então noé amaldiçoou a sua descendência e esta aa qual o pr marco se referia.
quanto ao restante não digo pois não é do meu conhecimento

José Fernandes Silva disse...

Bem que tentei expressar alguma coisa em relação ao Deputado Feliciano. Tive oportunidade de conhecê-lo no começo de seu ministério, confesso que desde o início sempre o considerei muito arrogante pelo quase nada que ele sempre representou. Peço licença ao sábio e lúcido autor deste post para fazer minhas as suas palavras.

Mateus Emilio Mazzochi disse...

Não defendo, e nem acuso o pastor Marco Feliciano, por dois motivos: não o conheço e não estou a par de tudo que o referido deputado fez ou faz. Digo que é ótimo sim termos pessoas tementes a Deus, evangélicos ou não, nos representando em todas as esferas do poder, mas nossa representação tem sido eficaz? Podemos nos espelhar nos homens e mulheres de Deus que temos em Brasília? Temos, nós, feito diferença no mundo? Há um Deus que sonda os corações e ELE conhece o coração do homem, e só a ELE cabe o direito de julgar. Deus o abençoe.

George Gonsalves disse...

Prezado Gutierres, Marco Feliciano é, de fato, indefensável, por motivos que você elencou e outros mais. Quanto ao crime de corrupção, os assessores da Câmara são nomeados pelo deputado e não, necessariamente, precisam trabalhar em Brasília. Se de fato não prestam o trabalho devido não tenho informações precisas. Destaco, no entanto, um ponto: a principal acusação contra ele é de ser homofóbico, o que poderia ser atribuído a qualquer cristão. Suas declarações quanto a este assunto não me parecem ter ido de encontro à doutrina cristã ortodoxa. Um abraço.

Anônimo disse...

Não entendo alguns, só sabem olhar o mal dos outros. Vamos por alguns desses que se manifestam a favor da Pl 122 e muitos aqui vão gostar

Anônimo disse...

tenho pena de você, nada mais!

Laudinei- NEI disse...

Lembram da frase do Maluf "estupra mas não mata" ? A lógica dele é que ser só estrupada era melhor do que alem disso ser morta. Quando vejo pessoas defendendo o Feliciano porque acham o ex BBB pior, vejo a mesma lógica. Será que na cabeça do povo não existe opções melhores, tipo vamos prender os estupradores ou vamos escolher alguém mais digno para o cargo?

Pr Alessandro Garcia disse...

Esse episódio político vem revelar a crise de integridade e autoridade espiritual que vivemos no contexto evangélico nacional.
No atual momento está faltando um real representante do povo no cenário político. Seria bom que tivéssemos alguém a quem pudessem os inimigos da Cruz zombar, inventar mentiras, perseguir e até matar, tão somente porque não suportassem o seu testemunho fiel e coerente como cristão. Estão faltando homens contra quem tenham que fazer verdadeiras manobras para tirá-los de cena, pois pelas vias normais não conseguiriam apanhá-los em nenhuma falta. Estão faltando homens como José que sofre pelo peso da santidade, como Daniel que é condenado por causa da sua piedade, como Micaías que apanha por dizer a verdade, como os apóstolos que são presos pelo testemunho de Cristo e acima de todos, estão faltando homens que à semelhança de Jesus sejam crucificados como malfeitores, mas diante de Deus sejam justos.
Estão faltando homens que não venham sofrer por causa de injustiças que cometem, das armações que fazem, da postura mundana e carnal que assumem. Mas que sofram tão somete por causa da justiça e nada mais.
"Senhor, dá-nos homens íntegros, fiéis, santos e verdadeiros que possam verdadeiramente representar não apenas o teu povo, mas todas as gentes com honestidade, firmeza, coerência e princípios que sejam bíblicos, amém".

Jean Patrik disse...

O Reinaldo Azevedo da Revista Veja tem uma posição diferente da sua.

Veja o que ele tem dito sobre essa coisa toda envolvendo o Marco Feliciano

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/marco-feliciano/

Marco Antonio Correia disse...

Concordo "ipsis litteris" com o irmão Carpiteiro.

O pastor Marco Feliciano é uma vergonha para os evangélicos e para a nação. Não o estou julgando (longe de mim tal atitude), apenas, confronto suas atitudes frente ao que aprendi, na Bíblia, ao longo desta caminhada. Herético, arrogante, pretensioso, usurpador, enganador (o vídeo em que pede cheques e dinheiro é uma afronta à DEUS e ao seu povo)e amante de si mesmo, são alguns adjetivos que retumbam a cada fala, a cada gesto, a cada aparição e causam fastio e repulsa. Qualquer defesa em favor deste Deputado, é perda de tempo, é lançar palavras ao vento.

A grande mentira do diabo é que a igreja precisa de representantes políticos que a defenda. O pior é que nós acreditamos nisto, se organizamos para isto, elegemos os nossos representantes(evangélicos) e se gloriamos nisto. Agasalhamos a mentira diabólica como a mais pura verdade.

A "nova igreja", pós-moderna, está adoecida, por desconhecimento da Palavra, perdeu- se,imperceptivelmente, por tentar ser o que não é na sua essência, por ansiar o que não lhe foi prometido. Está enfraquecida porque esqueceu sua missão.
Ás vezes, acho que a verdadeira igreja é àquela que está na China, na Coréia do Norte, no Paquistão, no Egito e preciso confessar: sou um covarde por não ter a coragem de participar desta igreja, de ir até lá para falar do amor de Cristo.

A perseguição da igreja brasileira é ridícula, ínfima, desprezível e não merece sequer ser mencionada e digo mais, dispensa a defesa do Malafaia, do Feliciano, da bancada evangélica, do Conselho Político da Assembléia de Deus, etc.,etc.

Marco Antonio Correia disse...

Concordo "ipsis litteris" com o irmão Carpiteiro.

O pastor Marco Feliciano é uma vergonha para os evangélicos e para a nação. Não o estou julgando (longe de mim tal atitude), apenas, confronto suas atitudes frente ao que aprendi, na Bíblia, ao longo desta caminhada. Herético, arrogante, pretensioso, usurpador, enganador (o vídeo em que pede cheques e dinheiro é uma afronta à DEUS e ao seu povo)e amante de si mesmo, são alguns adjetivos que retumbam a cada fala, a cada gesto, a cada aparição e causam fastio e repulsa. Qualquer defesa em favor deste Deputado, é perda de tempo, é lançar palavras ao vento.

A grande mentira do diabo é que a igreja precisa de representantes políticos que a defenda. O pior é que nós acreditamos nisto, se organizamos para isto, elegemos os nossos representantes(evangélicos) e se gloriamos nisto. Agasalhamos a mentira diabólica como a mais pura verdade.

A "nova igreja", pós-moderna, está adoecida, por desconhecimento da Palavra, perdeu- se,imperceptivelmente, por tentar ser o que não é na sua essência, por ansiar o que não lhe foi prometido. Está enfraquecida porque esqueceu sua missão.
Ás vezes, acho que a verdadeira igreja é àquela que está na China, na Coréia do Norte, no Paquistão, no Egito e preciso confessar: sou um covarde por não ter a coragem de participar desta igreja, de ir até lá para falar do amor de Cristo.

A perseguição da igreja brasileira é ridícula, ínfima, desprezível e não merece sequer ser mencionada e digo mais, dispensa a defesa do Malafaia, do Feliciano, da bancada evangélica, do Conselho Político da Assembléia de Deus, etc.,etc.

Eliezer Silva disse...

Amém a este post e ao lindo comentário do Pr Alessandro Garcia
"Senhor, dá-nos homens íntegros, fiéis, santos e verdadeiros que possam verdadeiramente representar não apenas o teu povo, mas todas as gentes com honestidade, firmeza, coerência e princípios que sejam bíblicos, amém".

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Gutierres.

É claro que eu não devo fechar os olhos para erros do próximo. Mas também não é prudente eu me apressar em minhas conclusões - inclusíve até quando elas forem favoráveis.

Sobre pastores recebendo salário de parlamentar, a Militância Gay (acredito que dolosamente) divulgou o fato, sem explicar pormenorizadamente. E, sem maldade, muitos repercutem.

O que acontece? Os 513 Deputados Federais possuem o direito de possuir funcionários trabalhando em seus domicílios eleitorais. E muitos deles fazem uso disso.

Abraço, na paz de Cristo.

Roberto Pereira disse...

Concordo que Marco Feliciano é cheio de heresias e de fato é indefensável em muitas questões. No entanto, se não fosse ele e nem o Jean na presidência da comissão de direitos humanos, seria um outro. E nós cotinuariamos na luta contra esta lei diabólica que é a PL 122. Então a minha pergunta é: Por que não nos unimos em uma boa causa, contra estes ativistas gays independente de quem esteja nesta luta? porque eu digo que se fosse um deputado católico ou mesmo um ateu eu o apoiaria nesta luta.Nossas divergências com Marco Feliciano está em outro campo.
Deus nos abençoe!

Gutierres Siqueira disse...

Caros,

Não consigo concordar que o Marco Feliciano deva ser defendido como um arauto do Evangelho. O Feliciano traz mais males do que bens para a beleza da fé cristã.

Creio que é um grande equívoco quando comprometemos alguns questões éticas em nome de outras. Repito: os fins justificam os meios?

"Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entremete em negócios alheios; Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.[1 Pedro 4:15-16]".


Wesley Viana disse...

Bom, não sei nem por onde começo, afinal de contas a patrulha dos petralhas já influencia até mesmo os cristãos, como disse o secretário geral da presidência Sr Gilberto Carvalho “vamos fazer uma disputa ideológica com os líderes religiosos” e pelo visto estão tendo bastante êxito, tendo em vista que os blogueiros de plantão tentam até disfarçar a crítica justificando ataques gratuitos a simples discordâncias teológicas. Impossível imaginar que cristãos discordem de alguém que esteja lutando por valores éticos, morais e acima de tudo, valores bíblicos, inconcebível pensar que alguém que diz algo que pensa , assim como o autor deste blog também diz, seja tachado de indefensável, ora, ele não quis convencer ninguém da opinião dele, no que tange os negros, o continente africano e etc. Apenas disse o que pensa seja isso uma sandice ou não. A liberdade de expressão, é um direito básico em qualquer democracia, o mínimo que se esperaria era o respeito pela opinião do outro concordemos ou não, penso eu que posso respeitar uma opinião 100% e discordar 100%. Agora vir com essa conversa mole de que o Pr Feliciano não deva ser defendido como arauto do evangelho, soa muito estranho. Em momento nenhum isso foi pedido. Tem parlamentares católicos defendendo as posições do Feliciano por que comungam de um mesmo pensamento no que diz respeito a vida, ao casamento entre heterossexuais e etc. Enquanto isso “crentes” dessem o sarrafo, sem piedade nenhuma, com a justificativa medíocre de que possuem diferenças teológicas. Imaginem, receber porradas de quem se esperava apoio, até por que temos muito mais paridade do que disparidade. Como muitos, eu também posso não concordar com as praticas do Pr Feliciano, entretanto as discordâncias são pormenores em relação ao que está proposto. O que está em jogo é muito mais grave, os ativistas gays estão fazendo manifestações em frente aos templos religiosos do Pr Feliciano, inclusive com gritos do tipo “sarava”, hoje é a igreja do Marco, amanhã serão as nossas, eles tentam aprovar leis que criam um grupo especial de pessoas do tipo “matar gays é mais grave que matar heteros” tentam silenciar os que pregam contra suas práticas, estão ridicularizando os evangélicos 24 horas por dia em todos os meios de comunicação, nos tacham de fundamentalistas e alienados e o mais incrível de tudo.
CONSEGUEM COOPTAR CRISTÃOS PRA DEFENDER TODA ESSA BALBÚRDIA. UM HOSPÍCIO.

Wesley Viana disse...

Bom, não sei nem por onde começo, afinal de contas a patrulha dos petralhas já influencia até mesmo os cristãos, como disse o secretário geral da presidência Sr Gilberto Carvalho “vamos fazer uma disputa ideológica com os líderes religiosos” e pelo visto estão tendo bastante êxito, tendo em vista que os blogueiros de plantão tentam até disfarçar a crítica justificando ataques gratuitos a simples discordâncias teológicas. Impossível imaginar que cristãos discordem de alguém que esteja lutando por valores éticos, morais e acima de tudo, valores bíblicos, inconcebível pensar que alguém que diz algo que pensa , assim como o autor deste blog também diz, seja tachado de indefensável, ora, ele não quis convencer ninguém da opinião dele, no que tange os negros, o continente africano e etc. Apenas disse o que pensa seja isso uma sandice ou não. A liberdade de expressão, é um direito básico em qualquer democracia, o mínimo que se esperaria era o respeito pela opinião do outro concordemos ou não, penso eu que posso respeitar uma opinião 100% e discordar 100%. Agora vir com essa conversa mole de que o Pr Feliciano não deva ser defendido como arauto do evangelho, soa muito estranho. Em momento nenhum isso foi pedido. Tem parlamentares católicos defendendo as posições do Feliciano por que comungam de um mesmo pensamento no que diz respeito a vida, ao casamento entre heterossexuais e etc. Enquanto isso “crentes” dessem o sarrafo, sem piedade nenhuma, com a justificativa medíocre de que possuem diferenças teológicas. Imaginem, receber porradas de quem se esperava apoio, até por que temos muito mais paridade do que disparidade. Como muitos, eu também posso não concordar com as praticas do Pr Feliciano, entretanto as discordâncias são pormenores em relação ao que está proposto. O que está em jogo é muito mais grave, os ativistas gays estão fazendo manifestações em frente aos templos religiosos do Pr Feliciano, inclusive com gritos do tipo “sarava”, hoje é a igreja do Marco, amanhã serão as nossas, eles tentam aprovar leis que criam um grupo especial de pessoas do tipo “matar gays é mais grave que matar heteros” tentam silenciar os que pregam contra suas práticas, estão ridicularizando os evangélicos 24 horas por dia em todos os meios de comunicação, nos tacham de fundamentalistas e alienados e o mais incrível de tudo.
CONSEGUEM COOPTAR CRISTÃOS PRA DEFENDER TODA ESSA BALBÚRDIA. UM HOSPÍCIO.

Luciano Martins disse...

Em geral concordo com você, Gutierrez, quanto ao fato de o político em questão não ser um bom representante dos evangélicos.
É temerária essa interpretação que dão à história de Cam, associando-a à cor negra e aos africanos - se alguém assistiu o filme "Mississipi em Chamas" deve lembrar da cena em que a esposa de um dos policiais membro da Ku Klux Klan comenta que o racismo lhes era ensinado desde crianças, pois estava na Bíblia. O texto a que ela se refere no filme é esse mesmo, e baseado nele se fez o que se fez, afinal, a lógica era que "se Deus amaldiçoou o que que tem eu dar uma pedrada, um soco, uma surra ou pendurar numa árvore e incendiar".
Agora, em pleno século XXI, em pleno Estado Democrático de Direito, alguém vir anunciar esse tipo de interpretação para algum texto bíblico é complicado demais.
Pior foi o "anônimo" que, tendo mandado você, Gutierrez, estudar mais a Bíblia, diz que o filho amaldiçoado foi Sem (rsrsrsrs)... bem, coisa de anônimo mesmo.
Só comentando um pouco o texto do Wesley, realmente não concordo com a legislação privilegiada que os homossexuais estão impingindo à sociedade, mas não li o Gutierrez questionar a liberdade de expressão do político mencionado, apenas aludir à responsabilidade pelas suas declarações.
É difícil ver alguém que tente justificar o que acontece na África ou aos negros em geral com base na Bíblia se colocar à frente de uma comissão de direitos humanos.
A questão aqui não é a posição dele ou dos demais da bancada evangélica frente aos projetos de leis que tornam os homossexuais cidadãos mais protegidos que os outros - não se podem misturar os assuntos -, a questão é ele estar à frente de uma comissão de direitos humanos com as declarações deles.
Dá o que pensar qual o valor que alguém com os pensamentos dele vai atribuir às queixas de negros e de homossexuais acerca do tratamento que possam receber. Já pensaram alguém assim num organismo da ONU com atribuições para enviar ajuda humanitária? Será que a África iria receber alguma coisa ou ficaria na base do "agora aguenta, ninguém mandou o tatatataravô de vocês ver o pai nu". O problema com o político mencionado é o descompasso entre suas idéias - que ele pode expressar livremente - e a função que decorre do seu cargo.
É crente, é pastor, é o que ele for, pode ser que tenhamos pontos em comum como evangélicos (sinceramente, espero que poucos), mas que defender a posição dele é uma tarefa e tanto, ah, isso é - daí acho que o indefensável usado pelo Gutierrez.
Abraços a todos!

Marco Antonio Correia disse...

Caro irmão Wesley,

Permita-me, refutar algumas de suas proposições:

P1."Impossível imaginar que cristãos discordem de alguém que esteja lutando por valores éticos, morais e acima de tudo, valores bíblicos". R1.Será que as armas usadas nesta luta, pela bancada evangélica, são legítimas? O que se tem visto, por parte dos "crentes", são ataques virulentos, desrespeitosos, ofensivos à dignidade humana, arbitrários e tresloucados que, em vez da justificar o pleito através da razão e dos valores bíblicos, torna o debate uma arena de gládio. Não consigo vislumbrar essa tática de luta nos ensinamentos bíblicos, portanto, esta luta não é legítima (2Cor10:3 / Ef 6:12). A luta contra as fortalezas do mal é travada nos bastidores. A luta contra o pecado é travada com os joelhos dobrados e de cima do púlpito, não nos corredores do Congresso. Os fins justificam o meio?

P2. “Apenas disse o que pensa seja isso uma sandice ou não. A liberdade de expressão, é um direito básico em qualquer democracia...” R2. Toda a liberdade tem um limite posto pela ética e pela moral. E essa liberdade de expressão precisa se ater ao grau de responsabilidade de acordo com a posição de quem a exerce. Ou seja, um deputado, pastor, presidente, rei, não pode sair por aí dizendo sandices indiscriminadamente. NÃO!!. Ele tem uma responsabilidade ditada pelo cargo que ocupa (esse Feliciano diz que é pastor) e toda a liberdade precisa ser exercida com prudência (I Cor 8:9 / Gal 5.13 / I Pe 2:16). Não podemos confundir a liberdade que vem de DEUS com a liberdade humana no âmbito de um regime de governo chamado democracia. Opto pela liberdade bíblica que é superior à liberdade democrática.

P3. “O que está em jogo é muito mais grave, os ativistas gays estão fazendo manifestações em frente aos templos religiosos do Pr Feliciano, inclusive com gritos do tipo “sarava”, hoje é a igreja do Marco, amanhã serão as nossas..” R3. Já ouviu falar na lei da semeadura? A igreja está colhendo o que plantou...tempestade.

Outrossim, a tal CDHM não representa nada para a sociedade brasileira, independente de quem a preside. Infelizmente as transformações sociais não serão executadas por esta comissão ou por esta corja de políticos brasileiros.

Wesley Viana disse...

Caro Marco, confesso que li seu texto e que respeito seu ponto de vista embora discorde de você, entretanto, não percebi argumentos convincentes, capazes de refutar o que escrevi no post anterior, quero esclarecer que não tenho nenhuma pretensão de escrever algo irrefutável, somente emitir opiniões em assuntos pontuais.
Marco, onde você viu ou assistiu crentes com práticas “virulentas, desrespeitosas, transloucadas e etc. ? Lamento informar, mas você está por fora da realidade, ou então deveria rever as fontes de onde você extrai sua informações diárias. É só abrir os olhos e verás que esta sua afirmação é improcedente, ouso afirmar que não existe um grupo mais intransigente, desrespeitoso e intolerante que os homossexuais e seu ativismo, e você Marco quer pregar essa pecha em crentes ?
Quanto ao local onde deve ser travada a luta contra o mal, deixo pra você e para os demais que pensam da mesma maneira o seguinte dilema: “ O dia que o PLC 122 estiver sendo votada no plenário da câmara, onde deverá estar a bancada evangélica ? De joelho nos gabinetes, orando fervorosamente para que o Senhor intervenha de uma forma sobrenatural ? Ou no plenário, defendendo os interesses de seus eleitores e dos demais que prezam pelos valores cristãos ? O mundo está cheio de crentes que espiritualizam tudo, oram quando deveriam agir e agem quando deveriam orar.
Em relação a fala do pastor eu pergunto: Ele falou na condição de pastor ou de deputado ? A grande verdade é que o Feliciano está sendo linchado pelo grave crime de delito de opinião, que foi criminalizada faz tempo, querem cercear o direito do sujeito de dizer o que pensa e se o que ele pensa expõem o pecado, pior fica. Como isso pode ser indefensável meu DEUS ? Vou mais longe ainda, qualquer intelectual notável que expressar sua opinião contrária a união homossexual por exemplo, será tachado dos mesmo adjetivos que o pastor recebeu. Quanto ao cargo asseguro-lhe que ninguém até agora apontou um só infração cometida pelo pastor na condução do posto que ele ocupa.
E pra arrematar, você me perguntou se eu conheço a lei da semeadura, afinal você acredita que a igreja está colhendo o que plantou, honestamente não acredito nisso, se você dissesse que são sinais dos fins dos tempos até que eu me renderia, mas o que percebo é que você se o conformou com este mundo, preferindo evidenciar suas diferenças teológicas com o pastor Feliciano, em detrimento da exposição e defesa de fé. Lamento mas esta posição se contrasta ferozmente com as Escrituras Sagradas.

Valdir disse...

Luciano, li seu comentário e estou surpreso. Você disse "se Deus amaldiçoou o que que tem eu dar uma pedrada, um soco, uma surra ou pendurar numa árvore e incendiar".
Me perdoe você e todos os outros aqui, mas, DEUS NÃO AMALDIÇOOU NEM CAM E NEM NINGUÉM NA PASSAGEM MENCIONADA. As palavras saíram da boca Noé e não de DEUS. Me recuso terminantemente a acreditar que DEUS faria tal coisa porque Noé resolveu se embebedar e ficou nú.
Essa historia ai esta muito mal contada.

Valdeci Martins disse...

Valdeci Martins
O deputado Marco Feliciano apenas não soube expressar a verdade sobre a AFRICA. Verdadeiramente houve uma profecia da parte de NOÉ sobre os filhos de Cão. isto está registrado em Gn. 9:25. Canaã era filho de cão e Noé disse que SERVO DOS SERVOS seria seus irmãos. Um dos irmãos de Canaã era CUXE. e cuxe significa Etíope.
A decendência de Cão foram habitar nas terra do continente africano e sem dúvidas os africanos era vendidos como escravos e exportados para vários paízes. ninguém pode negar que o continente africano é um continente sofrido.
HOJE, DESDE QUE JESUS se entregou na Cruz, a todas as maldições de todo o mundo foram quebradas. Gl. 3:13
Quando se fala de certo ou errado todo racismo, preconceito ou discriminação deve ser dispensado.
Os jornais mentem, não são inspirados para dizerem a verdade.
O único livro no mundo que revela a verdade é BÍBLIA SAGRADA.
PORisto não julguemos pelos que ouvimos ou lemos em fontes que não prometem a verdade.
Deus vos abençôe.

miguel muniz disse...


Na parábola do Juiz injusto, Jesus Termina assim: quando o filho do Homem vier a terra por acaso achará fé? Falei muitas vezes que Não concordava com algumas das pregações do e de idéias do Pr. Feliciano. Não tenho nem um curso teológico, mas quaquer novo convertido de uma igreja séria vai compreender que é jogo politico. Deixo uma pergunta no ar: será que não estaamos como as virgens prudentes que dormiram também? Fica na paz de Deus.

antonio disse...

A priore queridos irmaos, nao adianta defedender em palavras ou acusar em palavras de homens, a lei diz que niguem é culpado ate que se prove. A lei que me refiro é a lei dos homens, O ocorrido nao é basiado em uma pessoa conforme titulo e sim em uma sociedade por inteiro. um proverbio diz que o povo tem o governo que merece, então irmãos vamos lutar contra os principados e potestades e não contra a carne e o sangue e muito menos contra opiniões ou ideologias que não levam senão a contendas. se nos não orarmos para Deus abrir o mar, certamente ele não vai se abrir e a tempestade vai nos alcançar.

Gimbert Silva disse...

Eu acho q muintos que postaram coisas .,falando mal e jugando .falam q são cristão mais na verdade são todos juízes pra julga ou culpa alguém de coisas q eles só ouviram ...eu acho q também gera um pouco de inveja de ver o outro bem sucedido ., inveja e a pior coisa q existe ....

Unknown disse...

Pr. Marco Feliciano falando heresia????? Me desculpe amigo mais o PR. Março tem pedigree espiritual e história ministerial, coisa que VC não deve ter. E muita falta de temor e vergonha na cara sua falar que é pregado heresia nos gideões. Aliás VC e Pr. Em que igreja???? Quais são seus frutos ministeriais???? Pra VC falar mal dele VC tem que no mínimo levantar um ministério mais poderoso que o dele e realizar mais obras que ele, VC já fez algum aleijado levantar ou algum surdo ouvir, ou cego enxergar???? Quando VC tiver poder de Deus pra isso VC para de falar mal dele, aliaz deve ser inveja de VOCÊS em relação ao ministério dele! Quantas almas vcs ganharam pra Jeses esse ano, aliaz esse mês??? Tomé vergonha na cara, e vá aprender a servir a Deus de verdade!!!

Thiago Alexandre disse...

Pr. Marco Feliciano falando heresia????? Me desculpe amigo mais o PR. Março tem pedigree espiritual e história ministerial, coisa que VC não deve ter. E muita falta de temor e vergonha na cara sua falar que é pregado heresia nos gideões. Aliás VC e Pr. Em que igreja???? Quais são seus frutos ministeriais???? Pra VC falar mal dele VC tem que no mínimo levantar um ministério mais poderoso que o dele e realizar mais obras que ele, VC já fez algum aleijado levantar ou algum surdo ouvir, ou cego enxergar???? Quando VC tiver poder de Deus pra isso VC para de falar mal dele, aliaz deve ser inveja de VOCÊS em relação ao ministério dele! Quantas almas vcs ganharam pra Jeses esse ano, aliaz esse mês??? Tomé vergonha na cara, e vá aprender a servir a Deus de verdade!!!

Anônimo disse...

Não. Juguem para que não. Sejam jugados pois com as medidas que jugarem vos seram medidos se ele errou deus vai cobrar dele se as obras dele for de frutos humanos ele nada conseguira vamos parar de jugar decidir o que as pessoas. São. E oque elas não. São. Vamos orar por que é melhor orar do que ficar acusando um irmao seja ele crédulo. Ou incrédulo pastor ou somente menbro de uma igreja deus cobrara de cada um segundo a sua obra nao quero criticar nimguem só. Estou falando a verdade

Tito Jesus disse...

A questão não é o que achamos ou deixamos de achar.
O que entendo ou deixo de entender, ete...
Mas o que a Palavra de Deus diz nas Escrituras Sagradas.
Leiam as ESCRITURAS SAGRADAS!!!!

Tito Jesus disse...

A questão não é o que achamos ou deixamos de achar.
O que entendo ou deixo de entender, ete...
Mas o que a Palavra de Deus diz nas Escrituras Sagradas.
Leiam as ESCRITURAS SAGRADAS!!!!